Comunidade E Turismo Em Harmonia

Por: Luciano Guimarães, Marcio Zeppelini
15 Setembro 2016 - 03h27

Braço do Grand Palladium no Terceiro Setor, o Instituto Imbassaí promove ações para conscientizar os hóspedes e a população local sobre a importância da preservação ambiental

Efeitos não só da maior conscientização da sociedade sobre a importância de transformar a realidade de quem precisa, mas da necessidade de uma alteração de rota na luta pela preservação do meio ambiente, ações e atividades ligadas à sustentabilidade e às comunidades de entorno têm ganhado cada vez mais espaço no planejamento de empresas por todo o Brasil.

Já há algum tempo, o setor de turismo vem se destacando por investir em empreendimentos considerados “verdes”, construídos ou adaptados para reciclar resíduos orgânicos em composteiras para gerar adubo para hortas próprias, aproveitar água da chuva para lavar o chão e para dar a descarga nos sanitários e gerar energia elétrica e aquecer a água dos chuveiros por meio da luz solar.

Além da economia de dinheiro e da construção de uma reputação positiva perante a sociedade, projetos socioambientais concebidos pela cadeia produtiva do turismo atraem mais hóspedes e promovem mudanças substanciais no cotidiano das pessoas que, muitas vezes, tiram seu sustento da própria área em que vivem.

O Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa poderia ser um bom exemplo desse tipo de empreendimento, entretanto, é mais do que isso. O complexo, com 654 quartos, está localizado na reserva natural de Imbassaí, de frente para o mar da Costa dos Coqueiros e à margem do rio que lhe empresta o nome, cercado de praias virgens, dunas e zonas protegidas, como as praias que recebem tartarugas para a desova.

O estabelecimento vem sobressaindo não pelas suas boas práticas com o meio ambiente, mas por tratar a questão da sustentabilidade pelo pilar da ecologia e também pelas questões culturais e socioeconômicas do entorno, chamado de “turismo inclusivo”.

No pilar ambiental, aquela praxe: lixeiras com coleta seletiva, torneiras e iluminação com sensores de presença, lâmpadas de baixo consumo e produtos de limpeza biodegradáveis, que contribuem para mitigar os impactos negativos da operação no ecossistema do entorno.

Além disso, o empreendimento mantém parceria com o Projeto Tamar, proporcionando o suporte necessário para o acompanhamento dos ninhos formados no entorno do resort, do resgate de tartarugas machucadas na beira da praia e da soltura de filhotes que nascem nas areias de Imbassaí. Paralelamente, criou um sistema de controle de luminosidade que se adapta para não atrapalhar a desova das tartarugas marinhas.

Todavia, o ponto alto do hotel está nos recursos humanos. Financeiramente não seria tão interessante “importar” mão de obra já capacitada de outros estados que tenham o turismo mais estabelecido. Por isso, antes mesmo de iniciar as obras do complexo, em 2005, os investidores começaram a investir pesado na educação da população que vive no entorno, que amargava uma taxa de quase 37% de analfabetismo. Hoje, passados dez anos, a taxa caiu para 4%. Essa redução ultrapassa a performance nacional pelo investimento que o grupo hoteleiro fez na região, oferecendo aulas de inglês, cozinha, informática, entre outros. É um exemplo que deve ser aplaudido e copiado por outros empreendimentos Brasil afora.

É o caso do auxiliar de recursos humanos do hotel Maquir. “Quando chegamos aqui, ele mal falava, era um menino muito tímido e a educação pública que recebeu mal dava para ele escrever. Virou um homem”, comemora Francisco Oliveira, diretor superintendente do Instituto Imbassaí.

Assim como diversas outras empresas que criam institutos e fundações para cuidar de suas ações filantrópicas, o resort também conta com um braço no Terceiro Setor — o Instituto Imbassaí. Criada em 2005, a entidade promove a conscientização da população local, por meio de palestras e cursos voltados para o turismo sustentável.

Paralelamente, o hotel coordena ações de limpeza da Praia de Imbassaí, realizada em conjunto com escolas, idosos, jovens aprendizes, todos moradores da comunidade. O Grand Palladium, por sua vez, promove a Caminhada Ecológica, levando os hóspedes pelo trajeto da foz do Rio Imbassaí até o resort, passando pela praia, quando eles são convidados a limpá-la.

Com o apoio do Instituto Imbassaí, o complexo hoteleiro também leva os hóspedes para compartilhar outra experiência inesquecível: o plantio de mudas nativas, como angelim, murta- -da-praia, pau-pombo e araticum.

Por conta de iniciativas como as descritas, o empreendimento recebeu, em 2014, a certificação Earth Check – baseada na Agenda 21 da Organização das Nações Unidas (ONU) –, que coroa todas as iniciativas de sustentabilidade relacionadas à preservação do meio ambiente. Criado em 1994, o certificado avalia o desempenho ambiental e o sistema de gerenciamento do ambiente para otimizar a aplicação da política de desenvolvimento sustentável em cada hotel.

Comunidade

O Instituto Imbassaí, que começou catalogando plantas e animais nativos, também tem ampla atuação com a comunidade do entorno. Parceira de órgãos como o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e o Sindicato dos Hotéis, a entidade está totalmente envolvida com a comunidade e oferece aulas em igrejas e escolas, atingindo pessoas de todas as idades.

A instituição, sem fins lucrativos, desenvolve ações como o programa Jovem Aprendiz, que orienta e direciona jovens ao mercado de trabalho local, além de promover cursos de capacitação profissional na área hoteleira, aulas de artesanato e alfabetização de adultos. Há também o projeto Bem Viver Imbassaí, com atividades físicas para a terceira idade, tudo em sintonia com o meio ambiente e a comunidade local.

Links: www.facebook.com/imbassaiinstituto | www.grandpalladium.com.br

 

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
19.064
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.404
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Jun
2020
Linha emergencial de crédito Conexsus
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
31 Jul
2020
GlobalGiving Accelerator - Virtual Training Program...
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
31 Jul
2020
AEB - Chamamento Público para lançamentos a partir...
Prazo
4 Set
2020
Ideias para o Futuro
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
1 Ago
2020
Todos os olhos na Amazônia
Prazo
1 Ago
2020
The IFREE Small Grants Program
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS