Demissão ilegal 2

Por: Instituto Filantropia
21 Junho 2013 - 21h39

Pessoas com necessidades especiais contratadas pelo sistema de cotas só podem ser demitidas caso o empregador contrate substituto, nas mesmas condições, para o mesmo cargo. O entendimento é da Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que determinou a reintegração ao emprego de uma bancária – vítima de amputação traumática – demitida em 2008. O banco foi condenado, ainda, ao pagamento dos salários vencidos e vincendos, das vantagens correspondentes, além dos benefícios a que a trabalhadora teria direito se estivesse em atividade. De acordo com a lei, empresas com 100 ou mais empregados estão obrigadas a preencher entre 2 a 5% de seus cargos com beneficiários reabilitados ou pessoas com deficiência, habilitadas, e a dispensa imotivada poderá ocorrer somente após a contratação de um substituto de condição semelhante.
www.tst.jus.br

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
15.198
Oportunidades Cadastradas
9.566
Modelos de Documentos
3.061
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
16 Dez
2019
Bikeducação: Edital Itaú para Seleção de Projetos...
Prazo
16 Dez
2019
ONU / FIDA - Concurso de Fotografia “Juventude e...
Prazo
Contínuo
Fundo Regenerativo Brumadinho
Prazo
22 Dez
2019
UNDEF - 2019 Call to Civil Society to Apply for Funding...
Prazo
1 Jan
2020
Fundo Julia Taft para Refugiados
Prazo
25 Jan
2020
Environmental Curricula Grants
Prazo
31 Mar
2020
United Nations Voluntary Fund on Disability
Prazo
20 Jan
2020
United Nations Voluntary Trust Fund for Victims of...
Prazo
Contínuo
Mitsubishi Corporation Foundation for the Americas
Prazo
Contínuo
Oak Foundation’s - Issues Affecting Women Programme

PARCEIROS VER TODOS