ONG organiza voluntariado pró-diversidade lingüística

Por: Revista Filantropia
01 Novembro 2002 - 00h00
No Brasil, a Rede Esperanto - Instituto de Intercâmbio Internacional organiza grande movimento que lutará pela diversidade lingüística em três frentes simultâneas: defesa das línguas ameaçadas de extinção, valorização da língua portuguesa em âmbito mundial e difusão da língua internacional Esperanto. Atuando já como língua-ponte, com seu caráter de neutralidade, sua adoção em grande escala tornaria horizontal o eixo de relação entre as línguas nacionais ou étnicas, conferindo grande impulso a uma nova política das línguas, que tenha como questão central a preservação de todas e sua difusão não hegemônica.O Esperanto, por ser planejado e regular, pode ser aprendido com mais facilidade que outros idiomas. Sua pronúncia é fonética, ou seja, cada letra tem um único som, o que elimina por completo problemas com a pronúncia das palavras. As classes gramaticais possuem terminações absolutamente regulares e um sistema de derivação de palavras por sufixação e prefixação permite a aquisição de vocabulário de uma forma rápida e eficiente.

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS