OMS elabora material sobre teleconsultoria na atenção básica à saúde

Por: Thaís Iannarelli
08 Janeiro 2014 - 13h38

A partir de orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil vem desenvolvendo sua rede de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde. Um dos avanços alcançados pelo programa é a teleconsultoria, que permite o acesso de pacientes de áreas isoladas – como na Amazônia – a diagnósticos e orientações acompanhados por especialistas dos grandes centros. Agora, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), escritório regional da OMS, está apresentando o exemplo brasileiro a vários países, especialmente africanos. A OPAS elabora documentos para facilitar o acesso de gestores públicos a indicadores de funcionamento, metodologias de implementação e monitoramento do modelo brasileiro, que conta com mais de 39 mil unidades em todo o território nacional, cada uma composta por médicos, enfermeiros, dentistas, agentes comunitários, técnicos de enfermagem e técnico de saúde bucal, num total de 600 mil profissionais.


www.onu.org.br

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS