Dira Paes

Por: Juliana Fernandes
01 Setembro 2010 - 00h00

Atuação pelos Humanos

Dira Paes é paraense e, desde os 15 anos, trabalha como atriz. Curiosamente, sua estreia aconteceu em uma produção internacional, Floresta das Esmeraldas, em 1985. No decorrer de sua carreira, recebeu diversos prêmios por sua atuação no cinema e na televisão.

Entre as personagens de sucesso, merecem destaque Norminha, da novela Caminho das Índias, e Solineuza, do seriado A Diarista. Fora das telas, a atriz desenvolve um papel social na luta pelos Direitos Humanos no Brasil. Ela atua como diretora na ONG Movimento Humanos Direitos (MHuD), que reúne atores, intelectuais, professores, cartunistas e jornalistas. A organização se dedica a questões relacionadas ao trabalho escravo, aos direitos da criança e do adolescente e à preservação das comunidades indígenas.

Este ano, o foco do MHuD é lutar pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê a desapropriação e o confisco da propriedade onde houver flagrante do crime de trabalho escravo. Em entrevista à Revista Filantropia, a atriz fala sobre seu envolvimento com a causa e a importância do Terceiro Setor para a erradicação dos problemas sociais no país.

Revista Filantropia: Além do seu trabalho como atriz, você também atua como voluntária e diretora na ONG Movimento Humanos Direitos (MHuD). Comente sobre o projeto.

Dira Paes: O Movimento Humanos Direitos existe desde 2002 e partiu da necessidade de fortalecer o encontro de artistas, intelectuais, professores e voluntários para lançar um olhar profundo sobre a condição dos Direitos Humanos no Brasil. O padre Ricardo Rezende é a nossa inspiração. Ele é um doutor em trabalho escravo no Brasil, uma das nossas primeiras causas. A gente atua também na questão do meio ambiente e nas questões dos direitos das crianças e dos adolescentes. Este ano, estamos dando um enfoque especial para a questão do trabalho escravo, para que a PEC seja aprovada definitivamente, pela desapropriação de terras onde exista frequencia de trabalho escravo, e combater essa ideia.

RF: Qual a melhor forma de identificar e solucionar esses problemas?

DP: Estar com um “olho aguçado” sobre as causas e tentar fazer com que a nossa visibilidade sirva para essas questões, que são muito cruéis, porque na maioria dos casos são intensas, justamente por não terem olhares, por não terem órgãos que as fiscalizem, e há uma necessidade muito grande.

RF: O que você destacaria como a principal conquista do Movimento desde a sua criação, em 2002?

DP: Eu falo que pequenas conquistas são grandes conquistas. Agora, por exemplo, conseguimos que os candidatos
à presidência da república assinassem uma carta-compromisso com as questões dos Direito Humanos. Isso já é uma grande coisa.

RF: De que forma você começou a atuar na área social? O que te motivou a desenvolver esse trabalho?

DP: Eu sempre vi minha mãe fazendo um papel de assistente social e sempre tive essa inquietude sobre o abismo que existe no Brasil, a falta de direitos cumpridos, uma coisa que desde a adolescência me incomodou muito. Sempre que pude, tive uma atuação dentro do cenário do meu Estado, que é muito explorado dentro de suas riquezas. Então, nesse sentido, eu acho que estive alerta sobre essas questões e encontrei pessoas dentro do meu trabalho e do meu âmbito de amizades que também têm esse mesmo olhar. Acho que é uma maneira saudável de conviver entre amigos e praticar uma coisa em prol de si mesmo, porque melhora para todos. Trabalhar por isso é uma sensação muito boa.

RF: Em sua opinião, qual a importância do trabalho das ONGs para o desenvolvimento dos Direitos Humanos no Brasil?

DP: Hoje em dia, o Terceiro Setor é reconhecidamente essencial. A sociedade já não vive sem essa ajuda, essa assistência. Temos que aproveitar as pessoas inteligentes e de bem que desenvolvem projetos ao seu redor. Às vezes, os pequenos atos e acertos são os que transformam mesmo a humanidade. Nesse processo, as ONGs têm um trabalho fundamental, que tem de ser sério e com muita responsabilidade, prestando um serviço transparente.

RF: Você acredita que a classe artística contribui para o sucesso de iniciativas sociais?

DP: Não acho que isso tenha uma relação direta. Eu acho que a seriedade, a disponibilidade das pessoas que se dedicam
ao trabalho voluntário é o que importa. Não importa se é uma pessoa com visibilidade ou não. Até mesmo porque, geralmente, precisa de vários representantes de outras áreas para poder formar uma equipe. Então você nunca tem algo homogêneo, só com um perfil.

RF: Mas a televisão, por ser um veículo de massa, ajuda a conscientizar a população sobre os problemas
sociais do país?

DP: Acho que sim. Acho que a gente tem uma voz como cidadão. O público entende quando a gente se expressa como artista e quando a gente se expressa como um cidadão normal, como qualquer outro.

RF: E você acha que as pessoas estão mais engajadas e conscientes sobre o exercício da cidadania?

DP: Acredito que sim. A primeira vez que eu ouvi, conscientemente, as pessoas se manifestarem sobre a palavra cidadania aconteceu durante a era Betinho. Tudo passa por isso, é uma questão de cidadania você não querer mais do que você tem direito, e não deixar também de fazer o seu dever. A cidadania é uma consciência que é desenvolvida, e isso faz realmente com que a convivência se torne muito melhor entre as pessoas.

RF: Além do trabalho no Movimento, você realiza alguma outra ação social?

DP: Sim, em várias situações. Mas é natural, a maioria dos amigos que eu conheço tem um envolvimento. Hoje em dia existe uma grande fatia da sociedade que está alerta e contribui de alguma forma. A gente precisa cotidianamente
fazer algo por alguém.

 

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
10.018
Oportunidades Cadastradas
7.946
Modelos de Documentos
2.137
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Ago
2018
Chamada CNPq/MS/SCTIE/Decit Nº 19/2018 - Fitoterápicos...
Prazo
6 Set
2018
Olimpíadas Científicas 2018
Prazo
17 Set
2018
Chamada Universal MCTIC/CNPq
Prazo
30 Ago
2018
Programa Inova Global – Intercâmbio Empresarial...
Prazo
10 Set
2018
Prêmio Fandango Caiçara, Patrimônio Cultural Do...
Prazo
30 Ago
2018
Apoio a candidaturas para a Rede de Cidades Criativas...
Prazo
31 Ago
2018
Prêmio Funarte Artes Visuais - Periferias e Interiores...
Prazo
13 Set
2018
Premiação De Iniciativas Socioculturais Nos Centros...
Prazo
28 Ago
2018
Prêmio Fundação André E Lucia Maggi - Boas Práticas...
Prazo
28 Ago
2018
Prêmio Fundação André E Lucia Maggi - Melhores...
Prazo
28 Ago
2018
Prêmio Fundação André E Lucia Maggi - Empreendedor...
Prazo
1 Set
2018
12ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos
Prazo
2 Out
2018
Seleção de Boas Práticas na Temática Educação...
Prazo
6 Set
2018
12ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos
Prazo
14 Set
2018
Programa De Educação Pelo Trabalho Para A Saúde...
Prazo
24 Set
2018
WFP's Innovation Accelerator
Prazo
25 Set
2018
Positive Action Challenges - Breaking Out of the Echo...
Prazo
1 Out
2018
Thomas J. Dodd Prize in International Justice and Human...
Prazo
15 Out
2018
Human Rights Prize of the French Republic 2018
Prazo
31 Out
2018
Empowering People Award 2019
Prazo
9 Jan
2019
Collaborative Awards in Humanities and Social Science
Prazo
11 Jan
2019
Research Fellowships in Humanities and Social Science
Prazo
Contínuo
Filiação ao Departamento de Informação Pública...
Prazo
7 Set
2018
Aurora Humanitarian Initiative 2019
Prazo
14 Set
2018
Newtrition® Health Innovation Challenge
Prazo
18 Set
2018
Third Call for Research to improve Adolescent Health...
Prazo
30 Set
2018
Her Abilities Award
Prazo
1 Set
2018
Worldwide Grant Program
Prazo
10 Set
2018
Consolidação da Implantação do Sistema Nacional...
Prazo
1 Set
2018
Nasser Bin Hamad Youth Creativity Award - Art NBH Award
Prazo
3 Set
2018
Tourism Startup Competition
Prazo
Contínuo
Chamada Pública ANCINE-FSA - Coinvestimentos Regionais
Prazo
1 Set
2018
Nasser Bin Hamad Youth Creativity Award - Architecture...
Prazo
1 Set
2018
Nasser Bin Hamad Youth Creativity Award - Film Making...
Prazo
15 Set
2018
Prêmio Roberto de França (Pernalonga) de Teatro
Prazo
28 Set
2018
Eventos Científicos
Prazo
Contínuo
Programa Avançar Cidades - Operações de Crédito...
Prazo
1 Set
2018
Nasser Bin Hamad Youth Creativity Award - Graphic Design...
Prazo
1 Set
2018
Nasser Bin Hamad Youth Creativity Award - Photography...
Prazo
1 Set
2018
Nasser Bin Hamad Youth Creativity Award
Prazo
3 Set
2018
Apoio À Publicação De Artigos
Prazo
31 Out
2018
EUREKA — Globalstars Brasil 2018
Prazo
16 Nov
2018
The Minor Foundation for Major Challenges
Prazo
15 Dez
2018
The Awesome Foundation - Awesome Disability
Prazo
29 Ago
2018
Apoio Ao Edital Redes Territoriais
Prazo
31 Ago
2018
Edital Do Processo Seletivo Para O Curso De Aperfeiçoamento...
Prazo
21 Set
2018
UK-Brazil English Collaboration CONFAP-BRITISH COUNCIL
Prazo
21 Set
2019
Crédito De Pesquisa Para Comitês Técnico-Científicos
Prazo
27 Ago
2018
Apoio à Infraestrutura de Pesquisa em Áreas Temáticas...
Prazo
3 Set
2018
Ação Transversal – SOS Equipamentos
Prazo
4 Out
2018
Chamada Pública MCTIC/FINEP/CT-INFRA – Campi universitários...
Prazo
16 Out
2018
SENASP – Ação 8855 – Segurança Pública Nos...
Prazo
31 Ago
2018
Circula Minas - Programa de Apoio a Viagens 2018
Prazo
31 Ago
2018
Prêmio Pernambuco de Fotografia 2018
Prazo
31 Ago
2018
10 º Prêmio CBN de Jornalismo Universitário
Prazo
31 Ago
2018
Cartier Women’s Initiative Awards 2018
Prazo
31 Ago
2018
III Festival de Teatro Estudantil
Prazo
12 Set
2018
Finep e Conselho Norueguês (RCN)
Prazo
21 Mar
2019
Seleção de Projetos Esportivos - Lei de Incentivo
Prazo
Contínuo
Revista Científica de Direitos Humanos - Submissão...

PARCEIROS VER TODOS