Acesso e autonomia como exercício de cidadania e solidariedade

Por: Fátima Lima
21 Março 2020 - 00h00

 6051-abertura

Os pesquisadores nos laboratórios, os professores propondo atividades nas salas de aula, os projetos de reciclagem dos funcionários nas empresas, os voluntários em ação em áreas carentes, os missionários se embrenhando nas matas, as companhias com a implantação de tecnologias limpas, as instituições sociais e seus programas de educação.

O desempenho desses papéis no dia a dia é capaz de construir, agora, o que um dia poderá ser entendido como a tomada de consciência da civilização para um modelo de vida mais sustentável, inclusivo e igualitário.

Cientes de seu papel decisivo na transformação da realidade socioeconômica, muitas organizações já entenderam que a função de uma empresa socialmente responsável vai além de criar empregos e pagar impostos.

Para garantir o desenvolvimento de um país tão complexo quanto o nosso, é fundamental criar oportunidades para que todas as pessoas se sintam incluídas na sociedade.

Muito além do repasse de recursos, o investimento em programas sociais é um poderoso instrumento de educação, que contribui para a transformação da realidade dos seus beneficiados e das localidades onde acontecem essas ações. Na prática, essa é uma maneira de estabelecer uma comunicação efetiva com a sociedade, compartilhando e dividindo valor com todos.

Daí a importância da participação de empresas, institutos e fundações, que de fato contribuem para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, com respeito à diversidade.

As desigualdades sociais têm sua origem na falta de respeito às diferenças de classe, gênero, etnia, religião, capacidades físicas e intelectuais. Portanto, o respeito à diversidade é condição essencial para que se estabeleça a inclusão social. Só assim pode ser garantido o exercício da cidadania, um direito que deveria ser consagrado de forma igualitária a todos.

Desde 1990, a Fundación MAPFRE desenvolve no Brasil um trabalho social relevante, pautado pela transparência e pelo impacto social, e que beneficiou mais de 3,4 milhões de pessoas (direta e indiretamente) somente em 2019.

Nossa atuação é focada no desenvolvimento de iniciativas capazes de melhorar as condições de vida de grupos menos favorecidos, contribuir para a redução de acidentes de trânsito, promover o acesso à informação de qualidade, à inovação e à pesquisa e ampliar o repertório cultural da sociedade.

Os programas apoiados agregam valor para uma parcela da população excluída e sem oportunidades, contribuindo efetivamente para a melhoria de políticas públicas, disseminação de informação de qualidade e para o fortalecimento da educação na sociedade.

Quando promovemos essas ações, fazemos com que esses jovens e crianças se sintam incluídos, dando-lhes liberdade e autonomia para poderem se expressar. A ideia é que se sintam abraçados e parte da sociedade, para que possam acreditar e, principalmente, buscar um futuro diferente daquele ao qual foram predestinados.

O acesso à informação e a autonomia para que as pessoas tenham capacidade de decidir sobre suas vidas são fundamentais para expandir as oportunidades econômicas e compreender as novas realidades deste mundo em constante mudança.

Cada vez mais, a inovação social tem se tornado um item indispensável para a construção de uma sociedade mais justa, inclusiva e igualitária, pois ela muda nossa forma de enxergar e solucionar os problemas contemporâneos.

Para que isso ocorra de forma completa, devemos transcender os limites das instituições, permitindo a troca de conhecimentos e experiência, além da combinação de recursos entre os mais diversos setores da sociedade, como grandes empresas e startups, universidades, ONGs e governos.

Essa crença é reforçada por pesquisadores da University of Central Florida. Para eles, inovação social é a implantação bem-sucedida de atividades, tais como ideias, práticas ou objetos, por meio de novas colaborações e parcerias, de forma a impactar positivamente a sociedade, melhorando a prestação de serviços públicos.

Esse é um processo essencial para a evolução da sociedade e para a busca de alternativas sustentáveis objetivando o bem-estar coletivo.

A inovação social é um conceito que traz um novo olhar – mais efetivo, eficiente e sustentável – para solucionar questões socioambientais da atualidade. São produtos, ideias e ações que geram valor para a sociedade como um todo e não apenas para alguns indivíduos.

E quanto mais pessoas estiverem envolvidas e comprometidas, melhor. O exercício da solidariedade é uma experiência transformadora não apenas para quem recebe a ajuda, mas também para quem a oferece.

O voluntariado corporativo, por exemplo, é uma iniciativa que só traz resultados se os colaboradores entendem o sentido e a importância da sua participação em benefício de outras pessoas.

Precisamos democratizar o conhecimento para possibilitar um mundo mais justo e igualitário. Todo mundo tem algo para ensinar ou compartilhar. Basta que doe o seu tempo em favor de quem precisa.

O futuro somos nós quem fazemos hoje. Temos que encorajar as pessoas a seguirem em frente. Não podemos consertar o mundo, mas podemos dar elementos para que as pessoas possam mudar a sua realidade. Fazer com que acreditem que são capazes.

Torcemos para que, em um futuro próximo, mais organizações promovam iniciativas nesse sentido, estimulando a inovação no desenvolvimento de projetos de grande impacto social e visibilidade nos aspectos tecnológico, econômico e organizacional.

Tudo o que você precisa saber sobre Terceiro setor a UM CLIQUE de distância!

Imagine como seria maravilhoso acessar uma infinidade de informações e capacitações - SUPER ATUALIZADAS - com TUDO - eu disse TUDO! - o que você precisa saber para melhorar a gestão da sua ONG?

Imaginou? Então... esse cenário já é realidade na Rede Filantropia. Aqui você encontra materiais sobre:

Contabilidade

(certificações, prestação de contas, atendimento às normas contábeis, dentre outros)

Legislação

(remuneração de dirigentes, imunidade tributária, revisão estatutária, dentre outros)

Captação de Recursos

(principais fontes, ferramentas possíveis, geração de renda própria, dentre outros)

Voluntariado

(Gestão de voluntários, programas de voluntariado empresarial, dentre outros)

Tecnologia

(Softwares de gestão, CRM, armazenamento em nuvem, captação de recursos via internet, redes sociais, dentre outros)

RH

(Legislação trabalhista, formas de contratação em ONGs etc.)

E muito mais! Pois é... a Rede Filantropia tem tudo isso pra você, no plano de adesão PRATA!

E COMO FUNCIONA?

Isso tudo fica disponível pra você nos seguintes formatos:

  • Mais de 100 horas de videoaulas exclusivas gratuitas (faça seu login e acesse quando quiser)
  • Todo o conteúdo da Revista Filantropia enviado no formato digital, e com acesso completo no site da Rede Filantropia
  • Conteúdo on-line sem limites de acesso no www.filantropia.ong
  • Acesso a ambiente exclusivo para download de e-books e outros materiais
  • Participação mensal e gratuita nos eventos Filantropia Responde, sessões virtuais de perguntas e respostas sobre temas de gestão
  • Listagem de editais atualizada diariamente
  • Descontos especiais no FIFE (Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica) e em eventos parceiros (Festival ABCR e Congresso Brasileiro do Terceiro Setor)

Saiba mais e faça parte da principal rede do Terceiro Setor do Brasil:

Acesse: filantropia.ong/beneficios

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book Como começar uma⠀ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

BAIXE GRATUITAMENTE
E-book 18 PASSOS essenciais para ajudar sua ONG

BAIXE GRATUITAMENTE

PARCEIROS VER TODOS