O Tio Sam brasileiro

Por: Eduardo Pereira
01 Novembro 2002 - 00h00
Pensando em uma maneira de arrecadar doações nos Estados Unidos e de investir em projetos sociais no Brasil, Leona Forman criou a entidade sem fins lucrativos BrazilFoundation, que tem como missão captar recursos de empresas e indivíduos brasileiros nos Estados Unidos (ou estrangeiros com afinidades com o Brasil) apoiando organizações não-governamentais que trabalhem pela transformação e melhoria das condições sociais no Brasil. E, como no Brasil, as doações podem ser deduzidas do Imposto de Renda norte-americano. “Senti que com o recente crescimento do Terceiro Setor no Brasil, com a intensificação do apoio à filantropia estratégica pelas empresas privadas, o momento para a criação da BrazilFoundation estava certo”, diz Leona, presidente e executiva-chefe da Fundação.

Gratidão pelo Brasil

Com formação em Jornalismo pela UFRJ e mestrado pela Escola de Jornalismo da Columbia University de Nova Iorque, Leona chegou com a família ao Brasil, refugiada da China, aos 13 anos. Após se aposentar de uma carreira de 20 anos na Organização das Nações Unidas (ONU), na qual atuou como diretora do Centro de Informações Públicas, e, previamente, chefiando a seção para organizações não-governamentais de todas as regiões do planeta, Leona passou a se dedicar a um projeto que a possibilitasse retribuir o que recebeu do Brasil, decidindo aplicar a sua experiência ajudando ONGs que atuassem no País.

Em junho de 2000, foi então criada a BrazilFoundation, que conta com uma dedicada rede de voluntários em Nova Iorque (EUA) e no Brasil, e com a participação, no seu conselho diretor, de pessoas como a primeira-dama, Ruth Cardoso, e o cantor e compositor Gilberto Gil.

A campanha 2003 de arrecadação, que acaba de ser lançada, espera aumentar em cinco vezes o total de US$ 30 mil arrecadados na campanha de 2002. O processo de seleção está aberto a todas as organizações sem fins lucrativos e sem afiliação política ou religiosa de todas as regiões do Brasil, e que atendam aos objetivos e critérios da BrazilFoundation.

Os investimentos são feitos pelo prazo de um ano. As verbas concedidas podem variar de acordo com as necessidades específicas de cada plano apresentado, tendo geralmente o limite de US$ 10 mil por projeto. Somente serão consideradas as propostas que responderem devidamente ao formulário de projeto, disponível no web site da Fundação. Os formulários, devidamente preenchidos, devem ser enviados ao escritório do Rio de Janeiro até o dia 3 de março de 2003.

A Fundação realizou em julho passado a entrega da primeira rodada de investimentos sociais no Brasil, distribuindo US$ 30 mil para os quatro projetos selecionados de um total de 73 inscritos. A ponte vislumbrada por Leona e que levaria ao Brasil fundos arrecadados nos Estados Unidos se completara. A seleção, liderada por Susane Worcman, vice-presidente da BrazilFoundation, teve a participação de duas empresas de consultoria, Innovatio e a Chái, ambas especializadas na análise de projetos para ONGs.

Os projetos inscritos foram avaliados com base em critérios que se alinhassem com a missão da BrazilFoundation, que busca apoiar entidades que atuem nas áreas de Educação, Saúde Pública, Direitos Humanos, Cidadania e Cultura. Os critérios de avaliação envolveram a apresentação de uma estratégia sólida e condições propícias para sua execução, uma proposta da entidade de trabalhar com outras organizações da comunidade, a experiência e preparação dos seus líderes, o caráter inovador do projeto e seu potencial de impacto na comunidade-alvo.

Projetos vencedores

A avaliação feita pela Innovatio e pela Chái resultou em um consenso sobre os dez melhores projetos, cujas propostas foram enviadas ao conselho diretor da Fundação, que selecionou os quatro vencedores. A entrega dos investimentos sociais foi feita no dia 30 de julho, na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, em um evento que reuniu 90 pessoas, entre representantes de organizações, empresários e mídia.

Os projetos vencedores revelam a criatividade e inventividade do Terceiro Setor no Brasil. O Carpe Diem, de Mogi Mirim, São Paulo, atende hoje a 80 crianças de 10 a 16 anos de idade, que recebem da instituição aulas de complemento escolar e cursos de capacitação profissional como Inglês, artesanato, culinária, manicure e computação. Com o incentivo social recebido pela BrazilFoundation, de US$ 10 mil, o Carpe Diem vai expandir o número de crianças atendidas para 150.

O Programa de Educação Afetivo-Sexual (Peas), sob execução e responsabilidade da Associação dos Municípios do Baixo Sul da Bahia (Amubs), pretende promover a educação sexual de adolescentes nas escolas, unidades de saúde e em comunidades, com o objetivo de prevenir doenças sexualmente transmissíveis, a gravidez na adolescência, preservar a dignidade e estimular a auto-estima da população adolescente dessa região da Bahia.

Já a Promotoras Legais Populares, projeto da ONG afro-brasileira Geledés, foi outra das selecionadas pela BrazilFoundation para receber o investimento social de US$ 10 mil. A entidade tem como objetivo capacitar mulheres de regiões menos privilegiadas na Capital paulista para que elas atuem como “advogadas” informais das comunidades onde atuam. As promotoras legais se tornam agentes sociais e prestam assistência jurídica à população das comunidades onde vivem, em tarefas que vão de lavrar a escritura de um imóvel ao encaminhamento de uma denúncia de violência doméstica. “O acesso a advogados é praticamente inexistente nessas comunidades, que normalmente ignoram quais são seus direitos”, disse Solymar Carneiro, uma das diretoras do Geledés, à BrazilFoundation.

O Geledés formou no ano passado sua primeira turma de 25 promotoras legais com idade entre 17 e 50 anos. Elas prestam serviço de assistência jurídica no bairro onde vivem e semanalmente na sede do Geledés. Quatro das promotoras sociais legais até decidiram avançar na carreira jurídica, e estão estudando Direito na PUC de São Paulo. Uma delas aspira se tornar juíza de Direito no futuro.

Finalmente, idealizado por Edson Cardoso, 20 anos, presidente da Associação dos Moradores do Bairro de Três Corações, o Projeto Gari Comunitário inspirou a BrazilFoundation a criar o Prêmio Incentivo, que pretende dar impulso a idéias empreendedoras que promovam a melhoria das condições sociais no Brasil. O projeto de Cardoso busca estimular o envolvimento da comunidade do bairro de Três Corações, pertencente ao município de Nova Iguaçu, região metropolitana da cidade do Rio de Janeiro, nas questões da coleta de lixo e preservação do espaço urbano.

O Gari Comunitário funcionará da seguinte forma: quatro moradores desempregados da região selecionados realizarão, por um ano, a coleta diária de lixo e a conservação de 15 das principais ruas do bairro. As pessoas selecionadas para o trabalho estão entre as mais necessitadas da comunidade e receberão, mensalmente, além do salário mínimo, uma cesta básica.

“Foi fundamental para nós receber o apoio financeiro da BrazilFoundation porque, além de nos ajudar a sanar o problema da sujeira nas ruas do bairro e oferecer bem-estar à comunidade, receber o prêmio de uma entidade internacional dá credibilidade e exposição ao nosso trabalho”, diz Cardoso, que espera em breve poder implantar a coleta seletiva de lixo na região e realizar o sonho dos membros da associação de adquirir uma sede própria para a entidade, que possa servir como um centro administrativo, comunitário e cultural.

Inscrições e seleção

Além dos investimentos sociais entregues aos quatro projetos, doadores nos EUA contribuíram com um total de US$ 90 mil de fundos designados, nos quais o doador pode recomendar quais entidades no Brasil devem receber os recursos, que são repassados desde que elas se enquadrem nos critérios da BrazilFoundation.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
16.515
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.222
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Abr
2020
Prêmio Melhores ONGs
Prazo
30 Abr
2020
Dubai International Best Practices Award
Prazo
1 Mai
2020
World Food Prize 2020
Prazo
8 Mai
2020
15ª edição do prêmio Para Mulheres na Ciência
Prazo
21 Mai
2020
Zayed Sustainability Prize 2021
Prazo
26 Mai
2020
UNESCO - Prize for Girls’ and Women’s Education...
Prazo
1 Jun
2020
Sophie Danforth Conservation Biology Fund
Prazo
18 Jun
2020
Global Health Security & Pandemics Challenge
Prazo
30 Jun
2020
Prêmio Internacional de Seguros Julio Castelo Matrán
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS