A vez da "moda ética"

Por: MBiasioli, Instituto Filantropia
06 Setembro 2019 - 00h00

Independentemente da área de atuação, muitas organizações não governamentais têm apostado em produtos como roupas, calçados e acessórios, desde que tenham sido fabricados com matéria-prima sustentável, mão de obra regular e, preferencialmente, por pessoas da própria comunidade atendida.

Ao mesmo tempo, aumentou o interesse de grifes em associar seu nome a essas iniciativas, seja produzindo e revertendo parte das vendas para a ONG apoiada, ou patrocinando ações de qualificação profissional para o público-alvo das entidades.

Os itens costumam ser apresentados em lojas virtuais próprias ou em plataformas especializadas no Terceiro Setor.
Há ONGs que vão ainda mais longe, conseguindo exposição a partir de parceria com varejistas em lojas físicas, a exemplo da Gerando Falcões, que recebe 10% do valor arrecadado com as camisetas exclusivas “No Poser – Seja você mesmo”, produzidas pela Polo Wear e vendidas nas 131 lojas da marca no Brasil.

Com unidades em Poá (SP), Vila Prudente (zona leste da Capital paulista) e Maceió (AL), a ONG fundada pelo empreendedor social Edu Lyra atua em estratégia de rede, em periferias e favelas, com projetos focados em esporte e cultura para crianças e adolescentes, e qualificação profissional para jovens e adultos.

Organização social que também está se beneficiando da “moda ética”, a paulistana Por-1-Sorriso tem tirado vantagem do ambiente virtual por meio da plataforma E-Shop Social, onde é possível encontrar itens como a camiseta feminina “Beijos, Abraços e Sorrisos”.

A instituição promove ações principalmente em comunidades extremamente carentes e com pouco acesso à assistência, como populações ribeirinhas e indígenas, quilombolas, moradores do sertão nordestino, povoados em condição de miséria no continente africano e comunidades urbanas carentes.

Sediada no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, a ONG Pipa Social também tem conseguido ótimos resultados com a “moda ética”, promovendo a qualificação profissional de empreendedores de baixa renda, inclusive dentro dos morros cariocas, com o objetivo de gerar transformação social.

A organização reúne e conecta esses talentos para a confecção de produtos criativos como roupas, bijuterias, linha para casa e acessórios, como a Bolsa de Palha de Taboa, feita de palha trançada em fibra natural de milho com finalização de flores confeccionadas em crochê. Além das vendas pelo site, a Pipa Social conta com duas lojas físicas.

EDITAIS FILANTROPIA PLATAFORMA ÊXITOS
16.515
Oportunidades Cadastradas
9.597
Modelos de Documentos
3.222
Concedentes que Repassam Recursos
Prazo
30 Abr
2020
Prêmio Melhores ONGs
Prazo
30 Abr
2020
Dubai International Best Practices Award
Prazo
1 Mai
2020
World Food Prize 2020
Prazo
8 Mai
2020
15ª edição do prêmio Para Mulheres na Ciência
Prazo
21 Mai
2020
Zayed Sustainability Prize 2021
Prazo
26 Mai
2020
UNESCO - Prize for Girls’ and Women’s Education...
Prazo
1 Jun
2020
Sophie Danforth Conservation Biology Fund
Prazo
18 Jun
2020
Global Health Security & Pandemics Challenge
Prazo
30 Jun
2020
Prêmio Internacional de Seguros Julio Castelo Matrán
Prazo
31 Dez
2020
Patrocínios e Doações - Instituto Usiminas

PARCEIROS VER TODOS