Transplante não aparentado a partir de cordão umbilical

Por: Instituto Filantropia
23 Outubro 2012 - 11h17

Guilherme da Silva, 14 anos, paciente do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (Graacc), foi submetido recentemente a um transplante a partir de um cordão umbilical vindo dos Estados Unidos (transplante alogênico não aparentado). Desde os 12 anos ele lutava contra a leucemia. O aspecto positivo deste tipo de transplante com sangue de cordão umbilical é que o doador não precisa ser 100% compatível: a exigência é de cerca de 70% de compatibilidade, o que pode diminuir muito o tempo de espera por um transplante. “Não medimos esforços nem investimentos para salvar uma vida. O transplante foi delicado, mas tivemos sucesso. Hoje, o paciente passa por consultas de acompanhamento”, afirma Adriana Seber, médica oncologista pediátrica do Graacc. A instituição realiza entre 40 e 50 transplantes por ano, sendo 15 destes com doadores não aparentados.

www.graacc.org.br

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
22.766
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
4.060
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
3 Mai
2021
25º Concurso Inovação no Setor Público
Prazo
26 Abr
2021
15º Edital Funcultura Audiovisual
Prazo
Contínuo
Super Desafio COVID-19 - Startups
Prazo
21 Mai
2021
Projetos Sociais por Leis de Incentivo 2021
Prazo
14 Mai
2021
Edital de Seleção - Projetos Sociais
Prazo
11 Mai
2021
Prince Claus Seed Awards 2021
Prazo
10 Mai
2021
Para Mulheres na Ciência 2021
Prazo
Contínuo
Adobe Creative Residency Community Fund
Prazo
17 Mai
2021
PhotoContest 2021
Prazo
23 Mai
2021
9ª Convocatoria de Ayudas

PARCEIROS VER TODOS