O elemento ÁGUA

Por: Felipe Mello, Roberto Ravagnani
01 Maio 2003 - 00h00
Parece óbvio afirmar que a água é fundamental para o planeta. Tampouco precisamos destacar que nela surgiram as primeiras formas de vida e, a partir daí, as formas terrestres, que só conseguiram sobreviver pelo desenvolvimento de mecanismos fisiológicos capazes de retirar água do meio e retê-la em seus próprios organismos. A evolução dos seres vivos sempre foi dependente da água e, portanto, devemos tratar esse elemento com atenção prioritária.

A razão de abordarmos esse tema está diretamente ligada à necessidade de mantê-lo em pauta, pelo menos até o momento em que a sua obviedade e notoriedade forem revertidas em ações práticas incorporadas ao dia-a-dia dos usuários e dependentes do precioso H2O.

Datas comemorativas?

O elemento água merece especial destaque uma vez que comemoramos no final do mês de março o Dia Mundial da Água e, ainda, durante o ano de 2003, o Ano Internacional da Água Potável. Sem dúvida, são duas importantes datas comemorativas. Mas existem motivos para comemorar?

A Declaração Universal dos Direitos da Água apresenta, em seu artigo terceiro, a seguinte informação: “os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia”. Trazendo o foco da observação para o nosso país, encontramos alguns dados que contradizem a correção da afirmação acima, dando-nos uma pequena amostra do tipo de tratamento que nós, brasileiros, estamos dispensando ao elemento água e suas conseqüências: o último censo do IBGE revela que cerca de 1/4 das residências do país não contam com serviço de água potável e quase metade não tem serviço de esgoto. A ausência desse saneamento básico é a causa de 80% das doenças e de 65% das internações hospitalares no Brasil, cujos gastos anuais com doentes são da ordem de US$ 2,5 bilhões, de acordo com a OMS. Mais uma constatação: segundo o Sistema Único de Saúde, a cada R$1 investido em saneamento, as cidades economizam R$5 em medicina curativa da rede de hospitais e ambulatórios públicos. Quer mais um motivo para cuidar bem do elemento água, levando-se em consideração somente a questão do saneamento? A pobreza, combinada com baixos índices de saneamento básico, é responsável pela morte de uma criança a cada dez segundos. Outro fato agravante reside no fato de existir falsa idéia de que os recursos hídricos são infinitos. Realmente, há muita água no planeta, mas menos de 3% da água do mundo é doce, dos quais mais de 99% apresenta-se congelada nas regiões polares ou em rios e lagos subterrâneos, o que dificulta sua utilização. Portanto, o momento de agir é agora. Não podemos, literalmente, deixar a água escorrer ralo abaixo sem a devida atenção.

Enfrentando a maré

Entendendo o sentido de urgência no tratamento das questões ecológicas, com destaque para os recursos hídricos, a organização a ser apresentada desenvolve metodologias de estímulo a novos hábitos e comportamentos, incentivando a participação cidadã na preservação do meio ambiente, por meio de campanhas educativas, cursos e oficinas, seminários, trilhas monitoradas em parques urbanos e produção de materiais de apoio. Trata-se do Instituto 5 Elementos, entidade civil sem fins lucrativos que está completando dez anos de existência. Tem como missão oferecer à sociedade programas que priorizam as áreas de educação, saúde e meio ambiente. É princípio e valor do 5 Elementos gerar e difundir formas de conhecimento que contribuam para o desenvolvimento da educação ambiental, através de projetos e materiais didáticos, resultado das pesquisas que embasam os projetos e visam instrumentalizar e possibilitar o aprofundamento dos temas ambientais.

Pensamento estratégico

Assim como empresas, as iniciativas sociais devem levar em consideração o planejamento estratégico. A verdade é que o planejar deve ser parte constante do cérebro da organização, transformando suas decisões em ações coordenadas e sinérgicas. Afinal de contas, os representantes do Terceiro Setor não possuem munição a ser desperdiçada. Insistimos que o intenso e profundo entendimento dos caminhos a seguir aumenta as chances dos tiros serem certeiros. O Instituto 5 Elementos apresenta uma definição interessante para o item em questão: “Primeiro, tenha um sonho. Em seguida, faça-o acontecer. A isto chamamos de planejamento estratégico”. Movido por esta crença, o instituto dá um belo exemplo e apresenta claramente suas linhas de atuação para o intervalo de três anos.

Mais importante do que expor o resultado deste planejamento, vale a dica para os gestores sociais: reflitam intensamente sobre o cenário atual de suas atividades; então, tracem cenários futuros, de curto, médio e longo prazo, imaginando condições otimistas, realistas e pessimistas; o passo seguinte consiste em considerar os esforços e investimentos materiais e humanos necessários para alcançar cada um dos cenários, levando em conta as questões externas, porém pertinentes, para as suas iniciativas; e, durante a jornada, estejam sempre atentos aos possíveis ajustes que possam se fazer necessários.

“A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.”

Declaração dos Direitos da Água

Atividade voluntária

O voluntariado faz parte da cartilha do Instituto 5 Elementos, uma vez que a organização reconhece nele apoio que enriquece e qualifica suas atuações, sendo um exercício de cidadania participativa e consciente. O trabalho acontece por projetos, ou seja, cada projeto tem sua necessidade e perfil de voluntário.

Dados da organização indicam que cerca de 20 voluntários colaboraram diretamente em um período de cinco anos, em diferentes áreas, como biologia, informática, direito, pedagogia, fotografia e outras atividades.

Captação de recursos

Uma vez que a organização elabora projetos de educação ambiental para públicos diferentes, existe uma busca constante por parceiros que auxiliem na viabilização das ações. Mais uma vez fica nítida a importância da parceria, do olhar para fora da entidade, identificando potenciais aliados. Outro passo no processo do instituto é o desenvolvimento de pesquisas que levantem instituições ou empresas com o perfil adequado para patrocinarem determinados projetos, fazendo com que exista afinidade entre o apoiador e a causa em questão. Dessa forma, o comprometimento e o senso de participação aumentam muito e fica evidente o real valor da iniciativa, motivando o apoiador a potencializar as suas contribuições financeiras, materiais e humanas.

Concurso em defesa da água

O concurso “Sede de Viver - Água Tratada, Vontade Saciada” é mais uma contribuição que o instituto vem dando. Essa iniciativa visa estimular e reconhecer o empenho das escolas do ensino fundamental do estado de São Paulo que desenvolvem, junto aos alunos, trabalhos de conscientização sobre a importância da água. Além de incentivar as escolas na busca de informações a respeito de poluição e desperdício da água, promove o interesse e a mobilização pela questão da qualidade da água. As escolas vencedoras ganharam um sistema completo de filtração de água de acordo com as suas necessidades.

Certos de que a educação contínua é o caminho, trazemos mais uma parte da Declaração Universal dos Direitos da Água, agora o seu artigo primeiro: “a água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.”

E você, vai lavar as mãos?

Concurso Sede de Viver - Água Tratada, Vontade Saciada

Público-alvo: escolas públicas e particulares de ensino fundamental do Estado de São Paulo que desenvolveram em 2002 ou desenvolvam em 2003 projetos sobre o tema “água” de forma multidisciplinar.

Objetivos: motivar as escolas a realizar trabalhos sobre a preservação da água.

Inscrições: até 18/06/03 com Mônica Renard e Ana Amélia.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.586
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.490
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona

PARCEIROS VER TODOS