Esportes radicais e inclusão social

Por: Revista Filantropia
01 Novembro 2004 - 00h00
A prática de esportes radicais como escalada e surfe para crianças com necessidades especiais aumenta a auto-estima e colabora para a inclusão social. A sensação de superação de limites e a chance de socialização são alguns benefícios, além da melhoria no condicionamento físico. A ONG Aventura Especial, criada em 2003, já ofereceu aulas de skate e escalada para crianças com dificuldade de locomoção, porém, o projeto teve de ser interrompido por falta de patrocínio. A organização também tem cursos para adultos.

PARCEIROS VER TODOS