Democratizando A Informação

Por: Thaís Iannarelli
06 Julho 2015 - 20h55

Fórum Interamericano De Filantropia Estratégica 2015 Reuniu Temas Importantes E Participantes De Todo O País

rF72 05

Troca de experiências, disseminação do conhecimento e  momentos de integração foram os principais fatores que  marcaram a segunda edição do Fórum Interamericano de  Filantropia Estratégica (FIFE), realizado pelo Instituto  Filantropia entre os dias 24 e 27 de março na cidade de Gramado,  no Rio Grande do Sul. A primeira edição do FIFE, em 2014,  aconteceu em Natal, Rio Grande do Norte.

Com mais de 60 palestrantes e 420 participantes, o FIFE 2015  trouxe temas relacionados às boas práticas de gestão do Terceiro  Setor e 88 horas de conteúdo, assim como palestras de diversas  áreas de interesse, como contabilidade, legislação, comunicação,  captação de recursos, recursos humanos, voluntariado, assistência  social, entre outras. No dia 24 de março, antes da abertura oficial  do FIFE, aconteceram cinco mini treinamentos pré-FIFE. Com seis  horas de duração, os temas abordados foram: Siconv em 4 etapas;    Incentivos Fiscais para a Captação de Recursos; Certificação e  Manutenção do CEBAS; Empreendedorismo e Negócios Sociais;  Monitoramento de Indicadores e Avaliação de Impacto Social.

Na abertura oficial do evento, o palestrante e humorista  Murilo Gun falou sobre criatividade e inovação, seguido pela  fala do presidente do Instituto Filantropia, Marcio Zeppelini, e  pela apresentação do grupo Korvatunturi, espetáculo local que  reúne teatro, dança e técnicas circenses.

Os dias 25 e 26 de março foram focados em conteúdo técnico. Temas variados, como SPED, Cebas, tecnologias sociais,  investimento social privado, Sistema Único de Assistência  Social (SUAS), captação de recursos com indivíduos, cultura  da doação, legislação trabalhista, E-social, entre outros, fi zeram  parte da programação. Debates também marcaram o evento;  destaque para o debate sobre o Novo Marco Regulatório das  Organizações da Sociedade Civil (Lei 13.019/2014), com a presença  da assessora especial da Secretaria Geral da Presidência da  República, Laís Lopes, da advogada Ana Carolina Carrenho e  do contador, auditor e advogado Ricardo Monello.

Os dias foram encerrados com palestras magnas. No dia 25 de  março, Vanda Scartezini, representante da Public Registry Interest  (PIR), falou sobre o lançamento da comunidade global de ONGs,  a OnGood, seguida pela pesquisadora Paula Chies, da International  Society for Third-Sector Research (ISTR), que falou sobre a importância  de relacionar a teoria e a prática para a eficiência da atuação das  organizações sociais. No dia 26, as palestras magnas foram proferidas  por Cintia Pino, da rede social Horyou, que falou sobre Ativismo  digital e relacionamentos via web, e Maria Elena Johannpeter, da  Parceiros Voluntários, que abordou a responsabilidade social e os  relacionamentos estratégicos das ONGs e outros agentes.

rf72 46No dia do encerramento, o secretário executivo adjunto do  Movimento Nacional pela Cidadania, Odilon Faccio, falou sobre  os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Depois, a artista  Maria Goret Chagas emocionou a todos com sua história de vida  e superação, e também fez, ao vivo, pinturas com os pés e com a  boca.

Roberto Ravagnani, mestre de cerimônias – um dos fundadores  da ONG Canto Cidadão – fez o encerramento do evento, e  Marcio Zeppelini anunciou o local de realização do FIFE 2016: de  5 a 8 de abril, em Fortaleza, Ceará.

“Esta segunda edição do FIFE  mostrou que o evento veio para ficar.

Certamente é e será um dos  principais momentos de discussão e troca de conhecimento que o  Terceiro Setor brasileiro tem em seu calendário”, diz Marcio Zeppelini.

O FIFE 2015 contou com 420 participantes de 25 estados  brasileiros.

“Participar do FIFE 2015 foi uma oportunidade de  estabelecer uma rede de conhecimento, aprendizado e crescimento  profissional.

O Terceiro Setor no Brasil passa por importantes  transformações, e cresce de maneira positiva, além da certeza de  que pessoas capacitadas podem desenvolver processos mais organizados,  que trazem resultados extremamente favoráveis dentro das  organizações”, diz André di Senna, da participante da Associação  Maringaense dos Autistas (AMA).

Na edição de 2015, o Instituto contou com o patrocínio da  Public Interest Registry (PIR)/OnGood.

Nossos parceiros incentivadores  foram a Horyou, a Nelson Williams Advogados e o Instituto  Bancorbrás.

Além disso, contamos com o apoio da gráfica O Lutador,  Chocolates Lugano, Audisa Auditores Associados, Canto Cidadão e  Curta a Ideia.

O FIFE 2015 também teve a participação de 20 instituições  brasileiras e estrangeiras, que apoiaram na divulgação e com  conteúdo.

As inscrições do FIFE 2016 já estão abertas, e afiliados  do Instituto Filantropia têm condições especiais para participar!

PARCEIROS VER TODOS