Governo Federal apresenta programas para combater violência contra crianças

Por: Thaís Iannarelli
16 Junho 2014 - 14h38

O Governo Federal, em parceria com governos estaduais e municipais e com o setor privado, esta intensificando programas específicos para proteger as crianças e adolescentes brasileiros durante a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Uma das linhas de ação é facilitar o encaminhamento de denúncias de violência e abuso contra jovens em situação de risco, por meio do aplicativo Proteja Brasil, e reforçar as equipes do Disque Direitos Humanos. O Brasil se tornou o primeiro país do mundo a lançar mão de um app para defender crianças e adolescentes.
O programa já apresenta resultados, segundo afirmou a ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), Ideli Salvatti, em entrevista coletiva à imprensa no Centro Aberto de Mídia (CAM) João Saldanha, no Rio de Janeiro. A ministra disse que o poder público está mobilizado e articulado para fazer frente a toda e qualquer denúncia e situação de risco dessa população jovem, por meio do esforço dos governos federais, estaduais e municipais, durante a Copa no Brasil. Assim como na Copa das Confederações, as diversas esferas envolvidas estão trabalhando com os plantões integrados, afirmou.
A ministra destacou o aplicativo Proteja Brasil, um projeto inédito no mundo e desenvolvido em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), para facilitar o encaminhamento de denúncias de exploração infantil.
O Proteja Brasil está disponível gratuitamente em inglês, português e espanhol e permite não só o encaminhamento de denúncias contra a violação dos direitos de crianças e adolescentes como também oferece informações georreferenciadas sobre o serviço de proteção mais próximo do usuário.
A expectativa de Gary Stahl, representante do UNICEF no Brasil, é que o uso do aplicativo se intensifique a partir da Copa, uma vez que o Brasil é o quarto país do mundo em número de smartphones, cerca de 170 milhões.
O programa coordenado pela Secretaria de Direitos Humanos tem quatro frentes de ação. A primeira é o fortalecimento do sistema de garantia de direitos, composto pelas varas de infância, conselhos tutelares, delegacias de polícia e os centros de assistência social do governo federal (Cras e Creas). Equipes integradas e volantes estão funcionando nas 12 cidades-sede da Copa. Desde o ano passado, 1.117 unidades receberam automóveis, computadores, impressoras, geladeiras e bebedouros, para garantir o funcionamento em tempo integral.
Segundo a ministra Ideli Salvatti, o aperfeiçoamento de todo o sistema será um dos principais legados que ficará para a população após a Copa. A segunda frente de ação fortaleceu o Sistema de Recebimento de Denúncias, por meio do Disque Direitos Humanos (Disque 100), que recebeu um reforço de 25% de seu efetivo durante a Copa. A central funciona 24 horas, 365 dias por ano. A terceira frente refere-se ao reforço do marco legislativo, com a aprovação no Congresso da Lei do Crime Hediondo (8.072/90), que inseriu nesta categoria a exploração sexual, e com a edição da Portaria Interministerial 876/14, que barra a entrada no País de pessoas investigadas ou condenadas por pedofilia. No último sábado, dia 7 de junho, um cidadão dos Estados Unidos condenado por pedofilia foi impedido de entrar no Brasil pelo aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, graças à portaria, disse a ministra.
A quarta frente de atuação do programa tem como foco as ações de repressão, incluindo a Operação Proteja Brasil, realizada pela Polícia Federal em 21 de maio, que teve como resultado o cumprimento de 40 mandados de busca e apreensão e a prisão de oito pessoas envolvidas na exploração sexual de crianças e adolescentes.
O programa inclui ainda atividades descentralizadas em órgãos federais, estaduais e municipais nas cidades-sede, e ações de conscientização, como parcerias com as companhias aéreas, bares e hotéis para a divulgação da mensagem de que a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil é crime, com pena de prisão ou deportação.
Grandes eventos são rotina no Brasil, disse a ministra, ao falar da importância de reforçar os mecanismos de defesa também na área de direitos humanos. O carnaval, por exemplo, movimenta mais que o dobro de turistas da Copa do Mundo - 6,6 milhões e 3,1 milhões, respectivamente. A ministra espera que o Mundial se torne efetivamente um evento de integração entre os povos, com laços fortalecidos, respeito e dignidade.

O credenciamento para a utilização do Centro Aberto de Mídia deve ser feito no Portal da Copa.
Para mais informações acesse os endereços:
www.copa2014.gov.br/cam (Português)
www.copa2014.gov.br/es/cam (Español)
www.copa2014.gov.br/en/cam (English)

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

EDITAIS
23.290
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
4.132
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
1 Out
2021
The Land Accelerator - América Latina
Prazo
1 Ago
2021
AAAS Kavli Science Journalism Awards
Prazo
Contínuo
Super Desafio COVID-19 - Startups
Prazo
10 Ago
2021
The Chelsea International Photography Competition 2021
Prazo
5 Jun
2021
Prêmio Excelência em Competitividade 2021
Prazo
15 Dez
2021
Premio Iteramericano a Las Buenas Práticas para el...
Prazo
15 Jun
2021
FAPESP / M-ERA.NET 2021 – Ciência de Materiais e...
Prazo
Contínuo
Adobe Creative Residency Community Fund
Prazo
15 Jun
2021
Professional Fellowship 2021
Prazo
15 Jun
2021
2º Call for Partnerships - Global Media Defence Fund

PARCEIROS VER TODOS