Saneamento Chega A Menos Da Metade Da População Brasileira

Por: Instituto Filantropia
18 Abril 2017 - 00h00

 

O Brasil abriga 20,0% das reservas hídricas do mundo, mas abundância não significa acesso universal à água potável nem ao saneamento. Quase metade da população brasileira (48,6%) é atendida por serviços de esgoto e apenas 39,0% das casas têm seus rejeitos tratados. Os números são do Banco Mundial, que alertou para as desigualdades na distribuição de água entre a população, a indústria e a agricultura no País, além de detalhar a importância dos recursos hídricos para a economia. Embora 82,5% dos brasileiros tenham acesso à água, apenas 43,0% dos domicílios entre os 40,0% mais pobres têm vasos sanitários ligados à rede de esgoto, segundo dados de 2013. A falta de tratamento faz com que poluentes sejam lançados diretamente na água ou processados em tanques sépticos desregulados, gerando graves consequências para a qualidade dos recursos hídricos e para o bem-estar da população.

http://www.worldbank.org/pt/country/brazil

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.064
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.404
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Jun
2020
Linha emergencial de crédito Conexsus
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
31 Jul
2020
GlobalGiving Accelerator - Virtual Training Program...
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Jul
2020
AEB - Chamamento Público para lançamentos a partir...
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS