O Mistério Japonês Para Gerar Resultados

Por: Tiemi Yamashita
07 Maio 2015 - 23h17

misterio-japonesEra começo de março quando cheguei naquele lugar. Ele se aproximou e disse que não tinha jeito, que nada era como antes e que não havia mais bons funcionários como antigamente. A impressão era de que eles estavam na empresa somente por dinheiro, que não tinham comprometimento; faltavam, reclamavam de tudo, desperdiçavam materiais, não cuidavam das ferramentas, brincavam muito durante o serviço e sempre colocavam a culpa nos outros.

Determinada a entender o que estava acontecendo, propus começar com um Programa de Desenvolvimento Individual (PDI). Logo, ele me perguntou: O que é isso?

Eu expliquei que ninguém nasce pronto, que todos (sem exceção) precisam ser desenvolvidos e necessitam de um plano para isso. Ele fez uma cara de cético e impôs a seguinte condição: Pode ser, desde que não seja em horário de trabalho e que não me atrapalhe; e que eles não venham pedir aumento depois!

Eu aceitei as condições.

Precisava começar conhecendo cada um deles. Eram 30 colaboradores, no total. Dediquei 30 minutos para cada um deles nos horários alternativos: antes da entrada, no intervalo do almoço e logo após o término do expediente. Levei duas semanas para fazer a primeira entrevista com todos. A experiência foi muito rica, conheci pessoas maravilhosas, com histórias incríveis. Entre elas a do ex-boia fria que virou mecânico; a do menino que começou como ajudante e hoje é um montador profissional de linha pesada de motores; do rapaz de apenas 18 anos que mora no extremo sul, precisa acordar às 4 da manhã e pegar uma balsa para chegar ao trabalho, e que ainda estuda a noite; dos jovens pais de família que sonham em ter sua própria casa. Todos contaram suas histórias de vida até chegar na empresa, e me contaram seus sonhos e seus medos.

Apenas o fato de ouvi-los de forma dócil e interessada provocou mudanças naqueles funcionários. Já não me viam como alguém que estava lá para controlá-los, e sim alguém que realmente se importava com eles.

Eu também não conseguia entender por que se comportavam mal na empresa, sendo pessoas tão boas e comprometidas. O próximo passo seria começar a provocar mudanças para que as pessoas pudessem manifestar o profissionalismo e a responsabilidade no trabalho:

AÇÕES IMPLEMENTADAS

Reuniões matinais de 5 minutos: Começamos a fazer reuniões pontualmente às 7 da manhã, quando se inicia o expediente. Reunimos todos os funcionários no galpão e falamos sobre avisos e programação do dia. Além disso, lembramo-nos de quem faz aniversário, elogiamos e demos broncas quando necessário. Depois, realizamos juntos uma prece e encerramos com uma salva de palmas.

Resultado: Os atrasos caíram 80% e as faltas não justificadas caíram 100%. A reunião se tornou um hábito, assim como a prece que fazemos juntos, promovendo a união de todos.

Este foi só o começo. Naquele ano, mensalmente, realizei as entrevistas de PDI, cada mês em um formato diferente e com tempos de 15 minutos. Depois elas eram realizadas em duplas, em trios e em grupos, assim como em locais diferentes, como minha sala, no local de trabalho de cada um, depois no refeitório – fiz um tour pela empresa. Promovia a cada encontro um novo cenário, um novo conhecimento e um novo desafio, que seria cobrado no outro encontro. Cada um determinava sua meta e me apresentava os resultados.

A empresa hoje é completamente diferente. Os funcionários são os mesmos, mas o ambiente é limpo, organizado, todos são pontuais, educados, comprometidos e, o mais interessante, são motivados.

Um deles me confidenciou que trabalhava lá há 4 anos e que, antes, não tinha motivação para ir, pois percebia que todos eram desleixados e não se importavam com o trabalho, somente com o salário no fim do mês. Mas, hoje é diferente. Ele sente que todos estão envolvidos em melhorias constantes e que voltam para casa pensando como é bom trabalhar com profissionais em um local limpo e organizado.

QUAL O MISTÉRIO JAPONÊS QUE GEROU ESSE RESULTADO? A RESPOSTA É “MOTTAINAI”.

Mottainai é uma expressão antiga que o povo japonês utiliza quando alguém desperdiça algo, porém, do mesmo modo que é impossível traduzir a expressão para o português, é igualmente implausível traduzir a verdadeira essência do Mottainai.

O Mottainai traduz muitos dos valores contemporâneos ao assimilar as necessidades que temos de utilizar os recursos ao nosso redor da melhor forma possível, eliminando o desperdício e fazendo com que criemos um novo modo de encarar as situações do cotidiano através da educação ambiental, redução de custos e aprimoramento do capital humano.

Quando eu apresentei o conceito para os funcionários, eles entenderam que estavam desperdiçando muito agindo daquela forma descomprometida, que não estavam sendo dignos da oportunidade de ter um trabalho remunerado e poder ser produtivo, gerando renda para sua família.

A partir daí começamos a enxergar os pontos de desperdício da empresa, e todos juntos começaram a criar ideias para eliminá-los usando nosso recurso mais valioso: nossas visões, experiências e talentos.

O programa Mottainai equivale a cinco projetos simultâneos, atingindo a redução de custos; projetos inovadores; desenvolvimento do colaborador; motivação e comprometimento; e fortalecimento da marca. O diferencial é a formação da liderança simultânea, a formação do colaborador na cultura do Mottainai em busca da sustentabilidade da organização.

Somos o reflexo de uma nova consciência global que alcança todas as esferas da sociedade. Ela nos força a levar em conta como interagimos com o meio ambiente, com outras pessoas e até mesmo qual o nosso propósito na vida.

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

EDITAIS
23.290
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
4.132
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
1 Out
2021
The Land Accelerator - América Latina
Prazo
1 Ago
2021
AAAS Kavli Science Journalism Awards
Prazo
Contínuo
Super Desafio COVID-19 - Startups
Prazo
10 Ago
2021
The Chelsea International Photography Competition 2021
Prazo
5 Jun
2021
Prêmio Excelência em Competitividade 2021
Prazo
15 Dez
2021
Premio Iteramericano a Las Buenas Práticas para el...
Prazo
15 Jun
2021
FAPESP / M-ERA.NET 2021 – Ciência de Materiais e...
Prazo
Contínuo
Adobe Creative Residency Community Fund
Prazo
15 Jun
2021
Professional Fellowship 2021
Prazo
15 Jun
2021
2º Call for Partnerships - Global Media Defence Fund

PARCEIROS VER TODOS