Violência contra mulher tem promotoria exclusiva em São Paulo

Por: Thaís Iannarelli
23 Julho 2015 - 16h26

Sancionado a partir do projeto de Lei Complementar 22 de 2015 pelo governador Geraldo Alckmin, a lei preve uma promotoria exclusiva para atendimentos em casos de violência contra mulher e acompanhamentos de políticas públicas sobre o tema.

“Temos de ir além daquela atuação meramente processual. Primeiro para mostrar para a mulher que apresentando a reclamação, noticiando a agressão, ela tem a chance de romper o ciclo da violência. Estatisticamente está demonstrado que a mulher só busca ajuda seja para os parentes, seja para as autoridades, após a terceira agressão.” disse o Procurador-Geral de Justiça, Márcio Fernando Elias Rosa.

Fonte: Agência Brasil

PARCEIROS VER TODOS