Vitóriado meio ambiente

Por: Roberto Ravagnani
01 Novembro 2003 - 00h00
Organização social aposta na criação de Ecopontos e no envolvimento da comunidade local para a solução das questões relacionadas ao lixo

Há alguns meses uma notícia chamou a atenção daqueles que se interessam pelas questões relacionadas à natureza. A pauta informava que “São Paulo já tem um bairro ecológico”. Como esse tema não deve ficar restrito somente àqueles que já se interessam pela ecologia – sob pena de não revertermos o atual quadro de degradação ambiental –, é preciso traduzir para uma linguagem acessível o convite ao exercício pleno da cidadania a um número cada vez maior de personagens indispensáveis, os cidadãos.

Sócrates, ainda na Grécia Antiga, dizia que cidadão é aquele que cuida da sua cidade. Simplesmente isso, ao mesmo tempo, complexo como isso. O bairro “ecológico” em questão é o Parque Vitória, localizado no distrito do Tremembé, zona norte da capital paulista. Trata-se do primeiro bairro da cidade onde, muito em breve, haverá coleta seletiva de lixo em todas as 70 ruas.

A criação do primeiro Ecoponto

Uma vez que os gregos antigos já foram convidados para fortalecer a argumentação, pode-se agregar ainda mais valor a ela com um antigo provérbio chinês: se você quer uma cidade limpa, você pode ajudar muito varrendo a porta da sua casa. É exatamente com tal espírito que os moradores do Parque Vitória vêm transformando a realidade do local. Isso porque a organização da coleta seletiva de lixo é feita pela comunidade, que recolhe e separa o material, vendendo-o para a reciclagem e aplicando o lucro obtido na cooperativa gerenciadora da operação. A ação está centrada naquilo que é chamado de Ecoponto – um galpão construído em um terreno de 1.200 metros quadrados cedido por um morador, para onde o lixo é levado e separado. No entanto, a estrutura em questão não foi fruto de geração espontânea: um grupo de pessoas organizadas em torno de uma causa gerenciou e continua gerenciando a atividade.

A coordenação do projeto é feita atualmente pela organização-não governamental Ecos do Vitória, criada como seqüência natural do Projeto Vitória, que começou há mais de três anos o programa de coleta seletiva já citado. Em função do sucesso da iniciativa, alguns integrantes se uniram a outros profissionais do Terceiro Setor, como a ecóloga Elaine Silva, atual presidente da entidade, para se dedicarem à gestão ambiental. Assim, como o próprio nome diz, Ecos do Vitória – Educação e Gestão Ambiental, os conceitos fundamentados passaram a ecoar de diversas formas, baseando-se na relação biológica célula-núcleo para sedimentar a filosofia do trabalho. A grande motivação foi levar para as comunidades a visão da cidade como um organismo vivo: cada bairro sendo uma célula; os rios como veias; a vegetação equivalente aos pulmões; o centro sendo o coração e tantas outras relações que podem ser definidas, precisando todas serem bem cuidadas.

Espalhando o conceito

Romilda Haddad, coordenadora de relações institucionais da entidade, lembra que “o Projeto Vitória já chamava de Ecoponto o núcleo que administrava a coleta seletiva da célula Parque Vitória”. E foi para multiplicar tal formato que a Ecos nasceu, acreditando que a cidade não resolverá o problema do lixo se cada bairro não tiver responsabilidade sobre a própria produção diária e encaminhamento. Para cumprir essa missão, a instituição tem desenvolvido diversas atividades a fim de promover, estimular e facilitar a gestão ambiental nas microrregiões a partir do gerenciamento de resíduos no modelo cooperativista, aliando educação, conservação ambiental e geração de trabalho e renda. Uma fórmula que deu certo em um bairro e que, segundo a coordenadora, pode ser perfeitamente aplicada em outras regiões da cidade.

Buscando auxiliar no processo de adaptação desse formato em outros locais, a Ecos do Vitória oferece curso gratuito sobre o tema para lideranças comunitárias. O objetivo é capacitar os participantes a constituir unidades de gerenciamento comunitário de educação ambiental e coleta seletiva. O curso é mensal e conta com o apoio de uma universidade da região. Ainda no sentido de democratizar informações, Romilda informa que a or­ganização “tem abastecido todos os grupos que a procuram e tentado colaborar com contatos e parcerias para que possam criar os próprios Ecopontos.

Os eventos também fazem parte da estratégia para lançar novas campanhas. Um exemplo é o Projeto Rio da Nossa Aldeia, lançado em setembro, que nos próximos dois anos irá colaborar para a despoluição dos rios Mazzei, Tremembé e Cabuçu, que deságuam no Tietê. Tal programa está acoplado ao Projeto Tietê, que foi desenvolvido pela Sabesp e conta com a SOS Mata Atlântica cuidando da Educação Ambiental. Além disso, a Ecos do Vitória participa de ações com o Núcleo Regional de Educação Ambiental da Zona Norte (NEAN) e, em dezembro de 2002, iniciou as atividades com a construtora Gafisa, tentando viabilizar a reciclagem de entulho gerado nas obras.

Geração e captação de recursos

A busca pela sustentabilidade das ações é uma pré-condição para o sucesso do Terceiro Setor. A Ecos do Vitória traz esse referencial em suas obras, tanto que existem atualmente 15 postos de trabalhos somente no Parque Vitória, gerados sem nenhum fundo inicial a não ser a venda dos resíduos. Romilda faz uma reflexão quando lembra que “em São Paulo são aterrados mais de R$ 2 milhões que poderiam amenizar a miséria, caso houvesse maior investimento em educação sobre matérias-primas e boa administração do lixo pelas cooperativas de cada bairro”. Fora a criação de empregos e renda por meio das atividades de re­ciclagem, há procura por outras fontes de recursos que venham a ampliar e fortalecer os projetos. A organização tem apresentado programas e concorrido a prêmios, sendo que já foi contemplada neste ano com os prêmios Brazilfoundation e o Formatos 500 do Senac, em parceria com o Consulado Americano. Tais verbas, assim como os patrocínios do Projeto Rio da Nossa Aldeia e a colaboração de novos apoiadores que estão sendo prospectados, serão responsáveis pela sustentabilidade das obras do próximo ano.

O voluntariado e os resultados conquistados

A ação voluntária fez parte do início do Projeto Vitória. Em 2000, após curso ministrado pela SERT (Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho), 18 pessoas incubaram projeto para educar, coletar e vender resíduos, originando desse modo o primeiro capital da cooperativa e o trabalho. Durante praticamente dois anos, elas receberam apenas ajuda de custo. Tal empreendedorismo e voluntariado foram decisivos para a criação da organização Ecos do Vitória. O resultado é percebido hoje, uma vez que mais de 100 comunidades já receberam os conhecimentos gerados pelo grupo. Segundo Romilda Haddad, “somente no curso já formamos mais de 60 agentes multiplicadores, pois as primeiras turmas tinham seis alunos e, desde outubro, são 25 por turma”. Para dar credibilidade às ações, a entidade pretende publicar seu balanço a partir deste ano, já que foi constituída legalmente em dezembro de 2002.

O sucesso do primeiro bairro eco­lógico de São Paulo comprova que a sociedade civil organizada é capaz de transformar o próprio bairro em local limpo, desde que o convite seja feito da forma correta e por pessoas capacitadas, como no caso do Parque Vitória.

Os números da Ecos

- 15 postos de trabalho só no Parque Vitória

- 100 comunidades já receberam os conhecimentos gerados pelo grupo

- 60 agentes multiplicadores formados

- 25 participantes por turma atualmente no curso mensal

- 150 toneladas de lixo são reciclados por ano no Parque Vitória
EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
11.830
Oportunidades Cadastradas
8.743
Modelos de Documentos
2.525
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
26 Mar
2019
Programa de Desenvolvimento de Profissionais de Educação...
Prazo
26 Mar
2019
Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores...
Prazo
25 Mar
2019
Edital de Ocupação do Teatro José Maria Santos 2019
Prazo
30 Abr
2019
Para Mulheres na Ciência 2019
Prazo
23 Mar
2019
Reflexões e Práticas: Os caminhos Para a Inclusão...
Prazo
Contínuo
Programa de Apresentação de Unidades de Dessalinização...
Prazo
Contínuo
Programa Empreendedoras Digitais
Prazo
31 Mar
2019
UX Design Awards
Prazo
29 Mar
2019
Combat Wildlife Trafficking in Brazil Program
Prazo
14 Abr
2019
Restaurant e Bar Design Awards 2019
Prazo
7 Jun
2019
Minor Foundation for Major Challenges Grants Program
Prazo
31 Mar
2019
Prêmio ICE de Investimentos e Negócios de Impacto
Prazo
17 Jun
2019
Ocean Awareness Student Art Contest 2019
Prazo
20 Abr
2019
Antologia Vida de Blogueira
Prazo
8 Abr
2019
Prêmio Firjan Ambiental 2019
Prazo
31 Mar
2019
5th Youth Leadership Workshop on Global Citizenship...
Prazo
8 Abr
2019
Chamada conjunta Czech Science Foundation (GACR) e...
Prazo
10 Abr
2019
Emerging Technologies for New Solutions in Global Health...
Prazo
27 Mar
2019
Newton International Fellowships - CNPq
Prazo
10 Abr
2019
Environmental niches of Salmonella Typhi - Grand Challenges...
Prazo
23 Jul
2019
Programa Bolsa Nota 10 - FAPERJ - 2019
Prazo
31 Mar
2019
Apoio a Ações de Conservação - Grupo Boticário
Prazo
14 Out
2019
Muste Institute's Social Justice Fund 2019
Prazo
31 Mar
2019
27ª Edição do Festival Anima Mundi 2019
Prazo
21 Abr
2019
Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social...
Prazo
22 Abr
2019
39º Prêmio José Reis de Divulgação Científica...
Prazo
1 Set
2019
Seed and Early-stage Grants to Grassroots Women’s...
Prazo
8 Abr
2019
11º Edital de Responsabilidade Socioambiental da Brookfield...
Prazo
31 Ago
2019
Aesthetica Art Prize
Prazo
15 Out
2019
Embracing Our Differences
Prazo
31 Out
2019
Cadastramento de Bandas - Grupos Musicais 2019
Prazo
1 Nov
2019
Roy Scrivner Memorial Research Grants Program
Prazo
8 Dez
2019
CLUE: Light & Disruption
Prazo
Contínuo
Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica...
Prazo
Contínuo
Bolsa de Doutorado Direto
Prazo
Contínuo
Auxílio à Pesquisa - Regular
Prazo
15 Set
2019
Institutional Grants
Prazo
1 Abr
2019
IUPAC Next Generation Programme
Prazo
18 Abr
2019
Reaplicar Tecnologias Sociais em municípios de Minas...
Prazo
31 Out
2019
Mohamed Bin Zayed Species Conservation Fund 2019
Prazo
26 Abr
2019
Chamada Pública de Inovação em Eficiência Energética
Prazo
1 Set
2019
Fondation Mérieux’s Small Grant
Prazo
31 Mar
2019
Young Champions of the Earth 2019
Prazo
31 Dez
2019
FAPESP - Auxílio à Pesquisa - Projeto Temático
Prazo
18 Abr
2019
1ª Chamada Pública Finep – Autoridade Nacional...
Prazo
4 Mai
2019
7º Concurso de Ajudas 2019 - IBERBIBLIOTECAS
Prazo
30 Dez
2019
Wildlife Acoustics Scientific Product Grant
Prazo
28 Mar
2019
THAIFEX - World Food Asia 2019
Prazo
13 Mai
2019
Fund for Investigative Journalism’s
Prazo
4 Jun
2019
WorldFood Istanbul 2019
Prazo
22 Jul
2019
Fruit Attraction 2019
Prazo
26 Ago
2019
Israfood 2019
Prazo
31 Mar
2019
World of Difference Awards 2019
Prazo
12 Abr
2019
FAPESP - University of Birmingham e University of Nottingham...
Prazo
12 Abr
2019
Escola de verão sobre economias latino-americanas
Prazo
30 Abr
2019
Prize on Education for Sustainable Development - ESD...
Prazo
31 Mai
2019
UN Young Champion of the Earth
Prazo
31 Dez
2019
Project Grants
Prazo
29 Abr
2019
Chamada de Propostas SPRINT - Edição 1-2019
Prazo
31 Mai
2019
Prêmio Mercosul - 2018
Prazo
Contínuo
Chamada Pública BRDE/FSA – Coprodução InternacionaL...
Prazo
31 Mai
2019
Selo Agro + Integridade 2019-2020
Prazo
Contínuo
Bolsa de Pesquisa no Exterior - BPE
Prazo
Contínuo
Patrocínio Net Claro Embratel
Prazo
Contínuo
Seleção de Projetos de Incentivo à Cultura - Lei...
Prazo
Contínuo
Seleção de Projetos de Incentivo ao Esporte - Lei...
Prazo
Contínuo
Bolsa de Pós-Doutorado
Prazo
30 Abr
2019
Premio Por La Paz
Prazo
3 Mai
2019
Design Competition - 2019
Prazo
3 Mai
2019
Advertising Competition - 2019
Prazo
6 Mai
2019
Programa de Paisagens Produtivas Ecossociais
Prazo
1 Out
2019
LGBTI Projects Funding
Prazo
30 Jun
2019
Maypole Fund - Women to Proactively Challenge Patriarchy
Prazo
9 Out
2019
Making the Case for Nature
Prazo
9 Out
2019
Recovery of Species on the Brink of Extinction
Prazo
9 Out
2019
Conservation Technologies
Prazo
9 Out
2019
Participatory Science
Prazo
9 Out
2019
Reducing Marine Plastic Pollution
Prazo
9 Out
2019
Documenting Human Migrations
Prazo
Contínuo
Chamamento de Projetos Jornalísticos Sobre Florestas...
Prazo
Contínuo
FAPESP - Bolsa de Iniciação Científica
Prazo
Contínuo
FAPESP - Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes
Prazo
Contínuo
FAPESP - Políticas Públicas
Prazo
Contínuo
Bolsas do Programa de Capacitação Técnica
Prazo
Contínuo
FAPESP - Bolsa de Doutorado
Prazo
Contínuo
RESOLUÇÃO Nº 191, de 21 de Dezembro de 2018
Prazo
16 Abr
2019
International Master’s Fellowships
Prazo
Contínuo
Projetos - Globosat
Prazo
29 Mar
2019
The Diana Award 2018
Prazo
Contínuo
Estabelecimento de Parcerias para Coedições de Livros...
Prazo
Contínuo
Leia para uma criança
Prazo
Contínuo
Programa de Desenvolvimento Científico Regional –...
Prazo
Contínuo
Política de Patrocínios da CEMIG
Prazo
30 Jun
2019
Chamada Pública Bilateral FINEP-CDTI para projetos...
Prazo
Contínuo
Revista Científica de Direitos Humanos - Submissão...
Prazo
21 Set
2019
Crédito De Pesquisa Para Comitês Técnico-Científicos
Prazo
Contínuo
Chamada Pública ANCINE-FSA - Coinvestimentos Regionais
Prazo
Contínuo
Filiação ao Departamento de Informação Pública...

PARCEIROS VER TODOS