Sindicato das Instituições Beneficentes, Filantrópicas e Religiosas do Estado de São Paulo

Por: Thaís Iannarelli
01 Julho 2007 - 00h00
“Reorganizar as instituições sociais e o Terceiro Setor” é o que pretende o Sindicato das Instituições Beneficentes, Filantrópicas e Religiosas do Estado de São Paulo (Sinbfir), de acordo com o advogado Paulo Bicudo, responsável pela área jurídica do Sindicato.
Fundado em 1990 por um grupo de vicentinos responsáveis por diversas obras sociais, o sindicato passou a funcionar, na prática, somente em 1999, após serem resolvidas todas as questões legais que envolveram sua criação. Atualmente, o Sinbfir é considerado o único e legítimo representante das referidas instituições no Estado de São Paulo.
“Passamos por muitas dificuldades no início de tudo. Então, considero que nossa maior conquista foi reunir todas as entidades da capital e do interior do Estado de São Paulo que se enquadram nas categorias representadas pelo sindicato”, conta Bicudo. Ainda de acordo com o advogado, o Sinbfir não faz nenhuma distinção, englobando todas as organizações beneficentes, filantrópicas e religiosas do Estado de São Paulo.
Qualquer uma pode participar, estando dentro dessas categorias. “Depois do surgimento do sindicato, houve uma centralização, uma reorganização destas instituições, que antes seguiam suas próprias convicções. O objetivo foi alcançar o profissionalismo e servir de modelo para outros estados do país”, conta.

Histórico
Para se alcançar esta abrangência, aconteceram três primeiras convenções coletivas de trabalho, firmadas com o Sindicato dos Empregados em Instituições Beneficentes, Religiosas e Filantrópicas de São Paulo; o Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência ao Menor e à Família do Estado de São Paulo; e a Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Estado de São Paulo.
Assim, entidades já anteriormente organizadas colaboraram com a estruturação do sindicato, graças à experiência que têm no Terceiro Setor. “Há muitas entidades voluntárias que ajudaram e ainda colaboram com o Sinbfir, como os Rogacionistas, o Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto, o Centro Espírita Nosso Lar – Casas André Luiz, os Salesianos, a Creche Vila Monumento, a Sociedade Santos Mártires, a União Brasileiro-Israelita do
Bem- Estar Social (Unibes), a Sociedade Vicentina,
a Cooperativa de Promoção à Cidadania
(Cooperapic), a Associação Cristã de Moços, entre outras”, conta Bicudo.

Atuação
O departamento jurídico do Sinbfir funciona de maneira terceirizada, e o escritório Paulo Bicudo Advogados é o responsável por ele, promovendo cursos, palestras e orientação jurídico-administrativa. “Trabalhamos com a prevenção organizatória do setor legal, como evitar ações trabalhistas, desvios de comportamento jurídico etc.”, conta o advogado. De acordo com ele, as principais reclamações referem-se a deficiências de conhecimento das entidades em relação às leis que devem ser seguidas ou aplicadas.
Depois de conhecerem a atuação do sindicato, até o comportamento das instituições melhorou em relação a elas próprias. “Para mim, a união faz a força. Por isso, sempre pedimos a participação das organizações de diferentes categorias e a inter-relação entre elas. Só assim conseguiremos atingir uma melhora na conduta para a realização da benemerência no estado”, diz Bicudo.
Outro ponto importante a ser ressaltado é que o Sinbfir tem como princípio lutar em favor das classes com os governantes, no sentido de interferir junto ao Executivo e Legislativo em prol do cumprimento das leis. “No começo foi muito difícil, porque as pessoas não sabiam de que lado o sindicato estava. Somente agora as coisas realmente começaram a engrenar”, explica Bicudo, que participa do setor jurídico desde o começo do sindicato.
Para o futuro, o objetivo é o desenvolvimento sociocultural. “No início, nossa meta era atingir a consolidação, a estrutura. Agora queremos ir mais longe, alcançar o desenvolvimento sindical, sociocultural. Para que o sistema educacional sindical seja implantado com mais eficiência, pretendemos dar cursos sobre auto-gestão para as entidades”, conta.
Links
www.sinbfir.org.br

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS