Miguel Reale Jr.

Por: Elaine Iorio
01 Fevereiro 2006 - 00h00

À frente do Conselho Deliberativo do Instituto Pro Bono (IPB), Miguel Reale Jr. – jurista, professor da USP e ex-ministro da Justiça do governo FHC –, é um dos principais defensores da regulamentação nacional da advocacia pro bono. A atuação voluntária e gratuita é respaldada na Constituição Federal, art. 133, a qual dispõe que a advocacia é indispensável à administração da Justiça, além do art. 2º do Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que qualifica o ministério privado da advocacia como prestação de serviço público com relevante função social.

A advocacia pro bono, “para o bem” em latim, é bastante tradicional na cultura jurídica brasileira. No entanto, faltava um organismo que sistematizasse tal prática. Por isso, em agosto de 2001, foi fundado o Instituto Pro Bono, que reúne aproximadamente 200 advogados e 20 escritórios em seu banco de voluntários. As organizações da sociedade civil são as principais beneficiárias do IPB, recebendo maior atenção aquelas voltadas para o direito das crianças e adolescentes, das mulheres, dos afro-descendentes, das pessoas com deficiência e questões ligadas ao meio ambiente.

Em busca de sensibilizar os profissionais de direito, o Instituto Pro Bono e o GVlaw
– Programa de Especialização Continuada da Escola de Direito da FGV,  organizaram no dia 9 de março, no salão nobre da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, o primeiro Debate Público sobre Advocacia Pro Bono.

Além de Miguel Reale Jr., a mesa foi composta por Marcos Fuchs, diretor-executivo do instituto; Ary Oswaldo Mattos Filho, diretor da FGV; o advogado Roberto Quiroga Mosquera; Carlos Weiss, procurador do Estado de São Paulo; e Sérgio Ferraz, membro do Conselho Federal de Ética da OAB. Estavam também presentes Oscar Vilhena, diretor-executivo da Conectas Direitos Humanos, e Daniel Grundfeld, diretor-executivo do Public Council Los Angeles, a maior autoridade mundial em advocacia pro bono.

Em entrevista exclusiva à Revista Filantropia, o presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Pro Bono fala da importância de os advogados contribuírem com a sociedade civil na preservação de valores e para a formação de um
país mais justo.

Revista Filantropia: O que motivou a fundação do Instituto Pro Bono?
Miguel Reale Jr.: Como é sabido, o acesso à justiça no Brasil, apesar do avanço trazido pela Constituição Federal de 1988, é ainda muito precário. Embora o Estado ofereça assistência jurídica gratuita de qualidade, ela é insufi ciente para a demanda existente, havendo assim um contingente excedente. Com o intuito de ampliar o acesso à justiça e o respeito aos princípios democráticos, um grupo de 36 advogados e advogadas de São Paulo criou em 24 de julho de 2001 o Instituto Pro Bono – uma associação sem fi ns lucrativos qualifi cada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Sua missão foi defi nida como sendo “ampliar o acesso à justiça por intermédio da prestação de serviços de advocacia solidária e do fomento à responsabilidade social entre os profi ssionais do direito”.

Filantropia: Como o senhor defi ne o Instituto Pro Bono?
MRJ: O instituto é um fomentador da advocacia solidária e gratuita no Brasil. A responsabilidade social do advogado no direito foi um marco estabelecido pela criação do instituto, pautado em seu ideal de igualdade perante a justiça. O foco de atuação da entidade, como dito, está voltado à melhoria do acesso à Justiça no Brasil, feita por meio da prestação de serviços jurídicos gratuitos e da difusão da cultura pro bono.

Filantropia: O serviço de advocacia pro bono sempre foi comum no Brasil? E fora do país?
MRJ: No Brasil essa atividade começou muito cedo, possivelmente não tão organizada como hoje. Advogados brasileiros sempre tiveram a tradição de prestar serviços gratuitamente. Rui Barbosa advogou em 1888 de forma gratuita pela abolição dos escravos e, em 1914, subiu na tribuna do Senado, não como senador, mas como advogado, para questionar o então presidente da república, Hermes da Fonseca, sobre o fuzilamento e a morte de dez marinheiros no interior de um navio (famoso caso chamado Satélite). Outro exemplo que merece destaque é o dos advogados Sobral Pinto e Evandro Lins e Silva, que advogavam para padres missionários e presos políticos. Nesse sentido, pode-se dizer que a prática da advocacia voluntária e de promoção do interesse público é bastante tradicional à cultura jurídica brasileira. O Instituto Pro Bono surgiu, pois, somente para sistematizar a prática pro bono. Fora do país, a grande referência são os Estados Unidos, cuja prática da advocacia solidária teve, e tem, um crescimento incrível. Basta dizer que a maioria dos escritórios possui departamentos que só cuidam de causas de interesse público feitas de forma gratuita. Há inclusive concorrência entre os escritórios pelas causas mais importantes e de maior impacto social. O principal escritório pro bono americano é o Public Counsel de Los Angeles, dirigido por Daniel Grunfeld, que tem em seu banco de voluntários mais de 3.200 profi ssionais do direito e 53 advogados que trabalham in-house para atender as demandas pro bono. Instituições de diferentes naturezas incentivam a prática da advocacia solidária. Como exemplo, universidades renomadas exigem a prestação de serviços gratuitos por determinado número de horas para que os bacharéis do direito recebam seus diplomas, e a Associação dos Advogados de Nova York recomenda que 6% do tempo dos advogados seja destinado a atividades pro bono.

Filantropia: Qual é o foco de atuação do instituto?
MRJ: As atividades do Instituto Pro Bono não se limitam ao apoio jurídico, embora seja este seu principal objetivo. Além da atuação voltada para entidades do Terceiro Setor, ou seja, para a sociedade civil organizada, e a assessoria jurídica para mulheres vítimas de violência sexual da Casa de Saúde da Mulher, o instituto atua em casos emblemáticos e paradigmáticos de violações aos direitos humanos. É importante ressaltar que o instituto também está envolvido no Marco Legal do Terceiro Setor, buscando infl uenciar novas legislações e participando de debates públicos sobre o tema. Paralelamente, difundimos a advocacia solidária como o princípio norteador da advocacia, vez que a perspectiva que adotamos é de que a nossa missão, como advogados, é contribuir com a sociedade na preservação de seus valores mais fundamentais.

Filantropia: A atuação do Instituto Pro Bono só foi possível graças a uma resolução especial da OAB de São Paulo. Qual o motivo de tanta cautela por parte da Ordem?
MRJ: Após a constituição do Instituto Pro Bono, foi criada no âmbito da Seccional Paulista da OAB uma comissão de estudos pro bono com o objetivo de regulamentar a advocacia solidária ou voluntária. Dela participaram membros da Comissão de Ética e Disciplina da OAB, representantes do Centro de Estudos da Sociedade de Advogados (Cesa) e sócios fundadores do instituto.

Após alguns meses de reuniões e debates, a OAB/SP, por meio da referida comissão, editou resolução defi nindo a advocacia pro bono e regulamentando a sua prática. A atitude pioneira da OAB paulista permite ao advogado delimitar a forma de sua atuação, evitando cometer eventuais infrações éticas.

Acredito que a cautela advém do medo de que, ao prestar serviços gratuitos, o advogado ou o escritório estejam agindo não em prol do interesse público, mas com o intuito de captar clientela. Ademais, há o receio de que a prestação de serviços gratuitos possa representar concorrência desleal para alguns advogados. Para o Instituto Pro Bono essas preocupações, embora legítimas, são infundadas. A Resolução Pro Bono da OAB/SP juntamente com o Código de Ética do Advogado impõem rigorosas regras de comportamento ético àqueles que prestam serviços em caráter voluntário, além de os submeterem a uma rígida fi scalização por parte da entidade de classe.

Por outro lado, embora existam muitos bacharéis sem uma boa condição no mercado de trabalho, a prática pro bono não é predatória do mercado, vez que só é feita para aqueles efetivamente sem recursos para pagar pelos serviços advocatícios.

Filantropia: Por que as pessoas físicas não foram contempladas pela resolução?
MRJ: A Resolução Pro Bono, aprovada pela Seccional Paulista OAB, foi fruto de um processo político cujo consenso, em torno da responsabilidade social do advogado, não foi fácil. Há uma resistência de advogados e juristas quanto ao trabalho de caráter voluntário. A OAB tem atualmente 42 mil advogados dativos, que são aqueles nomeados pelos juízes para atuar em demandas daqueles sem  condições de arcar com os honorários advocatícios, ou seja, pessoas físicas. Ao restringir a advocacia pro bono às entidades do Terceiro Setor, a OAB está, supostamente, protegendo o trabalho destes profi ssionais.

Filantropia: Quais são os critérios para a escolha das entidades benefi ciadas?
MRJ: A OAB impõe por meio no art. 2º da Resolução Pro Bono que os benefi ciários da atividade solidária devem ser “pessoas jurídicas sem fi ns lucrativos integrantes do Terceiro Setor, reconhecidas e comprovadamente desprovidas de recursos fi nanceiros para custear as despesas procedimentais, judiciais ou extrajudiciais”. Há ainda uma
limitação geográfi ca que restringe a advocacia pro bono às entidades localizadas no Estado de São Paulo.

Já o instituto adotou recentemente uma política de verificação da idoneidade da entidade, de sua capacidade de realizar projetos voltados para o seu público alvo e da sustentabilidade de suas ações. Isso porque de nada adianta constituir uma ONG ou prestar-lhe serviços se ela não consegue atender aos fins propostos. Assim, procuramos atender as entidades desprovidas de recursos para pagar os serviços advocatícios, mas com recursos para desenvolver as suas atividades.

As organizações que cumprirem os requisitos estabelecidos pela OAB devem procurar o Instituto Pro Bono. Após o primeiro contato, serão solicitados os documentos necessários para a nossa avaliação e, só após a verifi cação
da adequação da entidade aos nossos critérios, é que ela receberá o atendimento.

Filantropia: Em geral, quais são as solicitações mais freqüentes?
MRJ: As demandas jurídicas mais freqüentes são: adequação ao novo Código Civil (Lei 10.406/02), adequação à Lei de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Lei 9.790/99), demandas trabalhistas e questões tributárias, além do desenvolvimento de estatutos e regimentos internos para novas organizações. Vale dizer que muitas vezes as ONGs nos procuram para esclarecer dúvidas quanto aos títulos conferidos pelo Poder Público às entidades, como por exemplo, o de Utilidade Pública nas esferas municipal, estadual e federal e o Certifi cado de Entidade Benefi cente de Assistência Social, regulamentado pela Lei 8.742/93 e pelo Decreto 2.536/98.

Filantropia: Quem participa do instituto e como se associar?
MRJ: O Instituto Pro Bono é uma associação aberta para todos os advogados e advogadas que queiram exercer a profi ssão de maneira solidária, desempenhando, assim, a sua responsabilidade social dentro dos parâmetros estipulados pela Resolução Pro Bono da Seccional Paulista da OAB. Qualquer um com formação em direito pode se cadastrar e doar parte de seu tempo. Escritórios de advocacia, dos mais diferentes portes, que tenham interesse em aderir à causa de forma institucional também podem fazê-lo.

Filantropia: O instituto pretende ampliar sua atuação para outros estados e países, ou quem sabe compartilhar o conhecimento para a criação de entidades semelhantes?
MRJ: O Instituto Pro Bono, por meio de sua equipe – composta por Marcos Fuchs, diretor-executivo; João Pedro Pereira Brandão, diretoradjunto; duas advogadas e uma estagiária vem realizando um trabalho intenso e exaustivo de divulgação e fomentação da  advocacia solidária e gratuita pelo Brasil e hemisfério Sul. Até o momento, não foi possível de fato estender a nossa atuação para outros estados.

Entretanto, há uma movimentação política nos estados do Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul para que a prática seja regulamentada pelas OABs estaduais. Além disso, a experiência foi divulgada pela organização internacional New Tactics for Human Rights, tendo sido apresentada no Peru e na Turquia.

Filantropia: Qual a posição do instituto em relação ao marco legal do Terceiro Setor?
MRJ: O Brasil ainda carece de um Marco Legal para o chamado Terceiro Setor, apesar do crescente número de associações civis constituídas nos últimos anos. Não há ainda uma legislação específi ca para os diferentes tipos de organizações da sociedade civil, somente um conjunto de leis que tentam regulamentar a relação do Estado com a sociedade civil. Os projetos de lei sobre o Terceiro Setor, que estão atualmente em trâmite no Congresso Nacional, trazem uma concepção controladora do Estado com relação às entidades.

Em linhas gerais, eles instituem mecanismos de prestação de contas, propõem excessivas fi scalizações e um cadastro nacional de entidades o que acaba, certamente, tirando a sua autonomia e a sua independência de atuação. Das 24 iniciativas legislativas sobre o Terceiro Setor que tramitam no Congresso, 18 referem-se a mecanismos de repressão, fi scalização e controle, 4 dizem respeito aos incentivos para as entidades da sociedade civil e 2 são neutras.

Ressalta-se, aqui, que o Instituto Pro Bono é partidário da idéia, defendida pela Associação Brasileira de ONGs (Abong), de que o marco legal do Terceiro Setor deve seguir os princípios da autonomia de associação dos cidadãos brasileiros, da independência com relação ao Estado – não se permitindo a utilização das entidades como solução paliativa para os seus problemas – e da transparência e controle social sobre a utilização de recursos públicos.

Com a criação de uma nova regulamentação que segue esses parâmetros, haverá possibilidades de um trabalho independente, sustentável e muito mais efetivo por parte das organizações sociais, que muito contribuirá para o fortalecimento do Estado Democrático de Direito no Brasil.


 

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
12.760
Oportunidades Cadastradas
9.310
Modelos de Documentos
2.733
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Jun
2019
Young Professionals Program (YPP)
Prazo
30 Jun
2019
Global Good Fund 2020 Fellowship Program
Prazo
30 Jun
2019
Coletânea Metodologias Ativas: A caixa preta da Educação...
Prazo
8 Jul
2019
2019 SBID International Design Awards
Prazo
Apoio à Assistência Farmacêutica em Plantas Medicinais...
Prazo
25 Jun
2019
33º Festival de Música em Itanhandu
Prazo
28 Jun
2019
Slingshot 2019 Startup Competition
Prazo
30 Jun
2019
CIWEM’s Environmental Photographer 2019
Prazo
30 Jun
2019
Proposals to Support the Conservation of Globally Threatened...
Prazo
30 Jun
2019
2º Festival da Canção Brasileira - SESI
Prazo
8 Jul
2019
Concurso de Contos e/ou Crônicas ALGRASP — 2019
Prazo
1 Jul
2019
38º Festival de Música de Cruzília
Prazo
12 Jul
2019
SESI - Viagem Teatral - Produções Inéditas 2020
Prazo
12 Jul
2019
SESI - Artes Visuais - Ocupação Artística SESI-SP
Prazo
12 Jul
2019
SESI - Artes Visuais - Exposições Itinerantes SESI-SP...
Prazo
12 Mai
2020
SESI - Narração de Histórias Literárias, Oficinas...
Prazo
27 Jun
2019
2019 Design Value Awards
Prazo
30 Jun
2019
e-Antologia - Projeto Quarta-Feira Criativa - Quarta...
Prazo
11 Jul
2019
Chamada de Manifestação de Interesse para Projetos...
Prazo
29 Jul
2019
Chamada de Propostas SPRINT - Edição 2-2019
Prazo
30 Jun
2019
AWDA - Aiap Women in Design Award 2019
Prazo
15 Jul
2019
ICON11 Education Symposium
Prazo
3 Jul
2019
Well-being and Safety Research
Prazo
2 Jul
2019
Research Fellowships for Health Professionals
Prazo
30 Jun
2019
C2A Creative Communication Award
Prazo
1 Jul
2019
Internet Freedom Fund
Prazo
12 Jul
2019
SESI - Música - Espaço Café Centro Cultural FIESP
Prazo
12 Jul
2019
SESI - Artes Visuais - Exposições - Centro Cultural...
Prazo
12 Jul
2019
SESI - Artes Visuais - Galeria de Arte Digital SESI-SP
Prazo
12 Jul
2019
SESI - Artes Visuais - Espaço Galeria SESI-SP
Prazo
5 Jul
2019
Festival Nacional de Teatro de Limeira
Prazo
8 Jul
2019
Prêmio Estácio de Jornalismo – Edição 2019
Prazo
30 Jun
2019
Concurso Trema de Poemas
Prazo
30 Jun
2019
JIA Illustration Award 2019
Prazo
27 Jun
2019
Design Against War
Prazo
28 Jun
2019
Red Dot Award: Brands & Communication Design
Prazo
28 Jun
2019
Takeda Young Entrepreneurship Award 2019
Prazo
30 Jun
2019
Biodiversity Drawing Competition 2019
Prazo
1 Jul
2019
Velocidad - Programa de Aceleração
