Trabalhadores informais 1, 2 e 3

Por: Revista Filantropia
01 Maio 2007 - 00h00

Trabalhadores informais 1
Os trabalhadores sem registro em Carteira de Trabalho e Previdência Social que ganham até um salário mínimo (R$ 380) podem contribuir para a Previdência com 11% do valor do salário mínimo, o equivalente a R$ 41,80. Antes, a contribuição para a Previdência era de 20%, mas o governo reduziu o encargo previdenciário, a fim de incorporar parte dos cerca de 18 milhões de trabalhadores que ganham uma remuneração superior a um salário mínimo e não contribuem para a Previdência.

Trabalhadores informais 2
A contribuição ao INSS continuou em 20% até o limite de R$ 2.894,28, para quem recebe acima do salário mínimo, caso não preste serviço a empresas, que poderá variar do limite mínimo ao limite máximo do salário de contribuição. Entretanto, aqueles que fizerem a opção pelo recolhimento de 11% sobre o salário mínimo, não terão direito ao benefício de aposentadoria por tempo de contribuição, razão pela qual muitos contribuintes ainda continuarão sem efetuar os recolhimentos das contribuições previdenciárias, por não terem acesso ao citado benefício.

Trabalhadores informais 3
Quem ainda não está inscrito na Previdência pode se dirigir a uma das Agências da Previdência Social, ligar para a Central 135 ou acessar a página do INSS. No ato da inscrição, o trabalhador recebe um Número de Identificação do Trabalhador (NIT), que passa a ser a sua identificação na Previdência Social. A partir da primeira contribuição, o segurado já passa a ter direito a alguns benefícios. Quem possui PIS ou Pasep não precisa se inscrever. Basta informar um desses números na guia de pagamento.

www.previdencia.gov.br

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS