Não sou cloroquina, nem tubaína

Por: Marcio Zeppelini
02 Julho 2020 - 00h00

 6576-abertura

Não sou cloroquina, nem tubaína, sou oxitocina! Quero ver o amor entre os amores. De homens, de mulheres, das crianças e daqueles que se equilibram em quatro patas. Assim, me torno #MAISHUMANO. Não sou de direita, nem de esquerda - nem tampouco de centro. Sou de lá e de cá, balanceio em toda a esfera. Nas extremidades, no meio. Sou #MAISHUMANO. Não quero ficar em casa, mas preciso. Não quero sair para trabalhar, mas preciso. Não quero ser do contra, mas não sou contra quem é do contra. E também quero ser contra quem não se contraria, ou simplesmente não tem nada a se contrariar.

Agora… Pare para pensar: quanto #MAISHUMANO você se tornou durante esta pandemia? Quanto você passou a depender menos de alguns supérfluos? Não trago aqui nada sobre maquiagem no rosto, brilho no pneu do carro ou goma no paletó... #MAISHUMANO, de repente, transformou-se em ser mais on-line, ser mais presente, mesmo que virtualmente. Falar com alguém por meio de hashtags ou vê-las craqueladas pela instabilidade da sua internet - para a qual você resolveu dar mais atenção, seja no plano de dados ou na posição da câmera que te foca em um melhor cenário para a “Live”.

Estar conectado está sendo #MAISHUMANO do que nunca. Beijos se tornaram virtuais. Abraços, só a distância. A internet se tornou algo tão vital quanto o ar que respiramos: a vontade de estar perto minimiza - mas potencializa - a vontade de… estar perto. O perto virou longe, o longe virou perto.

A cada dia deste a.C / d.C - antes da Covid e depois da Covid - você se torna #MAISHUMANO. Passamos a ter mais observância aos aspectos simples da vida e, pasmem, justamente àqueles que já estavam à nossa disposição... dentro de casa, no seio de nossa família. Pare para pensar! Estamos valorizando mais o que temos, o que somos e o que queremos nos tornar. Reduzimos nossas expectativas, sem abrir mão de nossos sonhos. Sonhamos mais alto, mas agora com os pés mais no chão. E a loucura - sem qualquer necessidade de entorpecentes - torna-se a realidade, mais palpável.

O indesejável aconteceu, e é hora de reconstruir. Mas temos, agora, o poder de decidir O QUE reconstruir. Temos que decidir agora como jogaremos no lixo (sem poluir o mundo) aquilo que não prestava em nossas vidas - e que se tornou ainda mais imprestável.

E, mais importante, como vamos multiplicar nossas virtudes, nossas sabedorias e aquilo que nos dá alegria de viver, aquilo que nos torna #MAISHUMANO.

Tenho certeza que o mundo d.C. será #MAISHUMANO. Mais forte, mais conectado - com ou sem internet. As conexões humanas se tornarão mais intensas quando não estiverem mais com a distância de duas telas de computador ou celular. Valorizemos a energia de cada ser, agora #MAISHUMANO do que nunca. Sem olhar pra crença, pra raça ou pra ideologia. Pois #MAISHUMANO é aquele que estende a mão a quem precisa de ajuda, seja a.C ou d.C.

Sejamos mais fortes, e que cada um se torne #MAISHUMANO a fim de fortalecer toda a humanidade!

Te encontro daqui a pouco, no mundo real! (sim… aquele com abraços afetuosos e beijos calorosos!)

Saudações inspiradoras,

ZEPPA

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

PARCEIROS VER TODOS