Prazo
30 Jun
2019
Falling Walls Science Fellowship for Journalists
Prazo
30 Jun
2019
Berlin Science Week Fellowship
Prazo
30 Jun
2019
Coletânea Carmesim - Arquivos Secretos
Prazo
30 Jun
2019
Taiwan International Student Design Competition
Prazo
28 Jun
2019
7ª Mostra de Curtas Araçá
Prazo
22 Jul
2019
II Prêmio Oliveira Silveira - Infantojuvenil
Prazo
30 Jun
2019
12th BBVA Foundation Frontiers of Knowledge Awards
Prazo
30 Jun
2019
Residência Artística - Rampa, Lugar de Criação...
Prazo
30 Jun
2019
IV Bienal do Sertão de Artes Visuais
Prazo
28 Jun
2019
Concurso Odília Carreirão Ortiga II
Prazo
30 Jun
2019
Coletânea Teslapunk: tempestades elétricas
Prazo
31 Out
2019
2º Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas...
Prazo
23 Jun
2019
Rwanda IWMF- Malaria No More Reporting Trip 2019
Prazo
30 Ago
2019
XXIV Prêmio Tesouro Nacional
Prazo
31 Jul
2019
PRONAS/PCD - Programa Nacional de Apoio à Atenção...
Prazo
31 Jul
2019
PRONON - Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica...
Prazo
23 Jun
2019
Credenciamento de Apresentações Artísticas
Prazo
30 Jun
2019
Antologia Mitografias – Volume III: Trindade
Prazo
23 Jun
2019
Understanding The Barriers To Inclusion Faced By People...
Prazo
23 Jun
2019
Exploring The Barriers To Inclusion Faced By People...
Prazo
23 Jun
2019
Driving the Adoption of GBV M&E Approaches
Prazo
23 Jun
2019
Understanding the Barriers to Inclusion Faced By People...
Prazo
16 Jul
2019
Creating Hope in Conflict: A humanitarian Grand Challenge
Prazo
9 Ago
2019
8º Prêmio Instituto 3M para Estudantes Universitários
Prazo
15 Jul
2019
Coletânea Uivos na Escuridão
Prazo
15 Jul
2019
Coletânea Viés da Alma
Prazo
16 Dez
2019
Human Rights Advocates Program
Prazo
1 Jul
2019
Coletânea O Lado Sombrio de Oz
Prazo
29 Jul
2019
Chamada de Propostas para o Programa PIPE - 3º Ciclo...
Prazo
9 Ago
2019
Fundos da Infância e da Adolescência 2019
Prazo
7 Jul
2019
Concurso Sinfonia do Amanhã - Música Transforma
Prazo
15 Jul
2019
Global Architecture and Design Awards 2019
Prazo
15 Jul
2019
IberCultura Viva para Apoio a Redes e Projetos de Trabalho...
Prazo
29 Jul
2019
Prêmio Empreenda Saúde 2019
Prazo
31 Jul
2019
Young Professionals Programme (YPP) 2019 - ONU
Prazo
29 Nov
2019
Seleção de Projetos para Credenciamento e Certificação...
Prazo
29 Nov
2019
Seleção de Projetos para Certificação visando a...
Prazo
16 Dez
2019
Melhores Práticas de Sustentabilidade - Prêmio A3P
Prazo
28 Jun
2019
IOC Women and Sport Awards
Prazo
18 Jul
2019
Prêmio Literário da Fundação Biblioteca Nacional
Prazo
2 Ago
2019
10ª Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente...
Prazo
15 Out
2019
Logan Nonfiction Fellowship
Prazo
30 Dez
2019
Colchester Zoo’s Action for the Wild
Prazo
24 Jun
2019
Ela Decide Seu Presente e Seu Futuro
Prazo
19 Jul
2019
Programa de Apoio à Pesquisa na Biblioteca Nacional...
Prazo
31 Jul
2019
Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal 2019
Prazo
25 Out
2019
1ª Edição do Game da Cidadania
Prazo
24 Jun
2019
Academia de las Artes y las Ciencias Cinematográficas...
Prazo
28 Jun
2019
USAID's Inclusive Health Access Prize
Prazo
7 Jul
2019
Cinanima 2019
Prazo
1 Out
2019
Concurso Nacional de Fotografia da Ouvidoria-Geral...
Prazo
1 Dez
2019
Tropical Rainforests
Prazo
30 Jun
2019
III Chamada Internacional da CAF para Avaliações...
Prazo
14 Jul
2019
Programa de Mestrado Profissional de Formação de...
Prazo
31 Jul
2019
Ideias para o futuro: Concurso de dissertações universitárias...
Prazo
31 Jul
2019
Intervention Effectiveness used in the Elimination...
Prazo
7 Abr
2020
Edital de Chamamento Público Conselho Municipal dos...
Prazo
25 Jun
2019
Formação de Lideranças Jovens - Ciclo 01
Prazo
13 Set
2019
Apoio a Experiências de Criação em Residência
Prazo
13 Set
2019
Apoio à Coprodução de Espetáculos das Artes Cênica
Prazo
13 Set
2019
Apoio a Festivais e Espaços Cênicos para a Programação...
Prazo
30 Jul
2019
Summer Of Solutions - #OpenCI Platform Challenge
Prazo
3 Set
2019
Summer Of Solutions - #CircularEconomy Challenge
Prazo
3 Set
2019
Summer Of Solutions - #EthicalFashion Challenge
Prazo
Contínuo
International Student Excellence Scholarship – High...
Prazo
1 Ago
2019
Filmmaking Grants Program
Prazo
5 Ago
2019
7ª Edição do Prêmio Luiz de Castro Faria
Prazo
8 Jul
2019
Prêmio MuniCiência 2019/2020 - 3ª Edição - CNM
Prazo
5 Jul
2019
ESD Okayama Award 2019
Prazo
15 Ago
2019
Mutchfunding BNDES+ Patrimônio Cultural
Prazo
Contínuo
Concessão de Patrocínio - SUDAM
Prazo
31 Jul
2019
Antologia Chuva Literária - Volume II
Prazo
19 Ago
2019
Behavioral Economics
Prazo
30 Jun
2019
Programa de Modernização da Agricultura e Conservação...
Prazo
30 Jun
2019
Programa de Incentivo à Irrigação e à Produção...
Prazo
30 Jun
2019
Programa de desenvolvimento cooperativo para agregação...
Prazo
Contínuo
BNDES Finame - BK Aquisição e Comercialização
Prazo
Contínuo
BNDES Finame - Energia Renovável
Prazo
Contínuo
Cartão BNDES
Prazo
31 Jul
2019
2019 Youth Citizen Entrepreneurship Competition
Prazo
30 Nov
2019
Lei Federal de Incentivo à Cultura
Prazo
15 Jul
2019
68th United Nations Civil Society Conference
Prazo
1 Nov
2019
Allard Prize Photography Competition 2019
Prazo
Contínuo
UN Academic Impact - UNAI
Prazo
15 Out
2019
Patrocínios Culturais e Esportivos realizados por...
Prazo
31 Out
2019
Patrocínios Culturais realizados por meio da Lei Municipal...
Prazo
31 Out
2019
UNESCO-Hamdan bin Rashid Al-Maktoum
Prazo
1 Nov
2019
Apoio ao Fundo da Infância e Adolescência (FIA) -...
Prazo
1 Nov
2019
VOLVO - Apoio ao Programa Nacional de Apoio à Atenção...
Prazo
1 Nov
2019
VOLVO - Apoio ao Programa Nacional de Apoio à Atenção...
Prazo
1 Nov
2019
Apoio ao Fundo Nacional do Idoso - VOLVO
Prazo
20 Ago
2020
Programa Ciência na Escola - Chamada Pública para...
Prazo
24 Jun
2019
Programa Ciência na Escola - Chamada Pública para...
Prazo
30 Jun
2019
UNESCO Creative Cities Network 2019
Prazo
Contínuo
Programa Cidades Inovadoras - FINEP
Prazo
Contínuo
Patrocínio de Projetos Esportivos e Culturais - Cielo
Prazo
Contínuo
Patrocínio de Projetos Educativos, Culturais e de...
Prazo
27 Jun
2019
Golden Pin Design Award 2019
Prazo
30 Jun
2019
Desafio Criativos da Escola 2019
Prazo
30 Set
2019
Feminist Review Trust Fund
Prazo
1 Jul
2019
Revista RECAM – MERCOSUL Audiovisual
Prazo
20 Ago
2019
Collaborative Awards in Science
Prazo
30 Jun
2019
Sydney Peace Prize 2020
Prazo
9
2019
Stockholm Water Prize 2020
Prazo
1 Out
2020
Volvo Environment Prize 2020
Prazo
26 Jun
2019
Auxílio à Promoção de Eventos Científicos, Tecnológicos...
Prazo
23 Ago
2019
11º Concurso de Desenho e Redação
Prazo
Contínuo
Empresas Não-Residentes - Programa de Incubação...
Prazo
30 Out
2019
Fine & Country Foundation Grant
Prazo
16 Ago
2019
Programa Senado Jovem Brasileiro
Prazo
Contínuo
Programa de Apresentação de Unidades de Dessalinização...
Prazo
Contínuo
Programa Empreendedoras Digitais
Prazo
23 Jul
2019
Programa Bolsa Nota 10 - FAPERJ - 2019
Prazo
14 Out
2019
Muste Institute's Social Justice Fund 2019
Prazo
1 Set
2019
Seed and Early-stage Grants to Grassroots Women’s...
Prazo
31 Ago
2019
Aesthetica Art Prize
Prazo
15 Out
2019
Embracing Our Differences
Prazo
31 Out
2019
Cadastramento de Bandas - Grupos Musicais 2019
Prazo
1 Nov
2019
Roy Scrivner Memorial Research Grants Program
Prazo
8 Dez
2019
CLUE: Light & Disruption
Prazo
Contínuo
Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica...
Prazo
Contínuo
Bolsa de Doutorado Direto
Prazo
Contínuo
Auxílio à Pesquisa - Regular
Prazo
15 Set
2019
Institutional Grants
Prazo
31 Out
2019
Mohamed Bin Zayed Species Conservation Fund 2019
Prazo
1 Set
2019
Fondation Mérieux’s Small Grant
Prazo
31 Dez
2019
FAPESP - Auxílio à Pesquisa - Projeto Temático
Prazo
30 Dez
2019
Wildlife Acoustics Scientific Product Grant
Prazo
22 Jul
2019
Fruit Attraction 2019
Prazo
26 Ago
2019
Israfood 2019
Prazo
31 Dez
2019
Project Grants
Prazo
Contínuo
Chamada Pública BRDE/FSA – Coprodução InternacionaL...
Prazo
Contínuo
Bolsa de Pesquisa no Exterior - BPE
Prazo
Contínuo
Patrocínio Net Claro Embratel
Prazo
Contínuo
Seleção de Projetos de Incentivo à Cultura - Lei...
Prazo
Contínuo
Seleção de Projetos de Incentivo ao Esporte - Lei...
Prazo
Contínuo
Bolsa de Pós-Doutorado
Prazo
1 Out
2019
LGBTI Projects Funding
Prazo
30 Jun
2019
Maypole Fund - Women to Proactively Challenge Patriarchy
Prazo
9 Out
2019
Making the Case for Nature
Prazo
9 Out
2019
Recovery of Species on the Brink of Extinction
Prazo
9 Out
2019
Conservation Technologies
Prazo
9 Out
2019
Participatory Science
Prazo
9 Out
2019
Reducing Marine Plastic Pollution
Prazo
9 Out
2019
Documenting Human Migrations
Prazo
Contínuo
Chamamento de Projetos Jornalísticos Sobre Florestas...
Prazo
Contínuo
FAPESP - Bolsa de Iniciação Científica
Prazo
Contínuo
FAPESP - Jovens Pesquisadores em Centros Emergentes
Prazo
Contínuo
FAPESP - Políticas Públicas
Prazo
Contínuo
Bolsas do Programa de Capacitação Técnica
Prazo
Contínuo
FAPESP - Bolsa de Doutorado
Prazo
Contínuo
RESOLUÇÃO Nº 191, de 21 de Dezembro de 2018
Prazo
Contínuo
Projetos - Globosat
Prazo
Contínuo
Estabelecimento de Parcerias para Coedições de Livros...
Prazo
Contínuo
Leia para uma criança
Prazo
Contínuo
Programa de Desenvolvimento Científico Regional –...
Prazo
Contínuo
Política de Patrocínios da CEMIG
Prazo
30 Jun
2019
Chamada Pública Bilateral FINEP-CDTI para projetos...
Prazo
Contínuo
Revista Científica de Direitos Humanos - Submissão...
Prazo
21 Set
2019
Crédito De Pesquisa Para Comitês Técnico-Científicos
Prazo
Contínuo
Chamada Pública ANCINE-FSA - Coinvestimentos Regionais
Prazo
Contínuo
Filiação ao Departamento de Informação Pública...

PARCEIROS VER TODOS