Esgotamento é o pior serviço público

Por: Revista Filantropia
01 Novembro 2007 - 00h00
O Instituto Trata Brasil e a Fundação Getúlio Vargas anunciaram em 27 de novembro os resultados da pesquisa Indicadores do Saneamento Básico. O levantamento inédito identifica os impactos do investimento em coleta e tratamento de esgoto, no desenvolvimento econômico, na qualidade de vida e na promoção da saúde. Entre os indicadores, destaca-se que, com o atual nível de investimento em saneamento básico, somente em 2122 a totalidade da população brasileira terá acesso à rede de esgoto. Atualmente, a falta de saneamento básico atinge 53% dos brasileiros.
www.fgv.br
www.tratabrasil.org.br

PARCEIROS VER TODOS