Unesco sugere novo plano de financiamento para a educação mundial

04 Abril 2013 - 17h38

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) lançou em março dados parciais do “Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos”, que revelam que um quarto dos fundos destinados à educação nunca deixa os países de origem. Isso porque os recursos são revertidos em bolsas para que alunos de regiões pobres estudem nos países doadores. Segundo o levantamento, 3 bilhões de dólares por ano poderiam ser usados para promover os estudos de 132 milhões de crianças e adolescentes em países menos favorecidos. Além disso, o documento aponta que, desde 2010, aumenta a lacuna no financiamento da educação básica, totalizando a necessidade de 26 bilhões de dólares por ano. Se considerados os nove anos de ensino fundamental, esse déficit sobe para 38 bilhões de dólares. Pelo menos 20% da ajuda dos quatro maiores doadores para a educação – Japão, Canadá, Alemanha e França – são utilizados para custear estudantes estrangeiros. Para cada aluno de uma universidade em um país desenvolvido, centenas de estudantes poderiam receber educação básica em países pobres. Uma única bolsa de estudos para um jovem nepalês estudar no Japão, por exemplo, poderia custear 229 alunos do ensino secundário no Nepal.

http://www.unesco.org/new/en/education/themes/leading-the-international-agenda/efareport/

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
20.245
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.592
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
20 Set
2020
Edital de Patrocínio - Banco da Amazônia
Prazo
2 Out
2020
Arte em Toda Parte
Prazo
20 Set
2020
Prêmio 99 de Jornalismo

PARCEIROS VER TODOS