Estudo aponta que grande parte dos resíduos eletroeletrônicos pode ser recuperada

Por: Instituto Filantropia
26 Maio 2014 - 19h49

O Brasil deve gerar cerca de 1,100 mil toneladas de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos pequenos (Reee) em 2014, podendo aumentar para 1,247 mil toneladas no ano seguinte. A previsão faz parte do estudo Logística Reversa de Equipamentos Eletroeletrônicos – Análise de Viabilidade Técnica e Econômica, encomendado pela Secretaria de Desenvolvimento da Produção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (SDP/MDIC) e pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). O levantamento mostra que os 150 maiores municípios brasileiros são responsáveis por dois terços do resíduo eletroeletrônico descartado no Brasil. Também afirma que a maioria dos resíduos pode ser recuperada. O estudo avalia o custo de implantação do sistema e a divisão de responsabilidades entre indústria, comércio, consumidores e governos federal, estadual e municipal e norteará a implantação de política de reciclagem e destinação adequada de resíduos eletroeletrônicos no país. O levantamento considerou equipamentos eletroeletrônicos pequenos, televisões e monitores, DVD/VHS, produtos de áudio, computadores desktop e notebooks, impressoras, celulares, batedeira, liquidificador, ferro elétrico e furadeira.
j.mp/RF_residuos

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS