Sensibilizar, envolver e reconhecer

Por: Revista Filantropia
01 Novembro 2008 - 00h00

Em um programa empresarial de voluntariado, os voluntários precisam ser sensibilizados para observar o papel de transformação social que têm nas mãos. O envolvimento deles com o programa é fundamental para o sucesso do mesmo, pois os colaboradores de uma empresa são agentes de transformação em suas comunidades. E por fim o reconhecimento, que todo voluntário e empresa que investem na área social merecem pela sua prática, servindo de estímulo para a ampliação e surgimento de novas ações.

As iniciais das três palavras destacadas dão nome ao programa desenvolvido na empresa O Boticário. Lançado no dia 6 de junho deste ano, o Programa S.E.R. pretende mobilizar cerca de 120 dos 1.200 funcionários da fábrica da empresa, localizada em São José dos Pinhais, no Paraná.

Para valorizar as iniciativas voluntárias dos empregados, com o objetivo de que elas tenham um potencial maior de transformação social, o Programa S.E.R conta com a consultoria do Centro de Ação Voluntária de Curitiba (CAV), uma ONG que há dez anos trabalha com o voluntariado transformador. “A consultoria do CAV fornece aos funcionários do O Boticário uma estrutura de ação voluntária que, além de mostrar a importância dessas iniciativas, também oferece uma estratégia mais qualificada e consciente”, afirma a consultora em voluntariado empresarial do CAV, Fernanda Rocha dos Santos.

“O Boticário sempre realizou diversas ações voluntárias, mas eram iniciativas isoladas. O que faremos agora é estruturar esse trabalho e a área de responsabilidade social será uma forte apoiadora do programa”, explica a analista de responsabilidade social da empresa, Carmem Dalla. O Programa S.E.R. pretende estimular o envolvimento dos funcionários em todas as causas sociais, principalmente nas ações ligadas ao meio ambiente. “O investimento socioambiental faz parte da estratégia da empresa, e é importante que os funcionários estejam envolvidos e sensibilizados para expandir a estratégia para a comunidade. Eles levam o nome da empresa para fora de forma positiva, ampliando o reconhecimento de nossa marca”, complementa Carmem Dalla.

Com a consultoria do CAV, o programa será desenvolvido em fases, ao longo de três anos. Inicialmente, foi realizada uma pesquisa com o objetivo de conhecer o interesse e a necessidade dos colaboradores em relação ao voluntariado. O próximo passo será a implantação de um comitê de funcionários, que será responsável por nortear as ações do Programa.

Outra iniciativa do Programa S.E.R., que já está sendo realizada, é a disponibilização, no portal corporativo e nos jornais murais, de informações sobre oportunidades de trabalho voluntário. “As vagas já estão sendo divulgadas e pessoas que tinham interesse em ser voluntárias já nos deram retorno dizendo, por exemplo, que só faltava o caminho para iniciar uma atividade. Através destas oportunidades ficou mais simples e objetivo”, comenta Carmem.

Para realizar as consultorias e auxiliar a implantação de ações de responsabilidade social corporativa adequadas ao perfil de cada local, o CAV trabalha junto com a empresa desde o desenho do plano de ação até sua implementação, monitoramento e avaliação. Dentro do Programa Empresarial de Voluntariado (PEV), a consultoria oferecida possibilita a interatividade entre a empresa e seus colaboradores.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
20.245
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.592
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
20 Set
2020
Edital de Patrocínio - Banco da Amazônia
Prazo
2 Out
2020
Arte em Toda Parte
Prazo
20 Set
2020
Prêmio 99 de Jornalismo

PARCEIROS VER TODOS