Mensagem Difamatória

Por: Instituto Filantropia
09 Junho 2016 - 04h32

 

Os gestores de organizações sociais devem ficar atentos a atitudes que colaboradores podem tomar para prejudicar a entidade quando do seu desligamento do quadro funcional, atingindo o nome e a tradição da empresa, gerando repercussão econômica — como a entrada de doações —, ainda que indiretamente. Isso pode levar a Justiça a determinar que o indivíduo proceda à reparação dos danos morais causados, segundo a jurisprudência pacificada pela Súmula 227 do Supremo Tribunal de Justiça (STJ). Em recente julgado, o Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) entendeu que o empregado, após se desligar da empresa, enviou mensagem de correio eletrônico a clientes desta com comentários negativos acerca da qualidade dos produtos comercializados. Na mensagem, informava aos clientes que teria saído da empresa em razão de “falhas de qualidade de produtos e de outros fatores” e por não concordar com a forma como a ex-empregadora trabalha. Ainda, fazia um alerta de que os problemas estavam ocorrendo de tal maneira que resultariam em prejuízos a alguns deles. Os magistrados entenderam que a conduta do ex-empregado, sem provas, chegou a abalar a credibilidade da empresa no mercado, o que constitui ato ilícito passível de indenização.

http://as1.trt3.jus.br

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
22.766
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
4.060
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
3 Mai
2021
25º Concurso Inovação no Setor Público
Prazo
26 Abr
2021
15º Edital Funcultura Audiovisual
Prazo
Contínuo
Super Desafio COVID-19 - Startups
Prazo
21 Mai
2021
Projetos Sociais por Leis de Incentivo 2021
Prazo
14 Mai
2021
Edital de Seleção - Projetos Sociais
Prazo
11 Mai
2021
Prince Claus Seed Awards 2021
Prazo
10 Mai
2021
Para Mulheres na Ciência 2021
Prazo
Contínuo
Adobe Creative Residency Community Fund
Prazo
17 Mai
2021
PhotoContest 2021
Prazo
23 Mai
2021
9ª Convocatoria de Ayudas

PARCEIROS VER TODOS