Consciência Ambiental Por Trás Das Telas

Por: Thaís Iannarelli
02 Fevereiro 2016 - 23h01

2

Atriz Leticia Spiller é embaixadora do Greenpeace e defende causas em prol do meio ambiente

Atualmente como embaixadora do Greenpeace, a atriz  Leticia Spiller começou a atuar em 1985, antes de ser  paquita, no Xou da Xuxa.

Depois, atuou em várias  novelas, como Quatro por Quatro, Salve Jorge, Joia  Rara e, atualmente, I Love Paraisópolis.

Sempre envolvida em  causas ambientais – cresceu ao lado de sua irmã, ambientalista,  Letícia tornou-se embaixadora do Greenpeace pelo Desmatamento  Zero no Brasil em 2015.

Em declaração à instituição, a atriz disse que a luta pela preservação  do meio ambiente sempre fez parte de sua vida.

“Através  das minhas viagens o que vi e vejo na Amazônia em termos de  desmatamento é aterrorizante e assustador! É inacreditável! Como  chegamos a isso?”, questionou.

Em entrevista à Revista Filantropia, Leticia fala sobre sua  atuação no mundo das organizações sociais e sobre sua percepção  da atuação das ONGs na sociedade brasileira como um todo.

Revista Filantropia: Atualmente, você apoia a campanha  “Entrando pelo cano”, da ONG Uma Gota no Oceano, e é  embaixatriz do Greenpeace pelo Desmatamento Zero no  Brasil. Você sente mais afinidade com causas ambientais? 

Letícia Spiller: Não só com as causas ambientais, com outras  também. As questões de meio ambiente fazem parte da minha  vida desde que sou criança, porque minha irmã é ambientalista.  Tenho muito amigos que trabalham nesse setor e me interesso  bastante. Mas acho tão importante quanto várias outras campanhas  que também apoio, como a doação de sangue, por exemplo.

RF: Atualmente, muitos artistas estão engajados em causas  sociais, humanitárias, ambientais e animais. Você acredita  que esse envolvimento impacta positivamente a sociedade? 

LS: Com certeza! Acho que através da arte a gente pode conseguir  muita coisa. E, para mim, o artista tem esta missão de ajudar  de alguma forma com a sua imagem, já que somos formadores de  opinião para a sociedade.

RF: Você protagonizou o filme “O casamento de Gorete”,  no qual interpretou uma drag queen, participou da Parada  LGBT do Rio de Janeiro e gravou um vídeo apoiando a propaganda  do Boticário protagonizada também por casais  gays. Como você avalia o trabalho das organizações sociais  que defendem os direitos das causas LGBT? 

LS: Vejo muitas organizações extremamente eficientes,  inclusive por parte do próprio governo do Rio de Janeiro, atuando  na campanha contra a homofobia.
Mas acho que temos que evoluir muito ainda para que a realidade LGBT seja visto  com cada vez menos preconceito. Para mim, toda forma de  amor vale a pena! 

RF: O que você acha da atenção que o poder público dispensa  para as organizações sociais brasileiras? 

LS: Acho que algumas pessoas atentam para isso, sim, e outras  têm preconceito. Mas se a gente não fizer alguma coisa, quem  fará? Infelizmente, ainda temos um longo caminho até que as  pessoas comecem a exigir do governo uma posição mais presente,  principalmente em relação a ações na área da saúde, educação e  também do desmatamento.

RF: Se pudesse escolher uma causa social para receber  um investimento e transformar a sociedade, qual seria?

LS: Eu me dedicaria a criar várias escolas que pudessem reeducar  e formar agentes agroflorestais, pra aprenderem a preservar  e enxergarem que, por meio de cooperativas que reciclam a natureza  de alguma forma é possível sobreviver disso, principalmente  se você mora em um lugar que não é uma metrópole. E acho que  outra causa social que eu escolheria seria contra a homofobia.

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS