Crescimento e Tendências do Crowdfunding para 2015

Por: Instituto Filantropia, Tahiana D’egmont
04 Maio 2015 - 22h22

crescimento-tendencias

Em 2014, o mercado de crowdfunding teve um grande crescimento. Nos últimos 3 anos, de acordo com a Clearity, o mercado de financiamento coletivo triplicou. Ainda em 2014, o Tabb Group avaliou que o mercado alcançaria U$ 10 bilhões, com mais de mil novas plataformas criadas no mundo todo, e que, em 2015, o mercado de crowdfunding chegará em $ 17 bilhões.

2014 foi um ótimo ano para o crowdfunding no Brasil. As campanhas tiveram muita exposição na mídia, como no caso da atleta Maurren Maggi e da empreendedora Bel Pesce, além de novos recordes de arrecadação para campanhas de ONGs e causas, fazendo com que muitos brasileiros passassem a conhecer e a se interessar não só em contribuir, mas também em tirar seus projetos do papel com a ajuda desta ferramenta.

O crowdfunding, traduzido ao pé da letra, significa financiamento feito por uma multidão. É quando várias pessoas resolvem se engajar em um projeto com o qual se identificam, ajudando a financiá-lo com seu próprio dinheiro. Não existe uma quantia fechada; cada um colabora com a quantia que quiser. Baseado na economia colaborativa, tem como fundamento a premissa de que juntos todos podem conquistar seus objetivos.

BENEFÍCIOS PARA O TERCEIRO SETOR

A maior dificuldade das organizações do Terceiro Setor é arrecadação de recursos – o foco principal deveria ser resolver os problemas mundiais, mas infelizmente, não é. O crowdfunding vem como uma solução de custo baixíssimo para esse problema. E o melhor, é uma forma rápida e desburocratizada de receber doações.

Uma grande vantagem para o Terceiro Setor foi o surgimento da opção de campanha flexível, trazida para o Brasil pela plataforma da Kickante; ou seja, a instituição leva o que arrecadar, independentemente de atingir a meta mínima da campanha. Esta nova modalidade de arrecadação impulsionou o número de campanhas de crowdfunding criadas, assim como o valor total das doações. Muitas ONGs criaram sua primeira campanha em 2014, e muitas outras o farão em 2015.

A campanha #Torcida MSF, feita para o Médicos sem Fronteiras, foi a maior arrecadação em financiamento coletivo para entidades de Terceiro Setor no país, e ocorreu em 2014, arrecadando um total de R$ 143.263,00 por meio de 2.698 contribuições. Segundo a organização, “escolhemos a plataforma da Kickante pois é mais focada em fundraising (captação de recursos) do que as plataformas de crowdfunding tradicionais, em que só há o processo de ‘tudo ou nada’. Qualquer valor é bem vindo, não podemos perder as doações!”

Através da divulgação da campanha de crowdfunding, a ONG se torna mais conhecida e arrecada doações dos mais diversos estados do Brasil, e até do mundo. Esses doadores tornam-se tornam fiéis à ONG com muita frequência, e passam a contribuir de forma recorrente. E mais, o crowdfunding é uma das poucas ferramentas com as quais organizações com menos de dois anos de existência podem arrecadar doações para seus projetos sociais (dois anos é o período de maturação exigido pelo Governo).

EQUITY CROWDFUNDING

Uma grande tendência para o mercado do Brasil em 2015 é o equity crowdfunding, que caracteriza-se como investimento no capital de uma empresa. É uma nova possibilidade para as empresas adquirirem um capital que antes, talvez, não pudessem alcançar sem o crowdfunding.

Diferentemente do crowdfunding tradicional, em que os usuários contribuem com um determinado projeto sem a expectativa de lucrar, no equity crowdfunding o contribuidor está em busca de retorno financeiro. Só que, em vez de ações na bolsa, o contribuidor (neste caso, o investidor) compra títulos da empresa iniciante. “Se tudo der certo, no terceiro ano teremos, provavelmente, 200 lançamentos anuais arrecadando R$ 250.000,00, em média, e gerando um investimento total de R$ 50 milhões” estima Adolfo Melito, Presidente da Associação Brasileira de Equity Crowdfunding. “Se a multidão acredita na ideia, no produto e no empreendedor, ela pode apoiar esse empreendimento, pré-adquirir o produto, prover fundos ou agir meramente como coautora”, conclui.

Esse novo mercado deve ficar de fora das influências negativas do governo. Com isso, a expectativa é de um crescimento expressivo para os próximos anos, desde que passe pelo passo inicial de regulamentação, que ainda está em andamento.

CROWDFUNDING IMOBILIÁRIO

Este é um mercado que tem ganhado força no exterior e que, nos próximos anos, deve crescer também no Brasil. A ideia do crowdfunding imobiliário é permitir que pequenos contribuidores (no caso, investidores) possam se reunir para comprar um imóvel, ou até prédios (como é o caso na Colômbia), por meio de cotas. Depois, pode lucrar com o aluguel, a venda e a valorização da sua parte.

Segundo estimativas, em 2013 o mercado de crowdfunding imobiliário arrecadou R$ 105 milhões. Ainda é um valor pequeno, porém, com grande potencial. No Brasil, assim como aconteceu (e ainda acontece) com o crowdfunding tradicional, ainda é preciso quebrar a barreira do conhecimento. É preciso haver mais divulgação, eventos e muita informação sobre o crowdfunding imobiliário para que todos possam entender os benefícios – e também os riscos – de se comprar um imóvel desta forma. Por isso, há uma grande expectativa de crescimento e amadurecimento do mercado brasileiro.

2015 É O ANO DO CRESCIMENTO DO CROWDFUNDING NO BRASIL

2014 foi um ano de quebra de recordes em arrecadações por meio do crowdfunding. Quem diria que uma única campanha poderia arrecadar mais de R$ 880 mil? Quem diria que teríamos filmes e séries sendo lançados através do crowdfunding?

Para 2015, estima-se um mercado mais maduro, com mais disseminação sobre o tema. O Brasil precisa se preparar para as inovações, seja por meio de novas leis e/ou por conhecimento de cultura. Será que em 2015, por exemplo, os políticos poderão arrecadar fundos para as campanhas via crowdfunding, como já acontece nos EUA?

São muitas as possibilidade de crescimento e o mercado vem amadurecendo cada vez mais. Nossa projeção é que ainda mais organizações e projetos sociais como um todo passem por um processo de experimentação com o financiamento coletivo ainda no início de 2015, montando seus planos anuais de arrecadação já contando com esta incrível ferramenta.

www.kickante.com.br

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.064
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.404
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Jun
2020
Linha emergencial de crédito Conexsus
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
31 Jul
2020
GlobalGiving Accelerator - Virtual Training Program...
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Jul
2020
AEB - Chamamento Público para lançamentos a partir...
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS