Fundação Fé e Alegria proporciona educação com conscientização

Por: Dialogo Social
01 Julho 2008 - 00h00

A Fundação Fé e Alegria foi criada há 50 anos na Venezuela pelo padre jesuíta José Maria Vélaz e está presente em 17 países da América Latina. Ela atua nas áreas de educação formal e não-formal e abre espaços para outras ações de promoção humana, tais como: criação de emissoras de rádio de conteúdo educativo, desenvolvimento de programas de educação de adultos, capacitação para o trabalho e reinserção escolar, capacitação de educadores, fomento de cooperativas e micro-empresas, projetos de desenvolvimento comunitário, de saúde, de cultura indígena, e edição de materiais educativos. Em 2006, a fundação atendeu mais de um milhão de pessoas na América Latina e, em 2007, foram atendidas cerca de 100 mil pessoas em 14 estados brasileiros.

No Brasil desde 1981, a fundação é uma organização social coordenada por jesuítas e coordena o Movimento de Educação Popular Integral e Promoção Social. Por considerar Paulo Freire um dos pensadores mais importantes da pedagogia latino-americana, a organização assumiu sua proposta de educação popular.

Sempre presente nas atividades da Fé e Alegria, o trabalho voluntário é utilizado no apoio administrativo, na captação de produtos e parceiros, nas palestras para a Escola da Família e a Estação Cultural, programas desenvolvidos pela entidade, na promoção de bazares, em aulas de espanhol para funcionários e comunidade e nos contatos com escolas. ”O trabalho voluntário para a Fé e Alegria é a combinação de amor, talento e tempo que deu certo, pois descobrimos no compromisso e seriedade dessa equipe uma satisfação em ver a continuidade dos projetos e a qualidade do nosso atendimento.Hoje, o voluntariado é um braço fundamental: é bastante atuante e participa da nossa missão, que é estar nos extremos das cidades, atendendo a quem realmente precisa, com qualidade e respeito”, revela o padre Carlos Fritzen, diretor presidente da Fundação Fé e Alegria do Brasil.

A Fundação vê a educação como um meio de capacitação humana e política que permite aos beneficiários a participação real na sociedade para poder, dessa forma, transformá-la e exercer a sua cidadania. Sua ação é impulsionada pela fé cristã e se dirige de forma co-participativa aos setores empobrecidos, principalmente crianças e jovens, privilegiando os grupos discriminados por razões étnicas, culturais, de gênero ou por necessidades especiais. Em perfeita harmonia com o que disse o seu fundador, padre José Maria Vélaz: Fé e Alegria começa onde termina o asfalto...

Fundação Fé e Alegria
(11) 3865-9761

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS