Sudeste concentra metade dos domicílios em favelas do Brasil

Por: Instituto Filantropia
19 Dezembro 2013 - 23h01

A região Sudeste reúne praticamente metade dos domicílios situados nas comunidades carentes existentes em todo o Brasil, de acordo com o Levantamento de Informações Territoriais (LIT), realizado com base no Censo Demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o estudo, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo concentram 49,8% do total de casas nestas áreas. Dos cerca de 3,2 milhões de domicílios em aglomerados subnormais – como são chamadas as favelas pelo IBGE – contabilizados nas 27 unidades da federação, 1,6 milhão se encontram no Sudeste. O Nordeste é a segunda região com maior número de habitações em comunidades carentes, com 28,7% do total (926 mil domicílios). Em seguida, aparecem o Norte (14,4% – 463 mil), o Sul (5,3% – 57 mil) e, por último, o Centro-Oeste (1,8% – 170 mil). Realizado pela primeira vez pelo Censo 2010, o LIT pretende qualificar as favelas e proporcionar maior conhecimento dos aspectos espaciais dessas áreas do país.
www.ibge.gov.br

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS