Tendências da Tecnologia no Terceiro Setor

Por: Instituto Filantropia
26 Maio 2014 - 20h03

As grandes evoluções tecnológicas para as organizações sem fins lucrativos em 2013 se concentraram no surgimento do uso de dispositivos móveis, na estratificação da mídia social e no lançamento do Office 365, da Microsoft, que foi doado para essas organizações.
Listamos aqui as tendências da tecnologia para as organizações sem fins lucrativos em 2014 em nível mundial, elaboradas por meio da análise de comentários de especialistas do Terceiro Setor, buscando identificar o que estaria em suas “bolas de cristal” para o ano. Alguns especialistas afirmam que 2014 será o ano dos dados mais dinâmicos.
Neste ano, a tendência é observar os sites de organizações tornando-se mais simples e otimizados, influenciados por práticas de design responsivo e pela influência de microsites (conjunto de páginas de um site com nome de domínio próprio). Quer seja para uma campanha ou em função da presença de uma organização na web, espera-se que haja mais organizações concentrando seu conteúdo on-line em ações específicas ou mensagens, tentando evitar a sobrecarga de informação.
Em suma, as tecnologias que devem ser usadas em 2014 por organizações sem fins lucrativos, de formas inovadoras, seriam as seguintes:
Tecnologia móvel - dispositivos móveis que variam desde telefones para conversas através de texto até smartphones ou tablets e que podem criar conectividade instantânea com a Internet ou redes de telecomunicações;
Mídias sociais - cujo objetivo seria o de coleta de dados por meio de fontes abertas;
Tecnologias de gerenciamento de dados - ferramentas para processamento de grandes quantidades de dados ou para melhorar as funções administrativas;
Tecnologia de computação em nuvem - que permite acesso a software e de informação através da Internet em vez de um disco rígido ou rede de computadores. Neste caso podemos citar como exemplo o Microsoft Office 365;
A implementação de estratégias multicanal online por parte das organizações, no que se refere à divulgação de campanhas, a fim de desencadear a arrecadação de doações e envolver comunidades.

Hardware

Em termos de hardware, os tablets vão governar. A maioria das organizações irá refazer os websites, e aquelas que não o fizerem terão problemas. O uso de aplicativos de escritório ainda é muito prejudicado pelas telas pequenas, além das questões envolvendo teclado, porém, mais e mais pessoas irão adquirir tablets para uso próprio. O que isso significa? Os PCs não vão desaparecer, mas os dispositivos móveis estão inundando o mercado, principalmente dentro do local de trabalho das organizações sem fins lucrativos. Será preciso desenvolver uma estratégia BYOD (traga seu próprio dispositivo) para os escritórios das organizações. Isso basicamente significa descobrir como permitir que os funcionários e voluntários estejam aptos a receber e-mail de trabalho, documentos e outros dados em seus próprios dispositivos móveis, assim como o que fazer quando os telefones e tablets forem perdidos ou roubados. Existem soluções para este problema. Por exemplo, o Google lançou um aplicativo de gerenciamento de dispositivos baseado na web que permite que você localize e apague os dados de um dispositivo Android.

Dispositivos móveis

Dispositivos móveis e aplicativos se tornarão cada vez mais orientados à multimídia. As palavras não são mais suficientes para os usuários. Fotos e vídeos precisam ser adicionados às comunicações. Ninguém vai resistir à tendência de comunicações cada vez mais breves. Dispositivos móveis vão continuar a ser transformadores na forma como prestar serviços e trabalhar uns com os outros à distância.

Estratégia Multicanal

Outra tendência é que o marketing multicanal está se tornando uma necessidade para instituições do Terceiro Setor. Temos que prestar muita atenção no crescente número de pessoas que utilizam dispositivos móveis para encontrar as organizações, para realizar doações, e oferecer-se para ajudar nas iniciativas. A tendência de arrecadação multicanal vai crescer em 2014. Vai ser preciso utilizar muitas ferramentas de comunicação para alcançar os doadores. Ha uma tendência de campanhas de dias dedicados para fazer caridade, como o #GivingTuesday, nos Estados Unidos.

Office 365 para organizações sem fins lucrativos

A tendência em 2014 é que o uso do Office 365 continue a crescer fortemente. O Office 365 é basicamente uma versão on-line completa do Microsoft Office, que inclui o Microsoft Word, Excel, Outlook, PowerPoint, OneNote, Publisher e Access. Ele também tem outras ferramentas, incluindo o Exchange hospedado (e-mail), o SharePoint (serviço de arquivos), e Lync (mensagens e conferência). Ele permite que as instituições sem fins lucrativos possam chegar a seus aplicativos e arquivos a partir de praticamente qualquer lugar onde haja Internet, através de muitos tipos de dispositivos - PCs, MACs e dispositivos móveis de vários tipos. Qualquer organização filantrópica pode solicitar o Office 365 diretamente da Microsoft. A TechSoup (www.techsoup.org.br) é o parceiro da Microsoft para a avaliação de elegibilidade das organizações no Brasil para a doação das licenças do Office 365.

Computação em Nuvem

O ano de 2014 será o ano da plataforma em nuvem - muitos irão migrar para a Salesforce e soluções Microsoft. Haverá um aumento na confiança nas ferramentas de computação em nuvem porque as preocupações de segurança e privacidade na nuvem não são maiores do que em nossos próprios escritórios. Serviços dessa natureza são rapidamente fáceis de escalar, e as organizações podem adotá-los de forma segura. O Google e a Microsoft vão manter o calor nas organizações sem fins lucrativos a fim de ajudá-las a atingir seus objetivos com baixo custo.
O backup da nuvem também irá evoluir para a recuperação em casos de desastres: organizações inteligentes terão a certeza de poder recuperar aplicativos e dados na nuvem, reduzindo muito o tempo de recuperação quando houver uma catástrofe.
O celular e a computação em nuvem vão atender às necessidades de computação para organizações sem fins lucrativos – a infraestrutura de TI tradicional está morta!
O conceito de “BYOD” (traga seu próprio dispositivo), já mencionado, e a “consumerização” de TI (quando os funcionários trazem seus próprios dispositivos móveis para o trabalho e utilizam-nos para compartilhar arquivos ou dados dentro e fora do escritório) darão às organizações sem fins lucrativos enorme redução de custos para alavancar a tecnologia e atingir as suas missões, mas vai exigir sistemas e políticas adequadas.
Como poderíamos resumir tudo isso? À medida que mais dados são armazenados na nuvem, há uma tendência em direção ao uso de ferramentas de imagem e bancos de dados on-line para promover as causas das organizações.

Privacidade

O tema Privacidade também está no topo da lista dos especialistas. Eles observam que todos nós somos partes interessadas de um debate sobre dados públicos versus privacidade devido às nossas vulnerabilidades em termos de informações digitais.

Pagamentos

A oferta de novas ferramentas de dinheiro móvel será maior em 2014, ou seja, facilidades como pagamentos ponto-a-ponto, as quais permitem enviar dinheiro via e-mail a qualquer pessoa com um endereço eletrônico.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas se tornará mais evidente e será mais um fator em nossas vidas em 2014. A Internet das Coisas é a tendência de as coisas não-humanas estarem cada vez mais conectadas através da Internet. Atualmente, as pessoas estão conectadas umas com as outras, mas o que acontecerá quando estivermos conectados a coisas? A convergência de tecnologias móveis, sociais e de dados significa uma imensidão de dados que serão gerados sobre nossas preferências, e isso significa que teremos uma experiência mais personalizada. Isso também significa que as questões de privacidade (quando há uma pessoa do outro lado), de dados agregados, vão ser mais um problema. Teremos o “Mundo Conectado”.

Mídias Sociais

O crescimento da mídia social será constante. As organizações vão poder adotar estratégias mais focadas no negócio, com o Twitter e o Google Plus. O Facebook ainda vai dominar.
Mais do que qualquer assunto, o tema sobre como aproveitar a mídia social tem mais uma vez dominado a tecnologia nas organizações. A mídia social é agora oficialmente a coisa mais comum que fazemos online. O tema também está aparecendo relativamente em poucas organizações. Algumas pesquisas mostraram que instituições sociais não são efetivamente capazes de engajar doadores mais jovens através de canais móveis, como mídias sociais e sites móveis otimizados.
No ano passado, alguns padrões de uso de mídias sociais surgiram. Uma pesquisa da revista americana Fast Company relata que o grupo que mais cresce, em termos de idade, usando o Facebook e Google+, são pessoas com mais de 45 anos. As pessoas mais jovens, que são o grupo demográfico mais profundamente engajado em mídias sociais, provavelmente usa também serviços como o YouTube, Twitter, Pinterest e Instagram.

Armazenamento gratuito em nuvem

Em nível de computação pessoal, outro fato importante sobre computação em nuvem que chama a atenção é a escalada do volume de armazenamento em nuvem que está sendo oferecido gratuitamente. Segundo um levantamento da organização não governamental TechSoup Global, armazenamento em nuvem e backup são duas das tecnologias mais úteis atualmente. Seguem informações sobre o volume de alguns serviços disponíveis: Google Drive – 7 GB, Copy.com -15GB, OneDrive – 7 GB, Box.com – 10 GB, e MEGA – 50GB. Espera-se que a concorrência para armazenamento gratuito em nuvem deva continuar no próximo ano.
Integração dos dispositivos
Em 2014, as organizações sem fins lucrativos vão parar de pensar em dispositivos móveis de forma isolada; ao contrário, haverá integração dos dispositivos móveis em seus planos gerais de captação de recursos, estratégias de mídia social e, em alguns casos, até mesmo o trabalho com programas internos. Em 2014, um número crescente de instituições mudará para além da simples coleta de dados sobre seus programas, e começará a usar essa informação para melhorar o desempenho da organização. Pagamentos
A oferta de novas ferramentas de dinheiro móvel será maior em 2014, ou seja, facilidades como pagamentos ponto-a-ponto, as quais permitem enviar dinheiro via e-mail a qualquer pessoa com um endereço eletrônico.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas se tornará mais evidente e será mais um fator em nossas vidas em 2014. A Internet das Coisas é a tendência de as coisas não-humanas estarem cada vez mais conectadas através da Internet. Atualmente, as pessoas estão conectadas umas com as outras, mas o que acontecerá quando estivermos conectados a coisas? A convergência de tecnologias móveis, sociais e de dados significa uma imensidão de dados que serão gerados sobre nossas preferências, e isso significa que teremos uma experiência mais personalizada. Isso também significa que as questões de privacidade (quando há uma pessoa do outro lado), de dados agregados, vão ser mais um problema. Teremos o “Mundo Conectado”.

Mídias Sociais

O crescimento da mídia social será constante. As organizações vão poder adotar estratégias mais focadas no negócio, com o Twitter e o Google Plus. O Facebook ainda vai dominar.
Mais do que qualquer assunto, o tema sobre como aproveitar a mídia social tem mais uma vez dominado a tecnologia nas organizações. A mídia social é agora oficialmente a coisa mais comum que fazemos online. O tema também está aparecendo relativamente em poucas organizações. Algumas pesquisas mostraram que instituições sociais não são efetivamente capazes de engajar doadores mais jovens através de canais móveis, como mídias sociais e sites móveis otimizados.
No ano passado, alguns padrões de uso de mídias sociais surgiram. Uma pesquisa da revista americana Fast Company relata que o grupo que mais cresce, em termos de idade, usando o Facebook e Google+, são pessoas com mais de 45 anos. As pessoas mais jovens, que são o grupo demográfico mais profundamente engajado em mídias sociais, provavelmente usa também serviços como o YouTube, Twitter, Pinterest e Instagram.

Armazenamento gratuito em nuvem

Em nível de computação pessoal, outro fato importante sobre computação em nuvem que chama a atenção é a escalada do volume de armazenamento em nuvem que está sendo oferecido gratuitamente. Segundo um levantamento da organização não governamental TechSoup Global, armazenamento em nuvem e backup são duas das tecnologias mais úteis atualmente. Seguem informações sobre o volume de alguns serviços disponíveis: Google Drive – 7 GB, Copy.com -15GB, OneDrive – 7 GB, Box.com – 10 GB, e MEGA – 50GB. Espera-se que a concorrência para armazenamento gratuito em nuvem deva continuar no próximo ano.

Integração dos dispositivos

Em 2014, as organizações sem fins lucrativos vão parar de pensar em dispositivos móveis de forma isolada; ao contrário, haverá integração dos dispositivos móveis em seus planos gerais de captação de recursos, estratégias de mídia social e, em alguns casos, até mesmo o trabalho com programas internos. Em 2014, um número crescente de instituições mudará para além da simples coleta de dados sobre seus programas, e começará a usar essa informação para melhorar o desempenho da organização.

Captação de recursos

A captação de recursos das organizações em 2014 será multicanal. Quando se capta por um único canal, isso significa utilizar apenas uma (muitas vezes tradicional) maneira de alcançar doadores – como e-mail ou mala direta, mas deixando de fora todas as opções. Esta é uma questão crítica, especialmente com o potencial mais jovem da Geração Y e os doadores milenares, que esperam ser contatados em seus termos. Seus termos incluem canais como texto, Twitter e outros orientados para dispositivos móveis. A prática de alcançar as pessoas via mobile, web, mídia social, e-mail, entre outros, exigirá análises sólidas e consistentes para rastrear e alavancar o empenho dos doadores.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
15.198
Oportunidades Cadastradas
9.566
Modelos de Documentos
3.061
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
16 Dez
2019
Bikeducação: Edital Itaú para Seleção de Projetos...
Prazo
16 Dez
2019
ONU / FIDA - Concurso de Fotografia “Juventude e...
Prazo
Contínuo
Fundo Regenerativo Brumadinho
Prazo
22 Dez
2019
UNDEF - 2019 Call to Civil Society to Apply for Funding...
Prazo
1 Jan
2020
Fundo Julia Taft para Refugiados
Prazo
25 Jan
2020
Environmental Curricula Grants
Prazo
31 Mar
2020
United Nations Voluntary Fund on Disability
Prazo
20 Jan
2020
United Nations Voluntary Trust Fund for Victims of...
Prazo
Contínuo
Mitsubishi Corporation Foundation for the Americas
Prazo
Contínuo
Oak Foundation’s - Issues Affecting Women Programme

PARCEIROS VER TODOS