Crowdfunding Para Projetos Sociais

Por: Tahiana D’egmont
06 Julho 2015 - 21h04

rf72 08Engana-se quem pensa que a maior dificuldade das  ONGs é resolver problemas mundiais. Aliás, deveria  ser. Mas, a maior dificuldade delas, na verdade,  é arrecadar recursos para seus projetos sociais. E o  crowdfunding vem como uma solução de custo baixíssimo, gerando  resultados rápidos para esse problema.  E mais, com o crowdfunding  a ONG pode arrecadar fundos antes do período de maturação  exigido pelo Governo, que é de dois anos (afinal, as ONGs  possuem necessidades imediatas, não podem esperar dois anos!).

A palavra crowdfunding, traduzida ao pé da letra, significa  ‘financiamento feito por uma multidão’. É quando várias pessoas  resolvem se engajar em um projeto com o qual se identificam,  ajudando a financiá-lo com seu próprio dinheiro. Não existe  uma quantia fechada, cada um colabora com o valor que pode. Baseado na economia colaborativa, tem como fundamento a  premissa de que, juntos, todos podem conquistar seus objetivos.

Dentre os diferentes objetivos de ONGs que criam campanhas  de crowdfunding, destacam-se:

 

 

  • Arrecadar fundos para viabilizar ações humanitárias; 
  • Arrecadar fundos para custear a manutenção de abrigos e tratamento  de animais; 
  • Apoio financeiro para o pagamento de despesas operacionais  da ONG; 
  • Arrecadação de recursos financeiros para a compra de matérias,  equipamentos, meios de transporte, entre outros itens a  serem utilizados pelas ONGs.

Geralmente, quando se arrecada fundos para uma causa nos  métodos tradicionais, é preciso contratar uma equipe para gerenciar  a campanha. No entanto, a plataforma de crowdfunding realiza  todos os papéis: recebe e registra as contribuições feitas por  você; contabiliza a quantidade já arrecadada e estima quanto ainda  falta para alcançar o objetivo financeiro; algumas oferecem dicas  e estratégias de divulgação; e, por fim, o site também registra os  dados dos apoiadores da causa para o seu controle e para, eventualmente,  ao final das arrecadações, retribuir quem doou com  recompensas simbólicas.

Mas, as plataformas de crowdfunding tiveram de se adaptar  para atrair as ONGs. O grande aumento de campanhas de  crowdfunding de ONGs em 2014 foi resultado do surgimento  da opção da campanha flexível, trazida pela plataforma da Kickante. Antes, no Brasil, só havia a opção de ‘campanhas tudo ou nada’,  ou seja, a ONG só recebia o valor arrecadado se batesse ou ultrapassasse  a meta estabelecida. Porém, sabemos que qualquer valor  de doação é bem-vindo para as ONGs. Com a opção da campanha  flexível, a ONG leva o que arrecadar, independentemente  de atingir ou não a meta. Este é um diferencial que vem atraindo  ONGs grandes, como Médicos Sem Fronteiras, mas também  organizações pequenas. Segundo uma declaração do Médicos  Sem Fronteiras, “escolhemos a plataforma da Kickante pois é  mais focada em fundraising do que as plataformas de crowdfunding  tradicionais, em que só há o processo de ‘tudo ou nada’. Qualquer valor é bem-vindo, não podemos perder as doações!”.

Outra vantagem do crowdfunding para projetos sociais é que  as ONGs podem receber doações das mais diversas cidades do  Brasil e do mundo – algumas plataformas já aceitam doações do  exterior. Estes doadores nem saberiam da existência da instituição  ou do projeto social se não fosse pela ferramenta, e isso contrasta  com a teoria de que doadores e instituições precisam estar  próximos, ou de que as instituições só devem arrecadar doações  pela comunidade, ou de pessoas próximas. Aliás, esta dispersão  geográfica talvez seja uma das características mais marcantes do  crowdfunding. Quando o contribuidor se identifica com o projeto  social realizado pela ONG, ele contribui e ajuda a transformar  a vida de diversas pessoas.

Além disso, ao final da campanha de crowdfunding, algumas  plataformas disponibilizam a lista de todos os contribuintes. Essas  pessoas passam a fazer parte do mailing da ONG, o qual poderá  ser utilizado em outras divulgações, fora da plataforma – antes  de iniciar a sua campanha, certifique-se com a plataforma sobre  esta funcionalidade. Por isso, é importante que a ONG trabalhe  o relacionamento com estes doares, pois eles podem se tornar  fiéis a Instituição.

Mercado De Crowdfunding Para O Terceiro Setor

Este é um mercado que está em pleno crescimento no Brasil, e já  há novidades sendo lançadas. Uma delas é o Clube de Contribuição  Mensal, pelo qual as ONGs podem arrecadar doações continuamente  para seus projetos sociais. Elas criam um campanha com  as mesmas configurações de uma campanha de crowdfunding  comum, mas podem arrecadar de forma recorrente. Esta é uma  opção que pode ser realizada após uma campanha de crowdfunding  normal, pois já houve uma divulgação prévia da ONG, do  projeto social e de suas necessidades.

Outra novidade lançada recentemente é o Kick Solidário. Neste caso, o contribuidor se torna um voluntário digital e pode  criar uma campanha de crowdfunding para arrecadar fundos  para uma ONG de que goste. A plataforma já possui o cadastro  prévio de dezenas de ONGs, e todas as doações vão diretamente  para a Instituição escolhida pelo voluntário. Se você se identifica  com algum projeto e deseja mudar a vida das pessoas, esta é uma  ótima oportunidade! 

2014 foi o ano em que o Terceiro Setor realmente passou a  conhecer o crowdfunding e todas as suas vantagens. Também foi  o ano em que recordes de arrecadação foram batidos. A campanha  #Torcida MSF, para o Médicos sem Fronteiras, foi a maior  arrecadação em crowdfunding para entidades de terceiro setor  no país – um total de R$ 143.263,00, em 2.698 contribuições. A segunda maior arrecadação para o Terceiro Setor, a campanha  Artic Sunrise, para a recuperação do navio do Greenpeace, arrecadou  R$ 106.225,00, em 1.841 contribuições.

Para este ano, a tendência é que mais ONGs utilizem o  crowdfunding para viabilizar projetos sociais, e também que as  plataformas inovem para se adaptar cada vez mais às necessidades  do Terceiro Setor. Mas, é realmente positivo saber que as ONGs  podem diversificar as maneiras de arrecadar recursos. O sucesso  do crowdfunding para o Terceiro Setor mostra que a população  está ao lado da ONG, e não quer que projetos sociais fiquem  somente no papel: eles querem ajudar a transformar a sociedade!

www.kickante.com.br

PARCEIROS VER TODOS