Nova gasolina reduzirá emissão de enxofre em 94%

Por: Instituto Filantropia
26 Março 2014 - 22h51

A emissão de enxofre na atmosfera terá uma redução de 94% com a adoção, desde 1º de janeiro de 2014, em todo o território nacional, da gasolina S50, que passou a conter, no máximo, 50 partes por milhão de enxofre. Além disso, a emissão de poluentes deverá cair até 59%, no médio e longo prazo, nos veículos mais modernos, contribuindo para a melhora da qualidade do ar e para a diminuição de doenças respiratórias. Com a nova composição, a gasolina comercializada no Brasil terá qualidade semelhante à vendida nos Estados Unidos, Canadá e Europa. Antes, a gasolina comercializada no Brasil possuía 800 partes por milhão de enxofre, ou seja, 16 vezes mais do que a quantidade de enxofre máxima do novo combustível. A medida tem o objetivo de oferecer à população um combustível com mais qualidade, com significativa redução dos impactos ambientais, mas sem perda de desempenho do motor. A mudança atende a especificação técnica estabelecida pela Resolução nº 40/2013, da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), de outubro de 2013, e vai ao encontro dos objetivos do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve).
www.institutocarbonobrasil.org.br

PARCEIROS VER TODOS