Aprendizado e Networking na Captação de Recursos

Por: João Paulo Vergueiro
22 Janeiro 2015 - 23h59

aprendizado e networking na captacao de recursos

Uma das máximas de Recursos Humanos é que o profissional deve buscar o aprendizado contínuo e se manter atualizado sobre tudo o que acontece em sua área de atuação. Essa máxima vale também para os captadores de recursos, esta que é uma profissão tão própria das organizações da sociedade civil e que, mesmo assim, nem sempre recebe toda a atenção necessária.
O captador, ou mobilizador de recursos, é o profissional responsável por pensar e implementar a estratégia de buscar doações para financiar as atividades transformadoras das entidades. E é assim mesmo: o financiamento das organizações da sociedade civil deve ser garantido principalmente com as doações dos indivíduos que acreditam nas causas e nas próprias organizações. Essa doação somada a outras fontes de receita, que podem ser empresas, governos, financiadores internacionais, etc., viabilizam e garantem a sustentabilidade das entidades.
Assim, para garantir o sucesso do trabalho que esses profissionais de captação realizam, eles precisam estar plenamente capacitados para a função.
Há tendências internacionais que devem ser conhecidas e podem ser implantadas pelas nossas organizações, como o storytelling e o branding, por exemplo.
Por aqui, outras iniciativas já começam a ganhar força e podem ser disseminadas, como o aperfeiçoamento de técnicas como porta-a-porta, o direct-response TV (captação de recursos a partir de propaganda na TV), major donors (grandes doadores) etc.
E há temas sobre os quais todos os captadores precisam saber bem, como a elaboração do plano de captação de recursos e as estratégias de captação com indivíduos, dentre outros.
No Brasil, temos inúmeras oportunidades de qualificação para captadores e mobilizadores de recursos, e há uma iniciativa na qual acreditamos ser fundamental a participação: o Festival ABCR, o maior evento nacional sobre o tema.
Esse evento, de três dias de duração, proporciona uma troca intensa de experiência entre os profissionais, que interagem com palestrantes brasileiros e de outros países e têm a oportunidade de conhecer captadores de todo o país. Possibilita, portanto, também um forte networking, e para a edição do próximo ano, que será em São Paulo, são esperados até 700 participantes.
O Festival ABCR, que chegará em 2015 à sua sétima edição, segue o modelo dos principais encontros no mundo, como a Conferência Internacional da AFP, nos Estados Unidos, e o International Fundraising Congress (IFC), na Holanda. Além desses, há eventos específicos de captadores na Argentina, Itália, Áustria, e vários outros países.
Um encontro como o Festival ABCR oferece exatamente aquilo que defendemos aqui: o aprendizado contínuo dos profissionais que atuam com captação de recursos. Oportunidade, portanto, que não pode passar em branco. Aguardamos vocês lá!

PARCEIROS VER TODOS