Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

Por: Thaís Iannarelli
01 Janeiro 2005 - 00h00

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), importante representante da Igreja Católica no país, foi fundada no ano de 1952, época de renovações na vida religiosa.

O nascimento da CNBB tornou clara a importância da colegialidade entre os bispos, pois, dessa forma, havia possibilidade de cooperação de congregações e institutos. Atualmente, o estudo dos assuntos que interessam à Igreja é um dos principais focos da conferência, que pretende, com isso, promover a ação pastoral no Brasil.

A conferência também tem a incumbência de se relacionar com os poderes públicos, assim como aprofundar cada vez mais a comunhão dos bispos, entre outras funções.

Campanhas

Uma das maiores realizações da CNBB é a Campanha da Fraternidade, idealizada em 1961 e realizada pela primeira vez em 1962, na época da quaresma. A primeira edição da Campanha da Fraternidade teve adesão de apenas três dioceses. Já no ano seguinte, 16 dioceses do nordeste participaram da campanha, dando início a um projeto anual dos Organismos Nacionais da CNBB e de igrejas particulares.

O projeto foi lançado nacionalmente em 1963 e aprovado pelos bispos em 1964, mas somente no ano seguinte a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil assumiu a Campanha da Fraternidade. Até hoje, a campanha é considerada uma atividade de evangelização que leva as pessoas a viverem, com fraternidade, compromissos importantes para a transformação da sociedade.

Outro evento idealizado pela CNBB é o Mutirão Nacional de Superação da Miséria e da Fome, lançado em 2002. Criado com a intenção de combater o problema da fome, essa ação pretende diminuir o desperdício de alimentos e mudar o quadro de contradição que existe no país: a fartura para quem tem dinheiro convivendo com a desnutrição de milhões de brasileiros.

Outras realizações

Além das campanhas mencionadas, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil também tem outras iniciativas que buscam a evangelização e ajuda à sociedade. Um exemplo é a Semana Social Brasileira, que acontece desde 1991 e possui três objetivos:

  1. analisar a situação socioeconômica e político-cultural do país no cenário internacional;
  2. verifi car quais desafi os essa realidade traz para a Igreja e outros movimentos da sociedade civil organizada;
  3. construir modelos que fujam do neoliberal adotado pelas classes dominantes e mostrar maneiras de transformar a sociedade.

As semanas sociais são promovidas pelo antigo Setor Pastoral Social da CNBB – hoje Comissão para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz –, que conta com diversos parceiros, como entidades sindicais, movimentos sociais e ONGs.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil também está envolvida em outros projetos, como a Campanha para a Evangelização, o Congresso Eucarístico, o projeto SOS Haiti /República Dominicana e a Campanha do Desarmamento.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
22.766
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
4.060
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
3 Mai
2021
25º Concurso Inovação no Setor Público
Prazo
26 Abr
2021
15º Edital Funcultura Audiovisual
Prazo
Contínuo
Super Desafio COVID-19 - Startups
Prazo
21 Mai
2021
Projetos Sociais por Leis de Incentivo 2021
Prazo
14 Mai
2021
Edital de Seleção - Projetos Sociais
Prazo
11 Mai
2021
Prince Claus Seed Awards 2021
Prazo
10 Mai
2021
Para Mulheres na Ciência 2021
Prazo
Contínuo
Adobe Creative Residency Community Fund
Prazo
17 Mai
2021
PhotoContest 2021
Prazo
23 Mai
2021
9ª Convocatoria de Ayudas

PARCEIROS VER TODOS