Voluntariado empresarial: premissas e políticas do programa

Por: Silvia Naccache
08 Janeiro 2014 - 19h45

O programa de voluntariado empresarial, segundo a Business for Social Responsability, é um “aliado importante para muitas empresas que querem demonstrar compromisso com as comunidades onde atuam”. O Projeto de Voluntariado deve ser construído por cada empresa de acordo com a sua realidade e cultura, pois não existe um modelo único que sirva para todas as empresas. Alguns aspectos devem ser observados, tais como: ter o envolvimento da direção da empresa; estar de acordo com a missão e valores da empresa; ser atividade espontânea e que tenha em um de seus objetivos gerar transformações na comunidade, entre outros. Muitos aspectos devem ser levados em consideraçäo e um planejamento deve ser feito antes da implantação do programa. Quem realiza a gestão do programa? È muito importante que todos saibam quem procurar para participar e saber mais sobre o programa. Muitas empresas buscam representantes de diversas áreas da empresa e formam um comitê mobilizador e gestor do programa. Algumas áreas da empresa devem ser envolvidas: comunicação, jurídico, recursos humanos e certamente a área de responsabilidade social e investimento social privado. A alta gestão deve participar também, e as estratégias para o envolvimentos de gerencias e chefias serão fundamentais. Não podemos nos esquecer: voluntariado é atividade espontânea, individual. O papel da empresa é ser um facilitador, um apoiador e orientador das ações: não é atividade ligada a políticas de encarrreiramento na empresa.

Para que as ações aconteçam de forma organizada é preciso planejar como serão as capacitações e treinamentos. Esses encontros devem acontecer dentro da empresa, e é necessário espaço, acolhida simpática e amorosa. Um Programa de Voluntariado precisa de identidade e excelência na comunicação. Por isso é fundamental planejar quais serão os instrumentos de comunicação a serem usados, tanto para construção da política e premissas do programa quanto para mobilizar voluntários e, principalmente, reconhecer e valorizar essas ações. Deve haver um orçamento, apoio financeiro da empresa para a realização das atividades voluntárias: apoio na compra de material necessário para a realização das atividades voluntárias, deslocamento, alimentação, camiseta ou boné para as equipes etc.

É muito comum que as empresas associem voluntariado com ações sociais e campanhas. Voluntariado pode ir além dessas ações se bem planejado e gerenciado. Fundamental definir onde os voluntários poderão atuar: em que área (saúde, educação, meio ambiente, defesa de direitos, geração de emprego e renda, profissionalização, assistência social, esporte, cultura, lazer), com que público (crianças, jovens, adultos, idosos, pessoa com deficiência), se as atividades irão acontecer em entidades sociais, escolas, espaços culturais, hospitais. É preciso definir também se haverá escolha e definição de projetos ou apenas mobilização e reconhecimento de boas práticas de voluntariado. Muitas empresas adotam uma pesquisa de interesse junto ao público interno. É uma prática bem interessante, desde que as expectativas dos interessados em voluntariado possam ser não só escutadas mas atendidas.

E finalmente, é importante criar uma política de reconhecimento e valorização das ações. O Voluntariado hoje substitui o assistencialismo pela promoção da cidadania, substitui o amadorismo pela profissionalização. Incentiva a ação de voluntários comprometidos e responsáveis e reconhece a capacidade transformadora dos indivíduos.

Sugestão de roteiro para a construção de manual ou cartilha do Programa de Voluntariado Empresarial

  • Breve histórico do programa na empresa
  • Objetivos do Programa de Voluntariado: por que ter um Programa de Voluntariado Empresarial
  • Conceitos:
  1. oO que é ser Voluntário
  2. oO que é Voluntariado Empresarial
  • Pré-requisitos para participar do Programa de Voluntariado:
  1. oQuem pode participar
  2. oQual horário
  3. oQual orçamento disponível
  • Todos ganham no Voluntariado: benefícios do voluntariado para: voluntários; empresa; organizações sociais e sociedade/comunidade local
  1. oDireitos e Deveres e responsabilidades do Voluntário
  2. oAs Oportunidades de Ação Voluntária
  3. oReflexão Final
EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
15.198
Oportunidades Cadastradas
9.566
Modelos de Documentos
3.061
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
16 Dez
2019
Bikeducação: Edital Itaú para Seleção de Projetos...
Prazo
16 Dez
2019
ONU / FIDA - Concurso de Fotografia “Juventude e...
Prazo
Contínuo
Fundo Regenerativo Brumadinho
Prazo
22 Dez
2019
UNDEF - 2019 Call to Civil Society to Apply for Funding...
Prazo
1 Jan
2020
Fundo Julia Taft para Refugiados
Prazo
25 Jan
2020
Environmental Curricula Grants
Prazo
31 Mar
2020
United Nations Voluntary Fund on Disability
Prazo
20 Jan
2020
United Nations Voluntary Trust Fund for Victims of...
Prazo
Contínuo
Mitsubishi Corporation Foundation for the Americas
Prazo
Contínuo
Oak Foundation’s - Issues Affecting Women Programme

PARCEIROS VER TODOS