Voluntariado empresarial

Por: Revista Filantropia
01 Julho 2007 - 00h00

A exemplo do que vem acontecendo em todo o mundo, muitas empresas no Brasil começam a reconhecer o valor do incentivo e do envolvimento e desenvolvimento dos seus empregados como voluntários na comunidade, geralmente reforçando também o apoio financeiro a projetos ou programas sociais.

Tal atitude resulta em satisfação pessoal para o funcionário voluntário e em inúmeros benefícios para a comunidade, gerando direta ou indiretamente enormes ganhos para a empresa envolvida no processo. Por possuir características de mudanças comportamentais, o voluntariado empresarial é prática crescente e tem sido peça relevante na definição de modelos de responsabilidade social, alavancando as formas tradicionais de filantropia.
A consultora de voluntariado em-presarial do Centro de Ação Voluntária de Curitiba (CAV), Fernanda Rocha dos Santos, acredita que o resultado deste incentivo é positivo.

Ele pode ser observado no dia-a-dia das empresas que estimulam seus funcionários a praticarem atividades voluntárias. “O clima organizacional melhora, assim como a valorização profissional e a auto-estima dos colaboradores, que sentem prazer em trabalhar pelo desenvolvimento social”, explica.

Exemplos

Mas o que é mesmo voluntariado empresarial? De acordo com o Instituto Ethos, “voluntariado empresarial é um conjunto de ações realizadas por empresas para incentivar e apoiar o envolvimento de seus funcionários em atividades voluntárias na comunidade”.

Para a coordenadora do Portal do Voluntário HSBC, Carmem Dalla, voluntariado empresarial é mais do que isso. “Voluntariado empresarial também é responsabilidade social individual. A empresa é responsável pela criação de subsídios como capacitações, palestras, entre outras atividades, para que o colaborador da empresa seja o agente de transformação da comunidade onde está inserido. A resolução dos problemas sociais não é só obrigação do governo e das empresas, mas principalmente do indivíduo.”

É por isso que o Programa Empresarial de Voluntariado (PEV) do banco HSBC chama-se Responsabilidade Social Individual. Atualmente, o Portal do Voluntário HSBC conta com pouco mais de 3.000 funcionários cadastrados, de todas as regiões do Brasil. “O portal sensibiliza o nosso colaborador para os problemas sociais. Nele divulgamos palestras, capacitações, projetos e outras atividades, para que os voluntários possam refletir sobre a importância de serem agentes de transformação social”, explica Carmem.

O CAV é o gerenciador do Portal do Voluntário HSBC, em uma parceria com o Portal do Voluntário, que disponibiliza a ferramenta. Os empregados do banco postam suas ações voluntárias, discutem temas por meio de fóruns, convidam outros voluntários, em uma interação que abrange o Brasil inteiro.

Outro exemplo de PEV bem sucedido no Paraná é o Força Voluntária. Fundado em 2005 pelos funcionários da Itaipu Binacional, o Programa Empresarial de Voluntariado da binacional conta hoje com cerca de 300 colaboradores, que atuam voluntariamente em atividades sociais em Curitiba e Foz do Iguaçu. Em contrapartida, a empresa estimula a participação dos funcionários, permitindo que eles se reúnam durante o expediente, além de oferecer o apoio logístico necessário para as atividades do grupo.

O programa conta ainda com três campanhas anuais:
• Adote uma Estrelinha neste Natal, que promove a doação de presentes e material escolar para crianças menos favorecidas de Curitiba e Foz do Iguaçu;
• Campanha de Inverno, que em Curitiba conta com a parceria da Fundação de Ação Social (FAS), e, em Foz do Iguaçu, com a parceria de outras empresas, grupo de escoteiros e a Secretaria Municipal de Assistência Social.
• Campanha de destinação do Imposto de Renda, que estimula a doação de parte do valor a ser pago para o IR para instituições sociais cadastradas no Fundo Pró-Infância (FIA).

As ações do Força Voluntária são exercidas livremente pelos colaboradores, fora do horário de trabalho, em organizações, projetos e/ou programas sociais, respeitando a lei
nº 9.608/98 (Lei do Serviço Voluntário), que recomenda a assinatura do termo de adesão entre o voluntário e a organização onde está sendo desenvolvida a ação.

Centro de Ação Voluntária de Curitiba

O CAV presta consultoria em programas empresariais de voluntariado como maneira de sustentabilidade e apoio às diversas atividades que realiza em prol da comunidade e do Terceiro Setor. Entre as ações de consultoria, estão pesquisa de levantamento das expectativas dos funcionários, palestras de sensibilização, formatação do PEV, formação e acompanhamento do núcleo gestor, implantação de banco de projetos e oficinas de voluntariado por áreas de interesse: saúde, meio ambiente, educação e cultura.
www.acaovoluntaria.org.br
empresarial@acaovoluntaria.org.br
(41) 3322-8076


Links
www.itaipu.gov.br
www.portaldovoluntariohsbc.com.br
EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.064
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.404
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Jun
2020
Linha emergencial de crédito Conexsus
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
31 Jul
2020
GlobalGiving Accelerator - Virtual Training Program...
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Jul
2020
AEB - Chamamento Público para lançamentos a partir...
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS