Centro Universitário Senac recebe a exposição “A célula ao alcance da mão

Por: Revista Filantropia
01 Março 2007 - 00h00

Cerca de 70 peças representando o corpo humano foram expostas no Centro Universitário Senac (campus Santo Amaro) durante o mês de abril. A mostra A célula ao alcance da mão, do Museu de Ciências Morfológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), apresentou modelos em gesso, tridimensionais e em relevo, de células, organelas, tecidos, órgãos, embriões e fetos humanos. As primeiras peças foram feiras em 1989 para permitir que um aluno deficiente visual, do Instituto de Ciências Biológica da UFMG, pudesse acompanhar as aulas práticas de citologia e histologia geral. Inicialmente foram desenvolvidos desenhos em alto relevo e modelos em cortiça. Em 2004, a universidade inaugurou a exposição em gesso. Destinada para deficientes visuais conhecerem a estrutura do corpo humano por meio do tato, a mostra tem atraído também o interesse de estudantes com visão normal. Além de São Paulo e Minas Gerais, a exposição já passou por Brasília e Rio de Janeiro, sendo vista por mais de 70 mil pessoas. Em seguida, as peças seguiram para México, Costa Rica e França.

www.sp.senac.br

PARCEIROS VER TODOS