Disponibilidade: peça-chave no voluntariado

Por: Thiago Baise
19 Dezembro 2012 - 23h25

Fazer diagnóstico, mobilizar pessoas, realizar planejamentos, preparar e executar atividades, criar logotipo, camiseta e premiações são algumas das atividades que podem fazer parte de um programa empresarial de voluntariado. Com tais ações, o programa ganha vitalidade.
Um erro que pode colocar tudo a perder é achar que com um organograma bem feito ou com processos instituídos será possível sustentar um programa por muito tempo. A falta de um animador da rede de voluntários no dia a dia é um engano que pode custar o descrédito do assunto entre os colaboradores. Isso porque promover o voluntariado é lidar com o íntimo das pessoas, com seus sonhos. Ter uma referência na empresa para escutar as demandas e alinhar as expectativas traz um ganho muito grande, por ser um caminho constante de ajustes.
É fato que existe uma característica inerente ao voluntariado: muitos começam e param. Com este pressuposto em mente é que se pensa em um programa de voluntariado em longo prazo. Neste quesito, a disponibilidade é a alma do “negócio”, inspirando e cativando as pessoas a participarem das ações, o que demanda da empresa energia e dedicação. Esses fatores reforçam a necessidade de se criar uma estrutura que abarque o programa, envolvendo centro de custos e um facilitador de grupos e processos.
Ainda sobre disponibilidade, ela envolve escutar as vontades dos voluntários, o que representa construir junto com as pessoas as iniciativas, e não levar tudo pronto. Voluntários realizam atividades por diferentes motivos:

  • contribuir executando uma tarefa em específico (fazer planilha, organizar festa, contar história, fazer comida etc.)
  • pela motivação de estar com outras pessoas (conversar, fazer integração, receber a comunidade, brincar com as crianças, ouvir os idosos etc.)
  • atuar por uma causa que chame sua atenção (educação, ambiental, saúde, direito, esporte etc.).

Todos têm o impulso para ajudar, mas de formas diferentes. Estar atento às individualidades, às fases da vida dos colaboradores e às suas particularidades requer investir nos relacionamentos, fazendo valer os diálogos e proporcionando a diversidade de atividades e tarefas. 

O equilíbrio entre planejar, executar e conversar é sempre um impulsionador para que projetos se transformem em atitudes que gerem transformação, tanto para quem faz quanto para quem recebe.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
20.245
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.592
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas
Prazo
Matchfunding Enfrente o Corona
Prazo
31 Dez
2020
IberCultura Viva 2020
Prazo
30 Nov
2020
Stop Slavery Award 2021
Prazo
Patrocínio BS2
Prazo
Paranapanema - Doações e Patrocínios
Prazo
Aceleradora P&G Social
Prazo
20 Set
2020
Edital de Patrocínio - Banco da Amazônia
Prazo
2 Out
2020
Arte em Toda Parte
Prazo
20 Set
2020
Prêmio 99 de Jornalismo

PARCEIROS VER TODOS