Brasil, território de oportunidades para o Face to Face

Por: Alberto López Blanco
01 Julho 2010 - 00h00

O Brasil está na moda. O caráter do seu povo, sua localização geográfica e seu enorme potencial econômico fazem deste país uma oportunidade para empresários e empreendedores que encontram nele o cenário ideal para o desenvolvimento de novos projetos. Com a captação de sócios e doadores para ONGs não é diferente. Por isso, o futuro da atividade de captação de recursos no Brasil é otimista e conta com 50 milhões de possíveis doadores.

A captação de doadores mediante técnicas de Face to Face (F2F), ou cara a cara, começou a aparecer no país há alguns anos com números muito pequenos, quando algumas instituições optaram por esse meio de forma tímida e alcançaram resultados em pequena escala.

Como funciona o F2F?

O F2F, conhecido também como diálogo direto, significa buscar apoio de doadores individuais (pessoa física) que ajudam com doações regulares, normalmente mensais, contribuindo para o aumento do número de doadores e, assim, apoiando a sustentabilidade da organização.

É possível utilizar essa técnica para a captação de doadores individuais nas seguintes modalidades:

  • Street Marketing (na rua)
  • Door to Door (residencial)
  • Business to Business (comércio)
  • Stands (centros comerciais, metrô etc.)
  • Locais de trabalho (escritórios, fábricas etc.)
  • Eventos (esportivos, culturais etc.)

O Brasil é um país com enorme potencial em todos os setores econômicos; como não poderia ser diferente, é também em captação de novos sócios e/ou doadores. Em países como a Inglaterra, com um trabalho de mais de 15 anos com F2F e uma população em torno de 60 milhões de habitantes, mais de 20 milhões de pessoas – um terço do total – doam de forma regular a alguma instituição. Em 2009, conseguiram 700 mil novos doadores por meio do F2F.

Também é significante o potencial da Espanha, onde as pessoas que fazem doações regulares a entidades não superam os 2 milhões, quando o total da população está acima dos 40 milhões de habitantes. Porém, em 2009, mais de 300 mil novos sócios foram alcançados por meio do F2F, e esses números duplicam a cada ano.

Um país de possibilidades

A capacidade do Brasil em relação à população, economia, segurança e tecnologia deixa muito claro que este é o momento de trabalhar em captação de sócios individuais. As empresas, as instituições e os grandes doadores têm um limite de doação; porém, os sócios individuais têm um potencial incrível. Os possíveis novos doadores chegam a mais de 50 milhões – eles estão nos esperando e devemos buscá-los. Estou trabalhando nos preparativos de nossas campanhas de F2F no Brasil há quatro meses e posso afirmar que o cenário é o melhor possível, especialmente se comparado a muitos países do mundo.

Como não fazer F2F no Brasil quando, com essa técnica, é possível conseguir novos doadores que contribuem regularmente com as ONGs? É uma forma importante para ampliar o número de doadores, saber o que eles querem e como querem, fortalecer a imagem da organização e a possibilidade de um melhor conhecimento da marca.

O F2F é muito mais que uma técnica de captação de novos doadores. É, sobretudo, uma magnífica oportunidade para a sensibilização da população. O cidadão brasileiro acolhe com entusiasmo a presença de captadores, escuta e se relaciona pessoalmente de forma muito mais positiva do que diante de um e-mail ou uma página da internet. Vê o captador como alguém próximo, que tem coisas muito importantes para dizer.

As pessoas têm de ser sócias e doadoras de uma ONG, têm de apoiar, e nós estamos obrigados a mostrar os caminhos. É como se em um país só 1% da população tivesse telefone, e nós pudéssemos oferecer isso aos outros 99%, sabendo que não menos de 40% poderiam realmente ter um aparelho.

Quem pode fazer o F2F?

Qualquer instituição, seja qual for sua estrutura ou dimensão, pode fazer o F2F. Entretanto, é extremamente necessário que quem toma essa decisão esteja preparado e faça uma gestão muito profissional de todos os novos doadores. Visto que é realizada de forma externa e interna, essa técnica requer trabalho com uma boa base de dados, contando com uma gestão dos sócios e doadores, uma boa comunicação e a realização de cobranças regularmente. Por isso, na International Fundraising (IF) não queremos nos limitar a fazer captação. A experiência internacional fazendo F2F em diferentes países nos ensinou que o nosso papel começa no assessoramento.

É importante conseguir que as coisas sejam bem feitas desde o princípio, para que a empreitada de captação de sócios possa seguir o processo adequado e para que possamos tomar, conjuntamente com a instituição, as medidas que garantam doadores comprometidos, que queiram colaborar regularmente durante um longo prazo de tempo. É a hora de investir em F2F no Brasil e de fazer crescer as bases de dados de doadores individuais de todas as organizações, grandes e pequenas, que estejam preparadas para isso e apoiar a preparação das organizações que queiram crescer.

São muitas as pessoas deste país que querem ajudar o próximo. Existem inúmeros projetos em andamento no mundo todo dirigidos aos setores mais desfavorecidos, com os quais os cidadãos se sentem identificados e gostariam de poder contribuir de alguma maneira. Temos a oportunidade de fazer algo aqui e agora.

Não podemos perder tempo, deve-se começar já a trabalhar e estar preparados para enfrentar essa nova meta. Ânimo! Vamos sair em busca de toda essa gente que está nos esperando para que ajudemos as pessoas a serem mais felizes, e assim colaborar com quem realmente necessita.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
10.224
Oportunidades Cadastradas
8.077
Modelos de Documentos
2.206
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
24 Set
2018
World Food Programme - Fighting Hunger Worldwide
Prazo
1 Dez
2018
The Prince Claus Fund 2nd Open Call: First Aid to Documentary...
Prazo
17 Out
2018
Banco de Projetos do Fundo de Defesa de Direitos Difusos
Prazo
30 Set
2018
II Concurso Literário da Revista “Aspas Duplas
Prazo
23 Out
2018
III Concurso de Crônicas Ivone dos Santos
Prazo
28 Set
2018
Pautas do Espaço Cultural Banco da Amazônia
Prazo
27 Set
2018
IX Concurso Nacional Pérolas da Literatura
Prazo
25 Set
2018
Apoio a Atividades de Monitoria em Divulgação Científica...
Prazo
15 Out
2018
Programa Capes/Iiasa de Pós-Doutorado
Prazo
15 Out
2018
Programa CAPES/IIASA de Doutorado Sanduíche
Prazo
Contínuo
Política de Patrocínios da CEMIG
Prazo
11 Out
2018
Edital LGBT+ Orgulho
Prazo
22 Out
2018
WORLDLABS - Elevating Ideas Competition
Prazo
10 Out
2018
Seleção e Contratação de Atividades Culturais para...
Prazo
30 Set
2018
Prêmio Bambolê de Literatura
Prazo
28 Set
2018
Chamada CNPq/Petrogal Brasil S.A
Prazo
8 Out
2018
Programa Antártico Brasileiro – PROANTAR
Prazo
9 Out
2018
Avaliação da Implementação da Rede de Cuidados...
Prazo
31 Out
2018
Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros - 2018
Prazo
23 Nov
2018
Chamada CNPq/SNSF
Prazo
28 Set
2018
Selo de Responsabilidade Cultural
Prazo
9 Nov
2018
Concurso de Cartazes para Dia Mundial da Alimentação...
Prazo
31 Dez
2018
Credenciamento de Artistas
Prazo
30 Set
2018
Fonds Baillet Latour
Prazo
30 Set
2018
UNESCO/Emir Jaber al-Ahmad al-Jaber al-Sabah Prize...
Prazo
30 Set
2018
V Concurso Literário Julio Salusse
Prazo
30 Set
2018
II Prêmio de Poesia SPA
Prazo
15 Out
2018
Prêmio INCM - Vasco Graça Moura
Prazo
15 Out
2018
3ª Edição Prêmio Kindle de Literatura
Prazo
1 Out
2018
CNPq-Prevfogo-Ibama- Pesquisas em ecologia, monitoramento...
Prazo
1 Out
2018
MCTIC-SEPED/CNPq – Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação...
Prazo
5 Out
2018
CNPq-MCTIC -Meninas nas Ciências Exatas, Engenharias...
Prazo
30 Set
2018
Edital IberCultura Viva para Apoio de Redes e Projetos...
Prazo
10 Out
2018
CNPQ-MCTIC-SETEC -Programa para Concessão de Bônus...
Prazo
30 Jun
2019
Chamada Pública Bilateral FINEP-CDTI para projetos...
Prazo
21 Mar
2019
Seleção de Projetos Esportivos - Lei de Incentivo
Prazo
Contínuo
Revista Científica de Direitos Humanos - Submissão...
Prazo
4 Out
2018
Chamada Pública MCTIC/FINEP/CT-INFRA – Campi universitários...
Prazo
16 Out
2018
SENASP – Ação 8855 – Segurança Pública Nos...
Prazo
21 Set
2019
Crédito De Pesquisa Para Comitês Técnico-Científicos
Prazo
15 Dez
2018
The Awesome Foundation - Awesome Disability
Prazo
28 Set
2018
Eventos Científicos
Prazo
Contínuo
Chamada Pública ANCINE-FSA - Coinvestimentos Regionais
Prazo
30 Set
2018
Her Abilities Award
Prazo
15 Out
2018
Human Rights Prize of the French Republic 2018
Prazo
31 Out
2018
Empowering People Award 2019
Prazo
Contínuo
Filiação ao Departamento de Informação Pública...
Prazo
2 Out
2018
Seleção de Boas Práticas na Temática Educação...

PARCEIROS VER TODOS