OMS faz apelo para que governos ncentivem tratamento de HIV com retrovirais

Por: Instituto Filantropia
21 Agosto 2013 - 01h01

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou, em junho, em Kuala Lampur, na Malásia, novas diretrizes para o tratamento de pessoas contaminadas pelo vírus HIV. A entidade quer que os governos incentivem o tratamento em adultos, crianças, grávidas e mulheres que amamentam. Os governos do Brasil, da Argentina e da Argélia foram mencionados pela OMS pelo incentivo ao tratamento. A expectativa é de que, com o estímulo, caiam os números de infectados e mortos devido à doença. Com o incentivo ao tratamento, a meta é evitar que cerca de 3 milhões de pessoas morram de Aids e que a prevenção provoque a redução de 3,5 milhões de casos da doença até 2015. Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas tomam os retrovirais no mundo, segundo a entidade. Para a OMS, é fundamental que os parceiros de pessoas com HIV também sejam tratados. As recomendações foram lançadas pela OMS durante a Conferência Internacional sobre Aids e a Sociedade 2013.
http://agenciabrasil.ebc.com.br

PARCEIROS VER TODOS