Vídeos realizados pelo Instituto Avon abordam a violência doméstica

Por: Thaís Iannarelli
03 Outubro 2013 - 14h39

A cada cinco minutos, uma mulher é agredida no Brasil, segundo o Mapa da Violência 2013. Em 70% dos casos de violência doméstica contra a mulher, o agressor é o companheiro ou o cônjuge. Seis em cada dez brasileiros conhecem uma mulher que foi vítima de violência doméstica, sendo que 63% das vítimas procuraram ajudar a mulher de alguma forma, revela a pesquisa "Percepções sobre a Violência Doméstica contra a Mulher no Brasil", do Instituto Avon. Para sensibilizar jovens de todo país a pensarem sobre como quebrar o ciclo da violência doméstica, o Instituto Avon promoveu o concurso "Em briga de marido e mulher se mete a colher", em parceria com o MinutoAD, segmento do grupo realizador do Festival do Minuto. Foram 150 vídeos inscritos. "Recebemos produções de alta qualidade, que apontam para um entendimento de que a violência contra a mulher é um problema de todos e que a intervenção, mesmo que pequena, pode ajudar a salvar uma vida", afirma Lírio Cipriani, diretor-executivo do Instituto Avon. Em primeiro lugar ficou com o vídeo "Humanifeste-se", de São Paulo, que simulou notificações sobre as agressões contra mulheres em uma rede social, alertando para os perigos da omissão. Os vídeos podem ser vistos no link.


http://www.minutoad.com.br/videos/21984?locale=pt-BR

PARCEIROS VER TODOS