Refugiados são o foco do edital do Banco Mundial

Por: Thaís Iannarelli
18 Janeiro 2016 - 19h43

O Banco Mundial abriu inscrições para o Programa Global sobre Deslocamento Forçado (GPFD), visando apoiar iniciativas transformadoras que permitam melhorar a resposta a situação de pessoas refugiadas decorrentes de países em guerra.

O programa busca ideias inovadoras, podendo incluir trabalhos de análise, utilização de novas tecnologias ou projetos de desenvolvimento, envolvendo o setor privado, a sociedade civil, as universidades e outras instituições que possam trazer diferentes abordagens a fim de encontrar soluções a partir da perspectiva do desenvolvimento.

Como muitas dessas ideias normalmente estão em fase de criação, o que exige mais trabalho para detalhar e especificar para possíveis doadores ou investidores, o programa irá fornecer até US$ 40 mil para equipes selecionadas a fim de que possam produzir um documento sobre a iniciativa que atenda aos padrões do Grupo Banco Mundial. O prazo para a apresentação de manifestações de interesse é 24 de janeiro de 2016. Após esta etapa, as equipes escolhidas irão desenvolver o trabalho completo até o mês de abril.

O GPFD ressalta que, mesmo fornecendo os recursos financeiros para o desenvolvimento do documento de síntese da iniciativa, isso não implica um compromisso em financiar a implementação. Na ocasião, o programa irá examinar a importância estratégica do conceito e sua viabilidade e pertinência.

Mais informações: http://www.worldbank.org/en/news/press-release/2015/12/14/call-for-proposals-world-bank-to-help-catalyze-ideas-to-improve-development-response-to-forced-displacement

Fonte: GIFE

PARCEIROS VER TODOS