Medalha de ouro para a educação

Por: Thaís Iannarelli
04 Julho 2014 - 16h33

67c

O atleta Gustavo Borges é conhecido de todos os brasileiros por seus feitos e vitórias como representante da natação do Brasil. Com quatro Olimpíadas no repertório, Gustavo Borges foi medalha de prata nos 100 metros de livre estilo, em 1992, e nos 200 metros de livre estilo, em 1996. Além disso, é o atleta com maior número de medalhas em Jogos Pan-Americanos e o terceiro atleta brasileiro com maior número de medalhas de ouro
nos Pan-Americanos.
Sabendo do impacto positivo que o esporte pode gerar nas pessoas, Borges lançou o projeto social Nadando com Gustavo Borges, em Itu, interior de São Paulo. O objetivo é formar cidadãos a partir da inserção do esporte na vida das crianças. A primeira fase do projeto envolve aproximadamente 200 alunos, de 8 a 13 anos, matriculados nas escolinhas de natação da Secretaria Municipal de Esporte da cidade. Em entrevista à Revista Filantropia, Borges fala do seu projeto e de sua opinião sobre o Terceiro Setor.

Revista Filantropia: Como surgiu a ideia de criar um projeto social?
Gustavo Borges: Já tinha feito este projeto há sete anos em Ituverava, onde nasci. Sempre quis fazer algo para o social e agora posso fazer isso via meu instituto, o Instituto Gustavo Borges. 

RF: Quais serão as atividades envolvidas no projeto?
GB: O Nadando com Gustavo Borges tem o objetivo de formar cidadãos completos e inserir o esporte na vida de crianças e atende, nessa primeira fase, 160 crianças de 8 a 13 anos, matriculadas nas escolinhas de natação da Secretaria Municipal de Esporte do município. Os participantes receberam os kits com os materiais do projeto, como camiseta, boné, óculos de natação, sunga ou maiô e mochila. Eles têm à disposição, além do material individual, o necessário para as aulas na piscina, como palmar, boias, pranchas, relógio de borda grande e cronômetros. As aulas já estão sendo realizadas de segunda a sexta-feira, pela manhã e tarde, no Complexo Aquático Fiori Amntéa e no Centro de Lazer Ludogério José da Silva. Após os treinos, as crianças ainda contam com um kit alimentação.

RF: Na sua opinião, qual é a importância do esporte para o desenvolvimento de crianças e adolescentes?
GB: Os aprendizados são enormes na questão da disciplina, comprometimento com algo e direcionamento para um objetivo. Isso gera um crescimento dentro do esporte, na casa e na vida.

RF: O Terceiro Setor tem crescido muito no país. Como você vê a atuação das ONGs no Brasil e a importância delas para o desenvolvimento do país?
GB: Acredito que temos muitos projetos espetaculares no nosso país. São muitas pessoas do bem querendo fazer o bem.  A questão da contribuição pode ser de qualquer cidadão e os ganhos são garantidos.

RF: Você acha que a realização de grandes eventos esportivos no país, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, deixam legados e oportunidades para os jovens? 
GB: Acredito que sim. No quesito de investimentos no país, temos um crescimento. Também na questão de motivação e interesse pelo esporte, sem dúvida, temos ganhos.  As oportunidades estão por aí, o que precisamos ajudar em nossos projetos é que quando a oportunidade passar perto do jovem, ele tem que estar pronto para pegá-la.  E, se não passar perto, como ele deve fazer para ir buscá-la. 

RF: Do seu ponto de vista, é importante que pessoas com visibilidade na mídia se engajem em projetos sociais? Por quê?
GB: Quem tem visibilidade tem mais divulgação dos projetos, porém, fazer o bem é algo quee stá ao alcance de todos. Acredito que projetos sociais precisam do interesse da pessoa por trás e uma boa equipe. Esta parte da gestão é a mais complexa.  Às vezes pessoas querem fazer, mas não sabem
os caminhos. 

RF: Se você pudesse eleger um aspecto prioritário a ser melhorado no Brasil, em meio a tantas situações que vivenciamos aqui, qual seria?
GB: Educação sempre está na lista em primeiro lugar.  Não só dentro da sala de aula, mas também dentro de casa e em nossas piscinas, claro.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.586
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.490
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona

PARCEIROS VER TODOS