A busca pela melhoria da sociedade

Por: Thaís Iannarelli
01 Novembro 2004 - 00h00

A preocupação com as questões sociais sempre esteve presente nas ações do Instituto Presbiteriano Mackenzie. No dia 16 de outubro realizou-se o 1º Dia Mackenzie Voluntário, em comemoração aos 134 anos da fundação.
Nesse dia, 4.115 voluntários se reuniram para atuar em 280 ações sociais. Entre organizações e comunidades, foram atendidos 134 projetos e, com isso, 34.414 pessoas foram assistidas diretamente. A iniciativa é idéia do diretor-presidente do instituto, Custódio Pereira, e tem como objetivo transmitir para a população o espírito de solidariedade.
As atividades foram divididas em cinco áreas: ações estruturais, relacionadas a reformas, pintura, consertos, doações e instalação de equipamentos; recreação, com trabalhos ligados a esportes, lazer, entretenimento e atividades culturais; alimentação, com festas de confraternização, jantares dançantes, distribuição de cestas básicas e arrecadação de alimentos; educação, com relação à promoção da saúde, nutrição, proteção ao meio ambiente, incentivo à leitura, entre outros, e, finalmente, cidadania, com atividades ligadas à promoção de direitos, orientação jurídica e educação comunitária. Dois meses antes do evento, os grupos já trabalhavam na arrecadação de alimentos, roupas, produtos de limpeza e higiene pessoal, material de construção e outros itens para atender às entidades selecionadas.

Criança Sorriso

Além do Dia Mackenzie Voluntário, desde 2000, o instituto atua no Projeto Criança Sorriso, que beneficia crianças em regime de abrigo. Desenvolvido por alunos voluntários com supervisão do Departamento de Projetos Sociais do Mackenzie, o projeto visa assegurar os direitos de brincar, praticar esportes e de se divertir para aproximadamente 250 crianças abrigadas em instituições de São Paulo.
Os 120 alunos voluntários realizam oficinas de dança, artes, esportes, jogos e culinária, com o intuito de trabalhar a convivência em grupo e o esforço coletivo para desenvolver respeito mútuo e atitudes de solidariedade. A iniciativa recebeu o reconhecimento do magistrado Rodrigo Lobato Junqueira Enot, juiz de Direito da Infância e da Juventude do Foro Regional de Pinheiros – São Paulo.

Mobilização de recursos

Essas iniciativas de voluntariado não são as únicas do Mackenzie. Também em outubro, a instituição promoveu o II Congresso de Captação de Recursos e Sustentabilidade, realizado com o propósito de ensinar técnicas profissionais para a mobilização de recursos.
O evento contou com a participação de 600 congressistas que procuraram passar o maior volume possível de conteúdo para os participantes. Paulette Maehara, presidente da Associação de Profissionais de Mobilização de Recursos, entrevistada desta edição da Revista Filantropia, também participou do evento.

PARCEIROS VER TODOS