Agenda urbana global deve ser foco do Setor Filantrópico

Por: Thaís Iannarelli
14 Março 2016 - 22h11

Após 20 anos, o tema da agenda urbana volta ao palco em 2016, tendo em vista a realização da “Habitat III”, a Conferência das Nações Unidas sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável, que acontecerá em Quito, no Equador, de 17 a 20 outubro. A proposta é revigorar o compromisso global de urbanização sustentável, com base na Agenda Habitat de Istambul, definida na conferência de 1996.

A Fundação Avina e a Fundação Ford assumiram esta empreitada e estão convocando o setor filantrópico a se unirem à Assembleia Geral de Sócios (AGS), formada por 14 Grupos de Sócios Constituintes (GSC) com membros dos maiores grupos participantes das Nações Unidas e outros parceiros estratégicos. A ideia é que mais instituições possam discutir o tema da nova agenda urbana e gerar novas reflexões sobre os impactos na sociedade.

Em março e abril serão realizados diversos eventos preparatórios. Alguns serão temáticos e outros regionais. Para a América Latina e Caribe está previsto um encontro em abril. Nestes eventos, serão mapeados temas de interesse a respeito da agenda urbana, assim como elaborados documentos elencando os principais problemas e as possíveis soluções.

Mais informações: ttp://www.avina.net/avina/wp-content/uploads/2016/02/20160217-DRAFT-GAP-OUTCOME-DOCUMENT-FOR-COMMENT.pdf

Fonte: GIFE

PARCEIROS VER TODOS