Provocando Sensações

Por: Silvia Naccache
21 Agosto 2019 - 00h00

5232-abertura 

Falta tempo? Ele é precioso, mas escasso. Foge, escorre como água entre os dedos. Em um mundo em que o cardápio de opções criativas e sedutoras para se ocupar o tempo é tão grande e cabe na palma da mão, como atrair, mobilizar e engajar as pessoas para o voluntariado? Desperdício de tempo é imperdoável. O que existe é a priorização: o urgente e o importante ficam disputando espaço nas agendas e na vida das pessoas.

Há falta de tempo para tudo que é ofertado. O trabalho, estudo, estar com a família e amigos eram as principais demandas antigamente. A agenda era fácil de ser organizada e as opções e ofertas eram muito menores. Mas isso mudou. Hoje passa-se o dia assistindo séries de uma TV que oferece mais de uma centena de canais e programas para escolher. A internet e as mídias sociais sugam, e a sociedade exige que se esteja conectado e antenado o tempo todo.

E o perfil das pessoas, sempre tão diverso? Entender, descrever e classificar as gerações também é fundamental quando se deseja engajar para participar de algo. A velocidade com que tem ocorrido a evolução tecnológica e social no mundo atual também existe nessas mudanças de comportamento das gerações. A variedade de nomes chega a nos deixar confusos: Geração X, Y, Z, Millennials e outros tantos. São pessoas cujos interesses, a forma de receber informação e as expectativas são muito diferentes.

Muito importante também é a escuta das razões pelas quais as pessoas desejam ser voluntárias e considerar como satisfazer essas necessidades. De ajudar o meio ambiente ou levar um estilo de vida mais ativo a se sentir valorizado como parte de uma equipe e construir grupos sociais, as pessoas optam por ser voluntárias por muitas razões e para uma infinidade de atividades.
Mas como fazer com que o voluntariado entre na vida das pessoas nesse cenário de perfis tão diversos?

O voluntariado provoca sensações únicas de bem-estar e satisfação!

Para atrair, engajar, mobilizar e também fidelizar e reter voluntários, é preciso provocar sensações positivas:

  • Planeje e se organize, como quando convida amigos para um jantar na sua casa.Utilize métodos de recrutamento criativos: lembre-se de que as pessoas carregam em suas mãos um universo de informações. Faça algo para se destacar. Seja criativo nas mídias sociais, use uma variedade impressionante de conteúdo visual, inclua depoimentos, vídeos curtos e impactantes, e experiências emotivas.
  • Desenvolver talentos e habilidades que levará para a vida é um dos ganhos do trabalho voluntário. Apresente claramente formações, capacitações e treinamentos que serão promovidos, e todo apoio e suporte contínuos que a pessoa receberá. 
  • Todos devem se sentir bem-vindos. Receba as pessoas com um estrutura para visitas monitoradas, workshops de apresentação, todo o kit de acolhida. Promover uma recepção calorosa, amigável e acessível é fundamental.
  • A comunicação deve ser genuína, atualizada, regular, contínua, orientativa e transparente. As ferramentas usadas devem chegar a todos. Há de se criar espaços para devolutivas, escutas e acolhida
    para sugestões.
  • Usar as ferramentas disponíveis de tecnologia para o cadastro de potenciais interessados em voluntariar é uma estratégia e um facilitador. Portais e plataformas que já conectam vagas e oportunidades com pessoas e um canal próprio no site da organização. 
  • Quem vem interessado para uma atividade voluntária deve ter a clareza de quais recursos serão necessários: materiais, despesas de deslocamento e o próprio tempo disponibilizado. Garanta que eles tenham acesso aos recursos de que precisam.
  • Para atrair mais e melhor, o cardápio deve ter variedade: quanto mais possibilidades de atividades, e que sejam relevantes e interessantes, mais chance de ter gente querendo aderir.Sedução: mostre o novo, a inovação na ação. A tecnologia deve ser o facilitador para engajar e mobilizar.
  • Apresente as estratégias de reconhecimento e valorização do trabalho voluntário. Agradecimentos provocam fortes emoções e mostram uma nova perspectiva do valor das pequenas ações, dos pequenos gestos. Voluntariado não é complicado. Está na simplicidade e na relevância das práticas.
  • Mostre que o voluntariado promove importante conexão social. Mostre para as pessoas que elas estarão conectadas e farão parte de algo maior. Atividades na comunidade têm uma relevância local para um apoio global. Voluntariado é uma situação ganha-ganha. 
  • Conte uma boa história, compartilhe um caso de sucesso: todos querem saber o que será feito com o tempo que estão doando. Mostre que cada um faz a diferença. Provoque o orguho de pertencer a essa causa. Histórias causam sensações.
EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
14.822
Oportunidades Cadastradas
9.564
Modelos de Documentos
3.008
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
19 Nov
2019
13º Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável
Prazo
24 Nov
2019
Lab Cidadania
Prazo
25 Nov
2019
UNESCO World Heritage Volunteers (WHV 2019) – Let’s...
Prazo
29 Nov
2019
11º Edital SulAmérica Para Apoio a Projetos Sociais
Prazo
15 Dez
2019
SUEZ - Institut de France Award 2019-2020
Prazo
20 Dez
2019
Programa VOA
Prazo
25 Jan
2020
Environmental Curricula Grants
Prazo
31 Mar
2020
United Nations Voluntary Fund on Disability
Prazo
Contínuo
Mitsubishi Corporation Foundation for the Americas
Prazo
Contínuo
Oak Foundation’s - Issues Affecting Women Programme

Cursos Relacionados

PARCEIROS VER TODOS