Planejo, logo existo

Por: Revista Filantropia
01 Janeiro 2010 - 00h00

O planejamento estratégico, hoje, é uma ferramenta muito utilizada no Terceiro Setor, fator que garante que as questões sociais ganhem mais profissionalismo com atividades, metas e indicadores concretos. Outro fator importante do planejamento estratégico é que, dependendo de como for mediado, pode incluir todos os envolvidos no projeto nas decisões a serem tomadas. Quanto mais pessoas pensantes, menos erros o planejamento pode incorrer.

Essas características também podem ser levadas para um Programa Empresarial de Voluntariado (PEV), especialmente se for encarado como um projeto social da empresa e de seus colaboradores. Um dos principais argumentos para os colaboradores participarem de um PEV é que um voluntário pode impactar mais na sociedade se sua ação for coletiva, com os colegas de trabalho, por exemplo. Assim, encará-lo como um projeto social, no qual os colaboradores avaliam o que fizeram, definem temas e públicos a serem trabalhados, as metas, atividades e indicadores possibilita que o programa seja concreto, fazendo os colaboradores se comprometerem com todo o processo e empoderando-os para as questões sociais.

Entretanto, a metodologia do planejamento estratégico precisa ser bem definida, dando voz e possibilidade de decisão ao grupo de colaboradores. A interferência da empresa pode existir, mas mediante a troca de ideias, sem imposição. Um planejamento pode conter: avaliação dos resultados, análise das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, desafios e questões para serem trabalhadas, macro e microestratégias, plano de ação e indicadores.
Essa é uma boa maneira de fazer com que o programa fuja de ações puramente assistencialistas e promova atividades de alto valor de impacto social.

Os voluntários devem ter a possibilidade de se tornarem empreendedores sociais, aproveitando a força do conjunto e mobilizando novos colegas.

O início do ano é o momento ideal para quem fomenta um programa de voluntariado – um momento no qual os sonhos e a solidariedade estão na pauta da vida de muitos colaboradores. Nada melhor que os desejos de viver em uma sociedade mais justa possam ser discutidos para, organizadamente, serem colocados em prática.

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS