Pesquisa da ONU revela que empresas falham na aplicação da responsabilidade social

Por: Thaís Iannarelli
11 Setembro 2013 - 14h22

O Relatório Global de Sustentabilidade Empresarial 2013, divulgado pelo Pacto Global da ONU, constatou que muitas empresas souberam definir metas e políticas na área de responsabilidade social, mas ainda falham na aplicação. O relatório pesquisou cerca de 2 mil empresas em 113 países. Nesse universo, por exemplo, 65% das empresas desenvolvem ou acompanham políticas de sustentabilidade a partir do alto escalão, mas apenas 35% dos gerentes recebem treinamento para integrar a sustentabilidade nas estratégias e operações; 90% dos conselhos de administração discutem e agem sobre questões de sustentabilidade como parte de sua agenda regular ou conforme a necessidade, mas apenas 8% chegou a criar pacotes de remuneração para os executivos com base no desempenho na área. O relatório também destaca que o compromisso com os princípios de sustentabilidade, como a proteção dos direitos humanos, a transparência e a prestação de contas, a gestão ambiental e a inclusão social afetam o desempenho das empresas. “A sustentabilidade corporativa é um negócio sério. Ela influencia o sucesso financeiro de longo prazo”, disse o diretor executivo do Pacto Global da ONU, George Kell. As cadeias de abastecimento são um dos principais obstáculos para implementar políticas de sustentabilidade. Mesmo que a maioria das empresas estabeleçam regras para seus fornecedores, resta acompanhar e prover adequadamente o cumprimento delas no dia a dia: 11% das empresas pesquisadas dão recursos aos fornecedores para projetos específicos de melhoria; 11% analisam e comentam planos de reparação ambiental dos fornecedores; 16% ajudam os fornecedores com definição e revisão de metas; 9% verificam as atividades de reparação ambiental.

http://www.unglobalcompact.org/AboutTheGC/global_corporate_sustainability_report.html

PARCEIROS VER TODOS