STJ suspende majoração na tabela do SUS por meio de liminar

Por: Consultoria Economica
01 Março 2003 - 00h00
Várias são as demandas ajuizadas por hospitais privados no País com o fim de receber reajustes indevidos. Tais assertivas são alegadas pela União nos casos levados para apreciação do judiciário, mas precisamente no STJ. A União afirma que os pretensos reajustes têm causado riscos de gravíssimos prejuízos à ordem pública. Danos estes irreversíveis aos cofres públicos e perigo de inviabilização do SUS em razão do desvio de verbas para o pagamento de ações em que são requeridas antecipações de tutela ou medidas liminares.Para o presidente do STJ, o ministro Nilson Naves, estão presentes os fundamentos que servem de base para o deferimento da drástica medida de suspensão do reajuste na tabela remuneratória dos serviços prestados ao SUS.Naves sustenta que a oneração dos cofres públicos sem a devida previsão orçamentária desequilibra a maquina estatal o que implica em ônus para toda a sociedade, existindo risco de irreversibilidade da lesão, pois a antecipação de tutela ou medida liminar, em alguns casos, são concedidas sem a devida caução, causando risco à saúde e à economia pública.
EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
15.490
Oportunidades Cadastradas
9.585
Modelos de Documentos
3.095
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
8 Abr
2020
Research Enrichment – Public Engagement
Prazo
7 Fev
2020
ELETROBRAS - Chamada Pública Procel Edifica? - NZEB...
Prazo
20 Mar
2020
IX Prêmio Fotografia-Ciência & Arte - CNPq
Prazo
5 Mar
2020
ONU/PNUD - Ocean Innovation Challenge
Prazo
31 Mar
2020
Edital X - Fundo Dema - Fortalecer a Agroecologia a...
Prazo
23 Jan
2020
Chamada Pública IPEA/PNPD - Projeto: “Políticas...
Prazo
20 Jan
2020
Chamamento Público para Projetos de Sustentabilidade...
Prazo
16 Fev
2020
Edital de Apoio a Organizações da Sociedade Civil...
Prazo
28 Fev
2020
Prêmio CAPES - Natura Campus de Excelência em Pesquisa...
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS